segunda-feira, 31 de agosto de 2009

NOTICIAS DO BRASIL

Acabo de ser informado por um querido amigo, que Bejani entrou com novo processo contra mim, parece, por crime de calúnia e difamação (?). O ex prefeito se junta, assim, ao seu companheiro político custódio mattos, e a sua parceira Queiroz Galvão.

Faz, ou não faz, todo sentido, os três juntos contra mim?

Com a palavra, o povo.

A justiça a decisão de julgar


PS. Por falar em custodio, vale a pena ler postagem de anônimo (ver em DOMINGO SEM JF). Trata-se de uma análise impecável sobre a participação dos evangélicos na campanha "vitoriosa" do tucano.

domingo, 30 de agosto de 2009

LEITURA DE BORDO

Em viagem, aproveito para ler os livros comprados e colocados nas prateleiras à minha espera. O primeiro "devorado" foi "Os Irmãos Karamabloch”, que relata a fantástica historia de uma família de judeus russos que, nos anos 20, chegaram, sem nada, ao Brasil, construindo e perdendo um dos maiores impérios gráficos, editorial e de comunicação das Américas: a Editora Bloch, que publicou, dentre dezenas de outros títulos de sucesso, a revista mais vendida da história do pais: “Manchete”.

Uma delicia de se ler. Narrado com emoção jornalistica por um membro da família, o jornalista Arnaldo Bloch, o livro, já fui informado, deve se tornar um belo filme.O outro livro, intitulado "O livro dos insultos”, é uma seleção de artigos de Henry Mencken, considerado o maior jornalista americano de todos os tempos. Todo estudante e professor de comunicação deveria ler, o que, para mim, é o melhor texto crítico da sociedade americana. Com um detalhe importante: Mencken escreveu para as maiores e mais importantes revistas e jornais dos Estados Unidos durante os anos 20, encerrando sua carreira nos anos 50 ! Mas, inacreditavelmente, seus textos continuam válidos, como se tivessem sido escritos hoje.
Rui Castro, que escreve o posfácio, pergunta, já no primeiro parágrafo, "como é possível que o maior iconoclasta de seu tempo tenha sido também uma espécie de ídolo popular?" Para Paulo Francis, Mencken foi uma "glasnost" na vida cultural dos Estados Unidos, na primeira metade do século XX. Gore Vidal disse que , "ele foi o jornalista mais influente de sua época e também o mais sagaz".
Ninguém foi tão lido nos Estados Unidos como ele. Por tudo isto, reproduzo alguns pequenos textos e "filosofias" de Mencken que mais gostei . Vale a pena ler :

GOVERNO

Todo governo, em essência, é uma conspiração contra o homem superior: seu objetivo permanente é oprimi-lo e manietá-lo. Se sua organização é aristocrática, tenta proteger aquele que só é superior porque a lei diz que é contra o homem que lhe é superior de fato; se for democrático, tenta proteger o homem que é inferior em todos os sentidos contra ambos.

Uma das funções primarias de qualquer governo é organizar os homens pela força, torná-los mais parecidos entre si e dependentes uns dos outros, tanto quanto possível, além de detectar e combater qualquer vestígio de originalidade entre eles.

Para o governo, qualquer ideia original é um perigo potencial, uma invasão de suas prerrogativas, e o homem mais perigoso é aquele capaz de pensar por si próprio, sem ligar para os tabus e superstições em voga.

Quase inevitavelmente, esse homem chega à conclusão de que o governo sob o qual vive é desonesto, insano e intolerável - e, assim, se for um romântico, tentara mudá-lo. Mesmo que ele não seja pessoalmente romântico, estará apto a disseminar o descontentamento entre os que o são.

Raramente há alguma prova de que o novo governo a ser proposto seja melhor que o antigo. Ao contrário, todos os testemunhos históricos apontam na direção contrária. Revoluções políticas quase nunca realizam nada de verdadeiro mérito; seu único efeito indiscutível é enxotar uma chusma de ladrões e substituí-la por dentro.

