terça-feira, 6 de outubro de 2009

ESTADO DA ZONA DA MATA, CAPITAL JUIZ DE FORA

Ontem conversando com um intelectual e jurista, mineiro de Ponte Nova, sobre a decadência de região da Mata Mineira e, particurlamente, Juiz de Fora, ele foi taxativo:

"Omar, eu se fosse mais jovem, começaria um movimento separatista . Ninguém aguenta mais o descaso de Belo Horizonte com a nossa região ! Você têm total razão quando escreve que, se não conseguem sequer acabar com uma obra iniciada pelo Itamar, há 10 anos (aeroporto de Goianá), imagine se algum governador vai olhar para nós! E é por isso, Omar, que a Mata mineira parou no tempo e se transformou em um novo Vale do Jequitinhonha".

E para fechar o raciocínio, ainda brincou: " o juizforano, não vai a praia no Espírito Santo como o resto dos mineiros. Vai para Cabo Frio. Não torce para Atlético e Cruzeiro. Torce para o Flamengo, Vasco, Botafogo e Fluminense (e com toda a razão, já que em Minas só é permitido final entre o Galo e a Raposa !) . Pergunte se ele prefere passar um final de semana, na praia de copacabana ou na Savassi em Belo Horizonte ? Teatro e cultura, importamos tudo também do Rio, E arrematou: por tudo isso, para nós, mineiros da Mata, Belo Horizonte ou Salvador da Bahia, tem o mesmo significado, ou seja, duas cidades distantes de Juiz de Fora, e nada mais " .


Ouvi e, confesso, nunca havia parado para pensar e refletir de verdade sobre o assunto. Brincamos sempre, mas no fundo nunca pensamos de verdade sobre essa possibilidade. A gente fica com "raiva" do descaso do Palácio da Liberdade e ponto final.

Por esse motivo, para sabermos o que pensam, nós, os cidadãos da Região da Zona da Mata Mineira , sobre a ideía de uma separação de Minas, decidimos fazer uma fazer uma enquete, com duas perguntas:

1) você considera que o Governo de Minas atende as demandas e reivindicações de Juiz de Fora e da Zona da Mata ?

2) Você seria favorável à criação do Estado da Zona da Mata, capital Juiz de Fora?

DENTRO DE POUCOS MOMENTOS "AS URNAS" SERÃO ABERTAS PARA VOTAÇÃO.

44 comentários:

Anônimo disse...

estou de acordo ,não me considero mineiro gosto do rio ,tenho verdadeiro horror de bh,acho que eles sentem a mesma coisa por j.fora, gosto do flamengo,gosto de copacabana,cabo frio, buzios,barra,adoro o povo de lá, vamos separar gostei da sua ideia.

Rogerio Moraes disse...

SEMPRE PENSEI NUMA MINAS INDIVISIVEL.
MAS NÃO HÁ COMO CONTINUAR SENDO DEJETO DE BH.
COMEÇO A VER COM INTERESSE ESSA DIVISÃO.
O ESTADO DE DEGRADAÇÃO QUE ATINGIMOS NÃO NOS DEIXA OUTRA SAIDA.
LIBERDADE E DESENVOLVIMENTO AINDA QUE ATRASADOS.
PODEMOS NÃO DESFRUTAR DISSO, MAS DEVEMOS ISSO A NOSSOS HERDEIROS.

Anônimo disse...

Prezado senhor Omar Peres.
Esta iniciativa já deveria ter sido
posta em prática há muitos anos.
O Sul de Minas está muito mais prejudicado do que a Zona da Mata, isto porque, o progresso por aqui
chegou muito adiante da Região Sul, vejamos que aquela parte do Estado tem sido enormemente castigada pelo descaso dos políticos de Minas Gerais que só se
lembram que nós existimos em vésperas de Eleição para colher os votos de que dispomos e nem se lembram que o Sul também tem dado sua contribuição para o progresso do Estado e que tivemos uma dos primeiros presidentes que foi o insigne cidadão ITAJUBENSE, o Doutor Wenceslau Pereira Gomes.
Espero que esta idéia se propague e
que prolifere o mais rápido possível, e tenho certeza que vocês
terão o apoio integral daquele povo, desprezado e com políticos sem iniciativa ou sem condições intelectuais para pressionarem os manda-chuvas da Capital Mineira.
Tenho plena convicção que V. Sa. com mais alguns políticos sérios de
Juiz de Fora e região têm força e coragem para conseguir esse intento que penso ser um sonho do nosso povo.
Temos um atenuante contra essa iniciativa que são os deputados estaduais, entretando, se nos juntarmos, tendo em vista que a união faz a força, chegaremos lá.
Força senhor Omar, será mais um vitória de sua parte. Estamos confiantes.
Chega de sermos espezinhados.
LIBERTAS QUAE SERA TAMEM.

Anônimo disse...

Nos anos 60 já se falava nisto só que seria o Estado de Paraíba do Sul (acho que melhor que Estado da Zona da Mata). Sou a favor e acho que devemos levar isto adiante. A revista "O Lince" chegou até a publicar um mapa do novo estado. Pergunte ao Wilson Cid, de repente ele tem a revista

Núcleo Separatista do Calçadão

Jean Danton disse...