Depois de uma revolução, é normal que os vitoriosos tentem convencer os céticos dos prodígios que fizeram, não sendo difícil acontecer que enforquem os que discordam. Mas nem isso parece convincente. Na Rússia, por muitos anos, as pessoas foram ensinadas a que, livrando-se do czar, todos seriam ricas e felizes; agora que o despacharam, estão mais pobres e infelizes do que antes.

Mesmo as colônias americanas pouco ganharam com sua revolta em 1776: nos 25 anos que se seguiram à revolução, estavam em piores condições como Estados livres do que como colonias. Seu governo gastava mais, era mais ineficiente, mais desonesto e mais tirânico. Foi apenas o gradual progresso material do país que as salvou da fome, e esse progresso material não se deveu às virtudes do novo governo, mas à abundância da natureza. Sob os cascos dos britânicos, teriam chegado lá do mesmo jeito, e talvez melhor.

O governo ideal de qualquer homem dado à reflexão, de Aristóteles em diante, é aquele que deixe o indivíduo em paz - um governo que praticamente passe despercebido. Esse ideal, acredito, se concretizará no mundo cerca de vinte ou trinta séculos depois de eu ter partido e assumido minhas funções públicas no inferno.

O CAPITALISMO

Os impostores e charlatães que se servem atualmente dos cochos públicos de Washington parecem ter concordado numa coisa só: na ideia de que o sistema capitalista está nas últimas e de que, em pouco tempo, dará lugar a algo mais nobre e "científico".

Não há naturalmente, um pingo de verdade nisso. Ela colide, ponto por ponto, com os fatos conhecidos.Não há menor razão para se acreditar que o capitalismo esteja em colapso ou qualquer alternativa a ser proposta pelos mágicos em voga seja melhor. O máximo que se pode dizer é que o sistema capitalista está sofrendo transformações, algumas das quais penosas. Mas essas mudanças servirão para reforçá-lo, embora pareca enfraquecê-lo.

Devemos a ele quase tudo que atende hoje pelo nome de civilização. O extraordinário progresso do mundo, desde a Idade Media, não se deveu ao mero despêndio de energia humana, nem mesmo aos voos do gênio humano, porque os homens vêm dando duro desde os tempos mais remotos e alguns deles tinham intelecto insuperável.

Não, o progresso se deveu à acumulação de capital. Essa acumulação permitiu que o trabalho se organizasse economicamente e em larga escala, o que aumentou muito a sua produtividade. Forneceu o maquinário que aos poucos diminuiu o trabalho escravo e libertou o espirito do trabalhador, o qual, até então, mal se distinguia do de uma mula.

Mais que tudo, tornou possível uma preparação melhor e mais longa para o trabalho, de forma que as artes e oficios alargassem o seu raio de ação e alcance, criando com isso milhões de novas e complexas habilidades.

Devemos ao capital o fato de a profissão médica, por exemplo, estar agora realmente a serviço da humanidade, quando, até há pouco, só era útil para os curandeiros que a praticavam. Foi preciso capital acumulado para permitir o longo treinamento que a medicina começou a exigir, sair da sordidez em que chafurdava e transformar-se numa digna ciência e arte - dinheiro para manter o jovem apenas estudando e o professor para ensiná-lo, e mais dinheiro ainda para pagar pelas instalações e instrumentos de que necessitavam.

Quase todo esse dinheiro saiu dos bolsos capitalistas. Mas, mesmo que tenha vindo do tesouro público, não deixou de ser o capital - ou seja, sempre foi parte do lucro acumulado. Nunca poderia ter surgido dos ganhos de uma sociedade não-capitalista com uma mão na frente e outra atrás.

Quando os bolcheviques, uma chusma de bestas quase comparáveis aos homens que pensam por nós, tomaram o controle dos negócios na Rússia, tiveram de jogar na lixo, imediatamente, uma das regras cardeais do seu credo ostensivo. Segundo essa regra, todos os males do mundo se deviam ao fato de que, sob o capitalismo, os trabalhadores tinham perdido a propriedade dos seus meios de produção. Todas as autoridades clássicas do socialismo, de Marx e Engels para baixo, enfatizaram essa perda, e na Utopia que eles vislumbravam, o trabalhador receberia esses meios de volta, iria se tornar um produtor independente, trabalhar apenas para si e não dar nada de sua produção para um capitalista cretino.

Mas, no momento em que tomaram o poder, os bolcheviques devolveram tudo isso para a prateleira e, desde então, não se tocou mais no assunto, exceto por uns simplórios americanos. Ansiosa por administrar a Rússia como seu quintal particular, aquela equipe esperta de chicanistas viu, instantaneamente, que sua principal função seria acumular capital, para que metade de suas vítimas não morresse de fome. O velho capital tinha sido devorado pela guerra. Uma maneira fácil de consegui-lo seria tomar emprestado de outros países, mas, como ninguém abria mão, e os bolcheviques tiveram de acumular o seu próprio capital fresco.O que conseguiram pondo os trabalhadores russos para suar de uma maneira jamais vista antes na Terra ou, pelo menos, nos tempos modernos. Os trabalhadores resistiram, especialmente os camponeses, e quando, em consequência, aconteceram as duas grandes fomes, o chapeu teve de ser passado entre os países capitalistas para alimentar os famintos.

Depois, chacinando os camponeses rebeldes à coletivização e organizando os desempregados num gigantesco exército, os bolcheviques conseguiram dominar todos os trabalhadores russos. Desde então, esses pobres-diabos têm trabalhado como prisioneiros forçados, com mais ou menos salários. Todo o produto de seu trabalho, pouco acima do nível de subsistência necessário aos ratos, vai para os cofres dos bolcheviques. Com isso, estes acumularam uma bela soma de capital novo, que usam não apenas parar construir fábricas cada vez maiores - infestadas de operários que nada possuem, exceto suas mãos - como também para construir luxuosas mansões para si próprios, inclusive uma embaixada em Washington, tão extravagante que faz inveja a todos os banqueiros da cidade.Um dos principios fundamentais do marxismo foi reduzido ao absurdo na casa dos seus supostos discípulos. Podem não passar de uns patifes, e sem dúvida o são, mas têm também uma considerável esperteza para perceber que nada que se possa chamar de uma civilização moderna pode prescindir do capital.

E, por capital, quero dizer precisamente o mesmo que eles, quando o atacam para consumo externo - ou seja, o lucro acumulado, não nos bolsos dos trabalhadores, mas nos das pessoas que lhes fornecem os meios de trabalho; não sob o controle daqueles que o produzem, mas sob o controle daqueles que o dominam.

Os políticos desprezíveis, os pedagogos pueris e os advogados desocupados que não param de cacarejar em Washington desde 1933, fariam a mesma coisa se pudessem. Alguns deles talvez sejam realmente estúpidos para acreditar que o mundo poderia continuar sem o capitalismo, mas outros devem enxergar o suficiente para ver o que se passou na Rússia. Mas, sejam eles simples idiotas ou espertos trapaceiros, todos se julgam com autoridade para falar sobre a decadência do capitalismo, e mesmo aqueles que alegam estar tentando salvá-lo referem-se a ele como se estivesse nas ultimas. Para silenciar o seu oco bláblá, basta dar-lhes um emprego no governo.

Não há sentido na coisa. O mundo moderno pode dispensar tanto o capital acumulado quanto pode dispensar a polícia ou as ruas pavimentadas. A maior transformação imaginável foi a que aconteceu na Rússia - a transferência do capital, que passou dos proprietários particulares para os políticos profissionais. Se você pensa que isso faria algum bem ao indivíduo, basta perguntar a qualquer carteiro americano. Ele trabalha para um supercapitalista chamado Tio Sam - e terá prazer em contar-lhe o que tem de suar e dar duro para cada misero níquel que ganha.

O CIDADÃO E O ESTADO

-Todo homem decente se envergonha do governo sob o qual vive.

-A guerra contra os privilégios nunca terá fim. Sua próxima grande campanha será a guerra contra os privilégios especiais dos desprivilegiados.

-A democracia é a arte e ciência de administrar o circo a partir da jaula dos macacos. Quanto mais esperto o político, em mais coisas ele acredita - e menos acredita em qualquer delas.

ISTO E AQUILO

- O cínico é aquele que, ao sentir cheiro de flores, olha em torno a procura de um caixão.