Uma mudança deixa sempre patamares para uma nova mudança. Niccolo Maquiavel
Bem como dizer que este amigo esta errado em dizer que devemos lutar para a criação do Estado da Zona da Mata e Vertentes, não a como não dizer.
Vemos que isso não se torna um movimetno separatista mais sim um movimento de sobrevivência, politica, social, financeira e mais, um movimento que realmente busque a autonomia de uma das regiões com maior poder de crescimento de todo o estado de Mians Gerais.
Pode citar que hoje tramita no Congresso o pedido de Plebiscito para a criação do estado do Triangulo que hoje seria criado com a participação de 66 cidades e mais seus arredores, com isso parece que não, mais ja teriamos um parto de um estado que estaria com uma economia forte, visto que, ali temos Uberlândia, Uberaba, Ituiutaba e outras cidades que tem poder economico e com viabilidade de crescimento e sustanbilidade.
Juiz de Fora no passado foi uma das primeiras cidades de Minas a ser colocada como futrura capital de estado que na epoca poderia ser criado, um estado que seria abragente no triangulo mineiro, sul de minas e zona da mata, tal projeto ficou na gaveta e hoje vemos o descasso da capital do estado.
Vemos que Belo Horizonte somente faz com o resto do estado como foi feito por Lisboa com o Brasil, simplesmente temos la nossa capital administrativa e fiscal que nada soma e nada quer com o povo daqui.
Vemos que o governador quer buscar no Vale do Jequitinhonha o desenvolvimento, que nada, ledo engano, vemos que seu projeto eleitoral passa pelo clientelismo e pela safadeza de dar pouco a quem nada tem, e com isso buscar o voto destes miseraveis quando de sua candidatura, afinal e somente isso que vale as pessoas ali.
Bem Belo Horizonte e hoje algo distante, algo que a muito perdeu os ideais de Tiradentes e outros inconfidentes, tirou o brilho dos estadistas de nosso estado, não quero dizer figuras que participaram de conspirações e foram feitas herois por mediocres, mas sim de pessoas serias que lutam pelo nosso estado e querem que ele seja mais.
Ousar Lutar e ousar vencer, quem sabe que a luta para a criação do estado da Zona da Mata seja o novo e com isso terminar com a oliguarquia que hoje manda e desmanda em nossa cidade e estado, trazendo somente o atraso e o descompasso para todos nos.
Se dizer que a luta começa, não preciso de convocação, pois estarei entre os primeiros a combater e falar a favor da criação, afinal, mineiros nunca deixaremos de ser, temos mais dos ideiais de inconfidencia do que qualquer outro, mas pelo menos poderemos caminhar rumo ao desenvolvimento que nossa região tanto sonha e poderemos parar de fingir que a culpa e dos empresários locais, e colocar a nossa região devidamente nos trilhos.

Anônimo disse...

Não sou contra a separação, o que acontece realmente. é que os nossos representantes politicos só pensam neles próprios. O Itamar começou o Aeroporto de Regional e nunca terminou deixou para outras pessoas acabarem isso sem falar que quando esteve com a caneta e o Diário Oficila da União nas mãos NÃO FEZ NADA PARA JUIZ DE FORA E REGIÃO, agora vem pedir para que outros politicos fazem para nossa Zona da Mata acho que é pedir demais, quando Bejani era Deputado Estadual e propos na Assembléia para criar a Região metropolitana de Juiuz de Fora Itamar foi contra, porque a idéia partiu de Bejani. é isso.

Anônimo disse...

Caro Omar,

Agora desejamos colocar a culpa em nossa imcopetencia de escolher gestores ! Esta onda de separação não vai adiante em nenhuma região de minas; Exemplo : Triangulo, Zona da Mata, etc.

Veja que tivemos um Presidente e Governador da xizdefora que não construiu uma ponte na cidade e locou o aeroporto fora do perimetro de expansão da cidade.

Alem de elegeições de pilantras atras do outro como prefeitos na Zona da Mata !

Sarava Candiero !!! JF tem de receber luz e escolher gente seria que possa exercer poder !!!!

Diga para estas Empresas de Engenharia de Jf desta Turcaida que realizaram merda na Rua santa Tereza via obra em hospital das proximidades para tomarem vergolha, pois a justiça um dia chega......... e fará justiça com os desabrigados da Rua santa Teresa.

Velão.

Anônimo disse...

o governo de minas atende bem a alguns juizforanos tais como os quase quatro milhoes que o pestaninha mattos veio trazer para beneficiar 4 pessoas do bairro são dimas que por acaso são parentes do sr itamar franco e os outros cidadãos de benfica, barreira, igreijinha,paula lima etc..... que se danem,não tem hospital e não vão ter e ponto final.

Julio Sarchis disse...