- Pode ser um pecado pensar mal dos outros, mas raramente será um engano

- De fato é melhor dar do que receber. Por exemplo, presentes de casamento.

- O pior governo é o mais moral. Um governo composto de cínicos é frequentemente mais tolerante e humano. Mas quando os fanáticos tomam o poder, não há limite para a opressão.

MASCULUM ET FEMINAM CREAVIT EOS

- Imoralidade é a moralidade daqueles que se divertem mais do que nós.

- O amor é uma ilusão de que uma mulher difere da outra.

- Os solteiros sabem mais sobre as mulheres do que os casados. Se não, também seriam casados.

- O adultério é a democracia aplicada ao amor.

(Amanhã tem mais Menckel)

DOMINGO SEM JF HOJE

Acabo de receber telefonema do Brasil, avisando que o sistema de diagramacao do JF HOJE entrou em pane e, por esse motivo, provavelmente não teremos nosso jornal amanha. Peco desculpas aos nossos leitores. Espero que tudo esteja resolvido ainda hoje.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

GRIPE SUINA NO MUNDO

Nos Estados Unidos, julho e agosto são meses de férias escolares. Portanto, aviões, hoteis e restaurantes totalmente lotados. Salvo pequenos (pequenos mesmo) anúncios nos aeroportos alertanto para o vírus, nenhum alarde. Não sei se é estratégia de marketing anti-pânico. Pode ser. Mas a vida nos Estados Unidos caminha sem o terror da gripe suína.

Não consigo entender toda a onda de guerra contra esse "porco sem vergonha" que decidiu se instalar também no Brasil . Primeiro, foi a dengue. Quem não se lembra?. Não se falava em outra coisa. Cansava tanta propaganda de "especialistas" pedindo investimentos das autoridades. Investiram-se bilhões . Por fim, quantas pessoas efetivamente morreram da peste denguista ? Agora é a vez da "peste” suína.

O que me chama atenção, sem ,obviamente, discordar ou entrar no mérito da efetiva gravidade de esse vírus trazer graves consequências para a saúde dos brasileiros, é sobre o que pensam as autoridades responsáveis pela saúde em nosso país, em relação a outros vírus que matam, anualmente, milhares de vezes mais pessoas no Brasil. Exemplo? A simples gripe. A gripe que todos nos temos de vez em quando, mata muito mais que a gripe suína!

Enfim, o que quero dizer é que não estou entendendo o impressionante alarde que se está fazendo com a gripe suína no Brasil, quando comparado a outros paises, onde o virus também já se encontra presente. É só uma reflexão.

PS. Esta semana, nos Estados Unidos, dezenas de milhões de crianças voltaram as aulas, novamente, sem nenhum alarde ou maiores avisos das autoridades americanas.

Corporativismo no lugar dos partidos

Há uns dois anos, ou talvez um pouco mais, escrevi aqui que entre as principais dificuldades da política nacional está presente no predomínio das corporações que há muito substituíram os partidos no Congresso, numa metamorfose que veio para dar abrigo aos mais diversos interesses. Nos momentos cruciais, no bojo das crises como a que estamos vivendo hoje, o diálogo não contempla os partidos em primeiro lugar, mas os capitães do corporativismo, entre eles os representantes de grandes indústrias, laboratórios, pecuaristas, igrejas e donos do jogo. Ainda poderia citar, na linha das forças mais representativas, os sindicalistas e os parlamentares favoritos das federações e confederações de industriais. Viu-se, ainda agora, no debate tenso sobre a jornada de trabalho de 40 horas. Foram as classes diretamente interessadas que conduziram as discussões, não os líderes de partidos.
Quando tratei do assunto pela primeira vez o campo das influências na tangência das atribuições do Congresso era o mesmo. Nada mudou, a não ser as questões de interesse do momento. Há pouco, foi o que se deu com a bancada da saúde, que se subdivide em três grupos: o da saúde pública estatal e gratuita, o grupo ligado a instituições privadas e um outro que se dedica às santas casas. Não raro, as três correntes defendem interesses em conflito. Outro caso em que se divide o que já foi dividido é a bancada da educação. Também ali há três ramos distintos. Um defende o ensino público, enquanto outro só quer saber do ensino privado, e um terceiro trata das instituições filantrópicas e religiosas.
Acho que essa é uma realidade que, precisando ser mudada, tem de ser explicada, e bem explicada aos eleitores. Tarefa para os partidos políticos que estão sendo sufocados pelo corporativismo.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Uma nova Constituinte?