Como um anônimo bem lembrou, essa história já é velha.
Ja se pensou no Estado da Paraiba do Sul, que logo caiu no esquecimento. Caiu no esquecimento porque na época, o estado levou um susto e para dar um cala boca nos "rebelados", nos deu algumas migalhas, pois não podiam ficar sem o lucro de Juiz de Fora que na época era expressivo.
O episódio se repediu recentemente, com insurgentes do triangulo querendo separar o nariz e a testa de minas do resto das "Gerais", e no que deu isso? o estado assustado, e também para dar um calaboca nos separadistas, fez grandes investimentos no Triangulo Mineiro, levando boas indústrias e até orgãos publicos para a região.
O que se tem que fazer com minas é a separação total, Sul de Minas, cuja capital poderia ser Varginha, Poços de Caldas ou Pouso Alegre, Triangulo Mineiro, com capital em Uberlândia ou Uberaba e até mesmo Araguari. Zona da Mata com Juiz de Fora ou Barbacena. Poderia também adotar nesses possiveis estados o que se utiliza muito em outros paises, ou seja: termos a capital administrativa e o centro financeiro em cidades distintas, assim os poderes não ficariam concentrado em apenas um lugar, onde fica fácil a reunião do clube do Bolinha.
Que façamos sim, um plebicito para a separação, mas que os lideres dessas três regiões se abracem e assim tenham mais força, pois minas ficaria sem metade de sua área e com menos de 60% de sua população e riqueza.
Devo lembrar aos menos esclarecidos, que se não sabem, façam uma visita em BH e logo vocês irão notar a quantidade de obra que acontece na cidade, para citar algumas poucas: alargamento e urbanização da Av. Antônio Carlos, O mesmo na Cristiano Machado, Já se estuda um novo anel rodoviário para desafogar o transito na 262 e por aí vai! O dinheiro para essas obras? É do Estado, é dos impostos que as colonias mineiras pagam para a corte belorizontina!

Dei meu recado.

Júlio sarchis

Anônimo disse...

Tenho medo de votar em voce e voce se eleger e defender uma tolice dessas, sou mineiro na alma e sempre serei mineiro.

Anônimo disse...

porque será que ninguem comentou a nota a pagina 6 do JFHOJE de hoje?
prona

fedoceo disse...

A culpa não é de Minas e muito menos do povo de Belo Horizonte, a culpa é nossa que não nos unimos em torno de quatro a cinco nomes para nos representar na assembléia e de mais quatro a cinco para nos representar na câmara dos deputados. Na postagem anterior, você colocou muito bem Omar, “se não nos unirmos em torno de alguns nomes, correremos o risco de não elegermos nenhum deputado que represente Juiz de Fora”. Essa é a mais pura verdade! Movimento separatista não é a solução.
O que precisamos é de representatividade “jovem” e que não queira apenas sentar em cima de 60 mil reais como deputado estadual ou 100 mil reais como federal.
Nossa região precisa acordar, pois a Zona da Mata, Vertentes e Mantiqueira possuem juntas mais de dois milhões e meio de eleitores e por tanto elegeria facilmente um senador da republica.
O que precisamos é de projetos viáveis já que dinheiro esta sobrando nos cofres federais.
O que precisamos é de vergonha na cara ao entrarmos na sala de votação pois, votar não deve ser visto como obrigação mais sim como direito de exercício de cidadania. Urna não é pinico, nas ultimas eleições houve muita gente vendendo seu voto por R$ 50,00 reais, e agora vai falar o que? Vou te dar uma idéia Omar, lance como projeto do JF Hoje, nos bairros de nossa cidade uma caravana da cidadania. Reúna algumas lideranças de bairro com mais alguns pensadores de nossa cidade e discuta com a sociedade uma forma de conscientização do voto pois, quem sabe assim o povo acorde para realidade de nossa terra. Um abraço. Juiz de Fora, a Zona da Mata, Vertentes e Mantiqueira merecem crescer. Mais isso só depende do povo!

Anônimo disse...

sompaOmar, esta cidade foi progressista porque seus pioneiros eram empreendedores. Isto se perdeu. Hoje a mediocridade impera. Hoje quando se pergunta pelos ricos de JF a resposta é sempre: Fulano tem tantos imoveis, sicrano tem tantos imoveis e beltrano tem muitos imoveis. É assim, vão imobilizando seus capitais e consequentemente a cidade.

Anônimo disse...

Que palhaçada omar !
Já pensou o Custódio sendo GOVERNADOR Zona da Mata ? Mandaria construir um Cento Administrativo de 1,2 BI. Já imaginou a Margarida sendo Governadora da Zona da Mata ?Prefiro não comentar. Já pensou o Bejani Governador da Zona da Mata ?
Deixo para os internautas comentarem....
Juiz de Fora já teve Presidente,Senador tem Deputados Estaduas,Federais e nada.E agora Conselheiro.
É preciso sim, melhorar a união e o nível da classe política de JF.

Justo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Omar,

Pense antes de colocar besteira no ar !
JF para ter obras e apoio do Governo necessita ter desenvolvimento e progresso das cadeias produtivas e de serviços local. Sem o poder da contribuição de impostos e geração de empregos a cidade e ou a região nunca exercerá poder.
Pense antes de lançar bobagens ! Liste ou apoie avaliações que irão aumentar a receita do municipio através de receitas do setor privado. Pois esta cidade é atualmente um berço de funcionarios publicos alienados.

Se necessitar de ajuda te listo 100 investimentos que podem ultrapassar bilhoes de dolares em receitas, em condicão de chegar em JF.

Velão, órfão de Santa Tereza.


---- Aciarias para o gusa da Arcelor --- Outros Metais nas proximidades da Paraibuna ---- Autopeças Chinesas ---- outra montadora Automobilisticas ---- Beckson Dickson dar um tranco, pois só está mamando em JF --- Cadeias de lacteos que só não progride por existir muita incompetencias nos lideres indicado pelos Tucanos --- rede hospitalar privada sem interferencia do estado poderia criar Centro de exxcelencia em Cirurgias, Medicamentos, etc ---- industria de software ^^ Completely free of taxes ^^.

Anônimo disse...

Aos CANDIDATOS a Dep. Estaduais !