O remédio que se tenta espalhar não é novo nas prateleiras onde geralmente vão se armazenar nossas crises. As coisas apertam para os governos, para os políticos e seus partidos, e logo se prescreve a convocação de uma nova Constituinte, como se o simples fato de mexer nas leis essenciais desse à Nação condições de resolver todos os problemas que nos assolam. Uma panaceia de efeitos duvidosos. Como, entre os mais graves, de muitas e perigosas consequências, o desviar as atenções da Nação. Enquanto se cuida de retocar a Carta, vamos esquecendo as mazelas e os maus agentes políticos que têm de nos prestar contas.
Contudo, já são várias as vozes que se levantam em favor de uma Constituinte, com data marcada para 2011, embora nenhuma delas nos diga exatamente em que pontos devemos tocar para que possamos remover a corrupção e os muitos desvios.
O que contém e ensina a Constituição, esta que o Doutor Ulysses chamou de Cidadã, dá aos políticos todas as diretrizes para que cumpram seu dever com honradez, e a todos nós os competentes instrumentos para que possamos cobrar deles o que são obrigados a fazer. Para tanto, não precisamos de nova lei, nem mexer nas que já temos. A propósito, e bem ao contrário, se há algo que precisamos fazer é eliminar nossa vocação legiferante, porque quanto maior for o número de leis e dispositivos sobre a sociedade, mais fácil é a tarefa de descumpri-los.
Os países onde há mais ordem e menos crime são exatamente os que têm as constituições mais enxutas, para não se dizer as mais simples.
Daí meu duplo temor quando se fala em Constituinte. O desvio das atenções da opinião pública, que os políticos não desejam ver concentradas sobre seus atos, policiando-os, condenando-os quando necessário; e, paralelamente, o risco de se criarem novas leis, como se bastasse criá-las para que o Brasil melhorasse.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

VIVA A DEMOCRACIA ! AS LAVANDERIAS DE DINHEIRO ESTAO SENDO FECHADAS!

Os Estados Unidos, finalmente, conseguiram "enquadrar" a Suica, o maior paraiso fiscal , e refugio de toda sorte de dinheiro roubado e sujo do mundo. Desde de recursos roubados por assassinos nazistas, ate ditadores , politicos corruptos e os mais vulgares empresarios ladroes da America Latina.

Segundo Jean Zigler, Professor de Sociologia da Universidade de Geneve, seu pais era a "Suica acima de qualquer suspeita", titulo de seu mais famoso livro sobre o segredo bancario de seu pais. . Tive a oportunidade de entrevista-lo quando estudante na Franca. Ziegler 'e o maior espeicialista e estudiioso do que ele chama de criminoso sistema financeiro da Confederacao Helvetica.

Essa semana, os EUA conseguiram o mais importante acordo da historia recente do capitalismo internacional: fez a Suica entregar o nome de milhares de americanos que possuem contas secretas naquele pais.

! Ninguem acreditava que isso fosse possivel, pois significa o INICIO DO FIM DO SEGREDO BANCARIO NO MUNDO, O FIM DO DINHEIRO ROUBADO, O FIM DO DINHEIRO LAVADO, O FIM DO SONEGADOR. A PARTIR DE AGORA, OS LADROES DO DINHEIRO PUBLICO, POR EXEMPLO, TERAO DE FAZER COMO FEZ O BEJANI: GUARDAR O DINHEIRO EM CASA, POIS TODOS OS BANCOS IRAO ENTREGAR AOS GOVERNOS OS NOMES DOS DONOS DOS DINHEIROS SUJOS E ROUBADOS (te cuida custodio ...) !