Antes de tratar do assunto a que me proponho nessa mensagem abaixo enviada ao blog , gostaria de dizer que falar em criação do Estado da Zona da Mata , é atentar contra o bom senso.

Abortem esta idéia MALUCA , antes que possamos ser prejudicados , como foram as cidades localizadas no TRIANGULO MINEIRO , quando chegou inclusive a ser votada essa proposta para aquela região.

MINAS GERAIS é INSEPARÁVEL !

Vamos agora ao assunto que certamente interessa a muitos dos que leêm esse blog.

Infelizmente , muitos aos escreverem para o BLOG , querem apenas aparecer , seja usando a liberdade de escrever qualquer asneira , seja querendo advinhar.

Um Zé Migué qualquer , que certamente não tem o mínimo necessário de informações polítcas escreveu que o BEJANI se filiou ao PMN. Ou ele quer matar o ISAURO de coração ou foi apenas uma brincadeira de mal gosto.

É verdade que o ex-Prefeito correu muito nos últimos dias que antecederam o prazo final de filiações , para conseguir um Partido que o aceitasse.

Ninguém , a não ser ele e talvez mais uns 2 ou 3 , sabem se ele conseguiu ou não filiar-se.

Se conseguiu , ele está filiado ou no PSC ( onde existia a maior propabilidade de acontecer ) ou foi no PR ( via Clésio Andrade ).

Vamos ter que aguardar mais alguns dias , até que as novas listagens sejam entregues na Justiça eleitora l , cujo prazo final é dia 13 de Outubro.

E caso o mesmo tenha conseguido sua filiação em uma dessas 2 siglas pequenas ( é bem provável ) , irá disputar a eleição com boas chances de se eleger , o que convenhamos é TRÁGICO , mais é verdade.

Anotem : Bejani ainda tem de 10 a 15 % de votos no eleitorado de nossa cidade. Tá rindo ?

O tempo mostrará.

Jean Danton disse...

Eu sou justa, sou perfeita, a todos e a tudo levo o meu perdão, mas, por favor, Sejam Dígnos de Mim, Não me maltratem e Me Socorram. O meu nome, sim, o meu nome é MAÇONARIA. Autor: O Pensador

Bem entendo que o Anônimo pergunta porque nada foi comentado pelos que aqui habitam sobre a expulsão do Sr. Bejani da Maçonaria. Primeiro vale ressaltar que quando Bejani passou a se dizer maçon, ele foi inserido no seio de uma agremissão que naquele momento não era reconhecida como tal, uma agremissão que se dizia maçonica mais que não representava e não tinha suas atividades ligadas as Lojas Regulares do Brasil.
Mas a Maçonaria tem em seu seio pessoas que a muito se fazem presentes em todos os momentos da vida de nosso país e somos reconhecidos através de diversas maneiras, mas reconhecer aquele que era e se diz alguém digno de receber os ensinamentos isso e demasiadamente errado.
Os verdadeiros Maçons não foram esculpidos no tilentar das moedas e na busca do poder, mas sim foram encontrados durante estudos e na poeira do tempo se descobriram como membros valorosos desta que e a Mãe de muitos e Irmão de todos.
Vale lembrar ao nobre amigo anônimo, que quando do convite a Bejani, grandes personalidades Maçonicas de nossa cidade foram contras e hoje vemos que todos eles estavam corretos e pena que muitos de nosso irmãos não concordaram ou se omitiram quando de sua "iniciação".
Mas como tudo na vida tem seu tempo, o Grande Arquiteto do Universo, mostrou aos irmãos que nada pode ser feito se não pela verdade, luz e sabedoria, coisas que Bejani e os seus não compartilham com os demais.
Que a luz seja levada e que você anônimo espero que seja satisfeito com este comentário

Anônimo disse...

Concordo com o que o Justo disse:

No mais, antes de se pensar em emancipar a Zona da Mata, é preciso "emancipar" o próprio cérebro do juiz-forano, este ainda apegado a essa monarquia medíocre que manda e desmanda por aqui.

Realmente, essa é a mais pura realidade da cidade de Juiz de Fora e seus habitantes: o povo aqui parou no tempo. A maior diversão do juizdeforano é falar mal da vida alheia, passear na Halfeld pra ver que roupa o outro ta usando... correr no domingo pra comprar a Tribuna e ver as quentes do Cabelinho!
Pobre povo daqui, que é mandado, encabrestado e o pior: ainda baba ovo quando vê o Custódio no Central.
O “pobrema” de Juiz de Fora realmente é o povinho daqui. Não me vem falar que não é pq é! É SIM! Não elegeram esse ladrão aí? Não assistem a decadência calados? Todos não voltaram pra casa a pé no dia da greve de ônibus, e caladinhos, morrendo de medo da polícia, que nada poderia fazer? Teve gente que andou até o Benfica a pé!!! Fazer o que né? POVO JUIZFORANO É MUITO PASSIVO MESMO!!!!
Pois é, povo, acorda! Temos que extirpar essa inhaca provinciana que está impregnada em todos os cantos desse município tão lindo mas tão maltratado.
Me diz uma coisa: quando é que vai sair o hospital da zona norte? E a ponte?
Se o povinho de Juiz de Fora fosse um pouco mais pra frente, teria elegido Omar, nem que fosse um voto de confiança. Pq era uma pessoa nova. Mas olha o que deu!!!! Agora vamos agüentar mais três anos esse desqualificado moral e toda sua corja! Toda sua bandidagem!
Ah não, esqueci! Ele vai pintar o prédio do Pronto Socorro, vai fazer uma baita inauguração, vai encher uns 20 ônibus, colocar camiseta nas criançinhas e tudo vai ficar bom! Oba! A cidade prospera! Tudo está bem, a cidade prospera!!!
Parabéns a todos que votaram nele! Eis sua vitória! O lixo! A falta de respeito!
Não vem reclamar que fica uma hora e meia no ponto não! Nem que a coleta seletiva não passa na sua rua! E que falta garrote no HPS, não me venha não! Não venderam voto? 50,00? 25,00? Conheço gente que vendeu por uma caixa de leite com 12. E agora?

Anônimo disse...

Vejam o que eu achei sobre o Estado da Paraíba do Sul:

http://www.cmcabofrio.rj.gov.br/cmcf-v.1.0.1/?nav=7&codNot=2009-07-27%2014:33:42

um vereador de Cabo Frio diz que "nasceu no interior do Estado da Paraíba do Sul" (Três Rios, conforme ele explicou). Acho que no projeto dos anos 60 vinha também uma parte do Estado do Rio de Janeiro, certamente insatisfeita com a então capital Niterói. Hoje acho que vai ser difícil a gente agregar parte do estado vizinho mas Cabo Frio seria uma boa, sem dúvida. Viva o Estado da Paraíba do Sul!! Abaixo o imperialismo belorizontino!!

Núcleo Separatista do Calçadão

Eduardo disse...

Omar,
Foi um prazer conhecê-lo na noite de ontem e também participar desta conversa. Realmente precisamos fazer algo pela zona da mata mineira, que engloba cidades que outrora foram importantíssimas no cenário nacional e hoje fomentam o desemprego e a falta de oportunidades.
Um grande abraço,
EDUARDO Ferraz JORGE
P.S. Ao chegar em casa comentei com minha tia (RITA JORGE) que estive com você...ela lhe manda um abraço.

Luiz Valle disse...

...vamos fazer o seguinte, criar um estado novo, mas trazer gente nova pra cá,expulsar toda essa cambada de "mineirocas metidos a besta" e começar tudo novamente... um estado novo com esse povinho velho, mediocre, falido de idéias, vendido por 30 contos, arrotando caviar depois de comer sardinha, preocupado em parecer ter sem nada ter, ser sem nada a dizer.... vamos criar outra porcaria igual está isso aqui hoje!!!!.... Precisamos e mudar a mentalidade desse "povinho bunda" que habita a região!!!!.... o aumento do IPTU vem aí!!! vamos ver se alguem vai se levantar pra reclamar!!!!... elegeram o Custódio agora tomem no
CU stódio!!!!

Anônimo disse...

Eu concordo em JF separar do estado de MG pq a pobreza está crescendo na nossa região principalmente em JF ke parou no tempo,e também o Governador não tem atendido as nossas reinvidicações,as obras que ele faz aqui na Zona da Mata são tudo pra inglês ver.

Juiz de Fora é a Treva!!!! disse...

Luiz Valle, você disse tudo, é realmente o que eu proponho! Vamos pegar todo mundo que votou no Custódio, toda essa cambada de gente nojenta e metida a besta, todo esse povo que usa o pouco do poder que tem e humilha, maltrata e olha por cima, toda essa corja, essa bandidagem, todo mundo, essa corja de gente que nada tem e acha que é muito, que pode muito, que sabe demais.... vamos deixar só que pensam, que querem que isso melhore, que cresça, evolua em todos os sentidos....

Lembrei-me de uma piada interessante: Um brasileiro e um argentino encontram uma lâmpada. Sai um gênio e fala aos dois: “Meus amos, concedo-lhe um desejo apenas para cada”. O argentino, muito esperto, diz: “Si, si, Gênio, então faz um muro muito, mas muito alto mesmo em volta de toda a Argentina, que é pra brasileiro nenhum entrar!” O gênio então, num piscar de olhos, o faz. O brasileiro para, pensa e decide: “Olha, então agora, Gênio, você por favor ENCHE DE ÁGUA ESSA MERDA DESSA ARGENTINA!”

Ah, se eu encontro um Gênio eu barganharia dois pedidos: o primeiro, eu tiraria todo ser humano capaz de pensar racionalmente nessa terra. O segundo já tá na cara, né?

Ormando Souza disse...

Prezados bloguistas,

Saiu no Diário Oficial de Juiz de Fora de hoje - 06 out 2009

Olhem só mais uma do governo Custodista:

Contratou empresa de distribuição acusada de adulteração de combustíveis para abastecer os carros da prefeitura.

Eta gentinha corrupta


SO – EXTRATO DE TERMO ADITIVO AO CONTRATO N.º 01.2008.071/03 – PROCESSO N.º 0777/08 – vol. 02 – CONTRATANTES: Município de Juiz de Fora e Vega Distribuidora de Petróleo Ltda. – OBJETO: Acréscimo de quantitativo, 180.000 (cento e oitenta mil) litros de óleo diesel.



MAUÁ SUSPENDE CONTRATO COM DISTRIBUIDORA DE COMBUSTÍVEL

A Prefeitura de Mauá determinou a suspensão do contratado firmado entre o Executivo e a Vega distribuidora de Petróleo Ltda. Segundo a administração, a medida foi tomada pela Secretaria de Finanças após a confirmação de que a licitação - feita durante a gestão do prefeito Leonel Damo (PV) - possuía irregularidades.

Em nota oficial, a Prefeitura destacou a existência de uma "liminar judicial, concedida em 2008, que suspendeu a contratação, em mandado de segurança que questiona o processo licitatório realizado". A suspensão por parte da Secretaria será mantida até que o Poder Judiciário julgue a ação.

Ainda segundo a nota, a Prefeitura deve firmar um acordo emergencial para evitar o desabastecimento da frota municipal.

"Gasolina Batizada" - O contrato com a Vega foi questionado após a Prefeitura registrar alguns casos de falha no funcionamento de veículos. A possível adulteração da gasolina foi levantada pelo próprio Executivo, que determinou a análise do combustível. Com uma frota de 268 veículos, metade deles movidos à gasolina, funcionários confirmaram que viaturas foram "enviadas ao pátio" por falta de combustível.


Confusão - O Diário tentou entrar em contato com a distribuidora. No entanto, sem site oficial, os telefones postados na listagem oficial, referentes ao endereço da empresa cadastrado no site da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), pertencem a uma residência.

E tenho dito

Anônimo disse...

Senhor Omar.
Hoje na parte da manhã fiz um comentário e cometi uma gafe, involuntáriamente citei o nome do ex presidente, o qual governou o país durante a lª guerra mundial e quero retificá-lo, ao invés de Dr.Wenceslau Pereira Gomes seu nome
correto é Wenceslau Braz Pereira Gomes, idealizador da única fábrica
de tecidos do Sul de Minas e um Banco com o nome da cidade de Itajúbá.

Márcio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jacintho Erasmo Toledo disse...

Na Contramão da História No mundo todo há uma preocupação de preservar o pouco de água doce que ainda existe e também as florestas restantes. Nós, mais idosos, lembramos dos córregos e ribeirões caudalosos e piscosos, hoje substituídos por filetes de água. E a água que descia em cascatas pelas pedras, na subida Rio-JF da serra de Petrópolis, que está acontecendo? Na contramão, em Juiz de Fora será construída uma via expressa, ligando a BR-040 à BR 267, na Avenida Brasil, altura do Mariano Procópio. Essa via expressa, chamada BR-440, passará às margens da Represa de São Pedro. Certamente, nascentes e mananciais serão aterrados, decretando o fim da Represa, cujo golpe de misericórdia final será o dia que tombar dentro dela, uma carreta  com produto químico, acaba-se com mais um reservatório de água doce. Estrada de construção dispendiosa, com viaduto de grande aclive e declive ao descer da cidade alta para o Democrata, porá em risco veículos de carga pesada. A cidade será partida entre lado direito e esquerdo, prejudicando muito os bairros que não crescem em Juiz de Fora, na Cidade Alta e na Zona Norte. Anteriormente, a justificativa era tirar do centro de Juiz de Fora o tráfego da Zona da Mata. Este argumento não é mais válido, porque a MG-353, ligando o Aeroporto Regional à BR-040 e nela desembocando a MG-133, esse problema fica resolvido. Agora, a justificativa é que o DNITT ou ANTT, não sei bem, quer ligar a BR-040 à BR-267, como escrito antes. Mas, será que se esqueceram que a BR-040 já se encontra com a BR-267, logo depois da Churrascaria Carretão Gaúcho? Para a população de Juiz de Fora ela não será útil, por ser via expressa, só se tendo acesso a ela pelos trevos . Porque não se faz o anel viário com esse dinheiro? Este sim, seria útil a Juiz de Fora. Iludem o povo, que a estrada trará progresso; isto só se for para os já bem sucedidos. Por fim, essa estrada será muito útil para os bandidos do Rio e Baixada Fluminense, que terão fácil acesso aos condomínios de luxo e da classe média da Cidade Alta, para se fartarem com roubos e sequestros, com rápida saída da cidade. É preciso pensar na segurança pública também!

LISMEL disse...

É uma ideia a ser pensada e quiça planejada, divulgada, e com o tempo breve elaborar-se os trâmites legais.
A Zona da Mata compreende aproximadamente 2 milhões de habitantes, a maioria das cidades que orbitam por JF sequer tem um atendimento ambulatorial nas condições necessárias a população de local. Algumas não tem nem mesmo o segundo grau público. Tem cidade com tão poucos recursos e tão pequena que nem transporte urbano tem. Essas cidades próximas dependem muito de Juiz de Fora, da educaçõa dos cursos pré-vestibulares, faculdades, assistência da Saúde Pública completa, desde ambulatorial até internações, do comércio varejista em todos os setores praticamente, do Corpo de Bombeiros, das Comarcas e Fóruns, de lazer pois muitas não tem cinema, teatros, clubes de esportes.
Com o tempo essas cidades em algumas partes se ligariam em cidades de porte maior e com isso teriam mais autonomia, Juiz de Fora já seria uma grande capital, e isso poderia sim trazer mais desenvolvimento para toda essa região, desolada, abandonada.
Juiz de Fora há muitos anos virou apenas "curral eleitoral" dos municípios pequenos, que com o número de eleitores não conseguem de forma alguma fazer nenhum deputado. Esses eleitos viram as costas para Juiz de Fora, e até mesmo os daqui não fazem nada, a não ser assistencialismo para seus redutos, deixando a cidade as moscas.
Acho que pelo que li, já temos um pequeno comitê ou fórum para fomentar essa ideia.
Mas como essa cidade ainda adormece nos berços provincianos, vai haver muito barulho. Qwem dera que esse ar provinciano tivesse o estilo provinciano da cidades europeias!

Pedro disse...

Fala sério, Omar. Num momento em que a união é cada vez mais importante, vide criação de grandes blocos econônomicos mundiais, você me vem com uma ideia dessas? Isso não deveria nem ao menos ser cogitado.

Muito pelo contrário, inclusive. O que deveria haver é a união de municípios menores, que são criados apenas para que alguns safados consigam cargos de prefeitos e vereadores, mas que não possuem nenhuma renda a não ser a verba federal ou estadual. Não deveria ser permitido mais a criação de novos municípios e outros que já foram criados e que não possuem fonte de renda ou um número mínimo de população, deveriam ser incorporados aos municípios vizinhos maiores.

Se BH não liga para JF, cabe ao povo de JF correr atrás do prejuízo. Como? Votando em deputados da região que se comprometam a trazer verbas para cá, não votando em vereadores cretinos que ficam 2 anos no poder e já se candidatam a deputado estudual, entre outras coisas.

Antes de postar uma ideia assim, Omar, pense um pouco mais. Você tem a mídia nas mãos, tem o poder de estimular o raciocínio do povão, criar uma mentalidade crítica. Basta inserir, aos poucos, EDUCAÇÃO POLÍTICA na programação de sua TV.

É isso.

Pedro

Ormando Souza disse...

Prezados blogueiros,

Se não bastasse a empresa contratada pelo governo imoral e currupto de Custódio Mattos, para fornecer combustível para a frota da Prefeitura de Juiz de Fora ser acusada de adulterar combustíveis e ter contratos suspensos, ainda teve processos indeferidos na ANP.

PROCESSOS DA VEGA DISTRIBUIDORA DE PETRÓLEO LTDA NA ANP


PROCESSO Nº 48620.000105/2007-15 – Instalações em Araucária

INDEFERIDO – RAZÃO : não se regularizou e não atendeu ao inciso II, art. 10 da Portaria ANP nº 202/1999.



PROCESSO Nº 48610.004158/2006-17 – Instalações em Paulínia

INDEFERIDO – RAZÃO : não se regularizou e não atendeu ao inciso II, art. 10 da Portaria ANP nº 202/1999.

Aí tem mutreta desses espertalhões tucanos.

É uma cambada de miliantes

Anônimo disse...

Quantas vezes o Aécio veio a JF, exceto na campanha p/ prefeito?
Agora, JF sempre foi e sempre será em MG.

LISMEL disse...

Essa postagem do autor me impogou! Percebi que houve pessoas que ainda não entenderam. Como o caso que li sobre a globalização. Melhor que transformar uma imensa região fragmentada, abandonada, empobrecida num estado? Isso é globalizar sim!
Pensemos - Juiz de Fora a capital do Estado da Zona da Mata, e cada cidade desse estado tem prefeitura e câmara municipal. Juiz de Fora como a Capital tem prefeitura de Juiz de Fora e a Sede do Governo Estadual da Zona da Mata.
Observem que essa ideia é muito boa. Poderíamos ter um corredor industrial chegando como ligação de cidades e isso sem estar diretamente num perímetro urbano, o que daria para se começar no perímetro urbano a reversão do desgates ambiental.
As indústria para se instalar teriam que apresentar projetos de preservação ambiental com previsões de impactos, reciclagem de material e tratamento de resíduos e reaproveitamento da água no caso de grande utilização na indústria. O que já definiria o desenvolvimento com sustentabilidade.
O Estado poderia também ao ser implementado oferecer diferencial tributária para atração de novos investidores e polos industriais.
Seria mais fácil terminar o aeroporto de Goianá, e incrementar o aduaneiro no local.
Meio ambiente, o rio paraíbuna seria do estado e teria prioridade em sua recuperação, pois com o desenvolvimento do Estado e de Juiz de Fora, a água seria prioridade, e recuperação seria palavra de ordem. E toda nascente que cruzasse o estado teria que ser analisada e preservada para o volume de água potável.
O Estado poderia ser potencial em laticínio, desenvolvendo-se qualidade a nível internacional inclusive para exportação de produtos.
Seria importante uma análise da vocação de cada cidade do estado para que políticas públicas podessem serem efetivadas a partir dessa vocação.
Pesquisas e tecnologia para a agricultura familiar, incrementando-se cooperativas para circulação de mercadorias excedentes. Divindindo-se áreas em favoráveis a cada cultura, para maior aproveitamento de produção alimentar.
Universidades de pesquisas tecnólogicas, para enfrentamento dos diversos desafios do século.
Criar-se um bando do mercado de trabalho através das políticas públicas, já criando no estado a nível estudual a lei que proibisse o nepotismo e o acúmulo de cargos e funções no poder público.
A criação de uma penitenciária estudual agrícola, para detentos por crimes mais leves, com setenças de até 10 anos, para que a produção servisse a todos os carcerários do estado.
Criação dos núcleos de recuperação aos adolescentes infratores, com escola, esporte, religião, arte, cultura, atendimento disciplinar orientado, para postura, atendimento psicológico, médico. Sendo que ao entrar no centro, teria-se aprofundada triagem de pesquisa familiar, da infração, perfil. Para melhor atendimento aos jovens. Que ao sair seriam encaminhados a escola regular e a um ofício de aprendiz.
Importante, afastar políticos que só pensam em promover riqueza a si, ao seu clã familiar, e aos amiguinhos com dinheiro público. Ou fazer da política o que se fazia na idade média através de susserania, hoje pai elege filho, sobrinhos, netos, com dinheiro do povo.
Sugestão que para médio e longo prazo e se esse projeto vingasse seria algo ambicioso para tornar uma região próspera e saudável.
Eu gostaria de poder contribuir com olhar humanítário para esse projeto...

Luiz Valle disse...

JUIZ DE FORA "está" nas trevas!!!!
Vamos nos movimentar à procura da LUZ..... RENOVA JUIZ DE FORA!!!!!
não votem na mesmice!!!!!!!!

Márcio disse...

Com o novo estado o Tupi finalmente seria campeão estadual...
kkkkkk....

Anônimo disse...

Minas, Paraiba do Sul, Zona da Mata, seja que nome for, essa cidade é colapso total para não dizer uma B. Povo sem iniciativa, só chora, acha que o blog vai resolver tudo. Telefonia 3G, banda larga, TV a cabo.
Aqui o tempo parou.
http://www.reclameaqui.com.br/239443/net-tv-e-banda-larga-virtua/net-tv-instalacao/

http://www.reclameaqui.com.br/74245/net-tv-e-banda-larga/ma-prestacao-de-servicos-net-juiz-de-fora-provedor-megazon/

Anônimo disse...

Prefiro ser mineiro do que paraibano.

Carijo disse...

Imagine um campeonato estadual só com os times da zona da Mata.Se do jeito que tá, o "torcedor" daqui só fica em frente à Tv,não vai ao destádio,como seria se criasse a novo estado???? PQP
JF,capital,é uma piada.Aí,quem iria reclamar seriam os outros municipios.Merda por merda,fica do jeito que estah.

Anônimo disse...

A pergunta que não quer calar:
Estado da Zona da Mata, Capital Juiz de Fora, isto significa:
ITAMAR = GOVERNADOR
MARCELO SIQUEIRA = VICE GOVERNADOR
BRUNO SIQUEIRA = SECRETÁRIO DE ESTADO.

NUNCA!

Edinho disse...

Estou de acôrdo com o Núcleo Separatista do Calçadão. Essa idéia é antiga e ficou amarelada no papel e nos ideais.
Não me importo qual será a capital, desde que não seja outra Belo Horizonte.
Temos que unir forças, optar por mudanças, lutar e mostrar ao Palácio da Liberdade que ainda somos capazes.

Gustavo de Sá disse...

é interessante como este fato não acontece só na Zona da Mata, so Sul de Minas, por exmplo, as pessoas vão a Ubatuba, Guarujá e torcem para o São Paulo,Corintians, Palmeiras e tem como "Capital" São Paulo. No Norte de Minas o mesmo acontece com relação ao estado da Bahia. Acredito que em primeiro lugar nosso estado tem se deixado infliênciar por outros estados e tem perdido a cultura mineira, Somos Mineiros e não gostamos do nosso estado? da nossa cultura? das nossas raizes? Não vejo isto aocntecendo em outros estados. Precisamos ter é um movimento forte para levanarmos nossa tradição e cultura no estado todo. Com relação a política, não vejo problema no estado. Não vamos transferir para o estado o que é de responsabilidade dos prefeitos. A história recente de Juis de Fora na política tem deixado a cidade e a região cada vez mais dificil. O último prefeito trouxe só vergonha para a cidade e nenhum progresso, o atual, onde esta o hospital da Zona norte? os viadutos prometidos? O que adiantaria uma divisão, sermos um estado se nossos governantes continuassem com este tipo de governo? Se não conseguem governar uma cidade, conseguirão governar um estado?

Anônimo disse...

Sou totalmente a favor, pois o descaso de BH para o Sul de Minas, Vertentes e Zona da Mata é imenso! E o estado deveria se chamar Minas de Janeiro!!!

Anônimo disse...

Tenho visitado a Cidade de Juiz de fora e apesar de não ser mineiro, torço pelo progresso da região, a começar com o término do aeroporto regional da zona da mata que visitei recentemente, que iá rpopriciar um surto de progresso para a região.
Acredito e sugiro aos juiz de foranos a apoiarem entidades que poderão ser de grande valia como a Agencia de Desenvolvimento de Juiz de Fora e região que estará realizando o III Forum regional no próximo dia 29 de outubro.
A idéia da criação de um estado deverá também ser considerada se continuar o descaso do poder central de BH co JF.
E atenção, abram os olhos que daqui a pouco o Lula vai cabar aterrizando em Goianá com a Dilma a tiracolo e ai o circo vai pegar fogo!!!

Anônimo disse...

A questão é simples: enquanto houver divisão regional dentro da própria Zona da Mata, nada acontecerá. Gente daqui tem que votar em gente daqui e ainda tentar angariar votos de outras regiões. É assim que se institui "o raio do reconhecimento". Como exigir reconhecimento se nem ao menos sabemos nos organizar? Menos blá blá blá e mais ação gente! Tem deputado de BH e do triângulo que arrebata de lavada o povo daqui - leia-se Além Paraíba. A política nessa região há algum tempo está dispersa; prefeitos não se falam, mal se conhecem. Aí fica difícil.