Como os EUA conseguiram esse "milagre" ? Como conseguiram "matar a alma" do sistema bancario suico? Muito simples: avisou aos bancos e governo helvetico que, caso nao fosse liberado o nome de todos os americanos com contas secretas naquele pais , o governo americano comecaria a multar, em centenas de bilhoes de dolares, os bancos suicos com agencias nos Estados Unidos. Resultado: na ultima sexta feira foi selado o acordo, em que serao entregues ao fisco americano o nome de milhares de americanos que possuem dinheiro nao declarado em bancos suicos.

O que isso significa par a humanidade, para as democracias ocidentais e para o sistema capitalista? Em primeiro lugar que nao 'e proibido se ganhar dinheiro. Mas 'e crime nao declarar e esconder a renda. Mas muito mais do tudo, siginifica o inicio do fim da corrupcao economica e politica. Vitoria da democracia, vitoria de quem ganha dinheiro pelo talento,e nao corronpendo governantes vagabundos da America do Sul e Africa.

A MAIOR VITORIA DESSE SECULO DA DEMOCRACIA . O MUNDO VAI MUDAR. PARA MELHOR.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

TARCISIO DELGADO

É candidato a Deputado Estadual. Com Tarcisio no páreo, o cenário eleitoral muda completamente em Juiz de Fora.

NINGUÉM QUER

Tá difícil para o prefeito conseguir um líder na Câmara. Escolados com o "trauma Bejani", os vereadores da base estão com, digamos, receio do futuro...

Mas para pagar dívidas de campanha com os evangélicos, o Pastor Carlos deve aceitar a função.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

"ALVARÁ DE INTEGRIDADE" TAMBÉM PARA O TUCANO ARTHUR VIRGILIO

A negociação no Senado foi ampla geral e irrestrita. Se o PT votou a favor do arquivamento dos processo contra Sarney por seus atos secretos que nomearam vários súditos do Maranhão e familares (genro, namorada da neta etc.) , o PSDB também não tem moral para falar nada: o Senador Arthur Virgilio nomeou um sobrinho para trabalhar no Senado. Só que o rapaz, morava em Paris !

Pelo acordo, o PMDB de Renan salvou a pele do dono do Maranhão, mas também deu o "alvará de permanência na vida pública para o tucano Arthur Virgilio. "Tutta buona gente"!

Tudo isso, atesta que PT e PSDB possuem a mesmas práticas e metodologias politicas . Assim como Sarney, o Senador Arthur Virgilio deveria, no mínimo renunciar. Mas não, o tucano depois de praticar o grave ato ilícito, declara, em outras palavras, o seguinte:

"Errei, sim (ao nomear meu sobrinho para trabalhar em Paris !), mas estão, aqui , em minhas mãos, as guias e a devolução de R$ 300 mil aos cofres públicos". Em outras palavras, "cometi o crime, já devolvi tudo, e agora já estou quites com a Nação . Portanto, isento de qualquer punição" !

Com esses bons e eloquentes exemplos de falta de moralidade do Senado, não temos mais nada a fazer. Assim, é só Bejani devolver tudo o que embolsou, e o custódio devolver o dinheiro do mensalão que eles estão perdoados. Bejani vai dizer que foi tudo uma invenção de seus inimigos , e , pedindo desculpas ao povo de Juiz de Fora (já imaginaram como vai chorar em público ?) , provavelmente, será o Deputado Estadual mais votado da cidade.

"Volta, volta Bejani , volta para esse povo que te ama" ! E vai voltar. Com esses exemplos de Brasilia, não tenho dúvidas, vai voltar. Podem escrever.

O BRASIL MERECE O BRASIL.

ATÉ TU, BRUTUS ?

O Senador Ignácio Arruda, do Partido Comunista do Brasil - PC.do B , também votou a favor do arquivamento dos processos de José Sarney.

A alta cúpula dos marxistas brasileiros, está , nesse momento, reunida e fumando um "Cohiba" , para comemorar a "justiça que se fez com o companheiro Sarney".

COMEÇO A ACREDITAR QUE O BRASIL MERECE O BRASIL

PT : A ESPERANÇA ASSASSINADA

É simplesmente deplorável o que o Partido dos Trabalhadores está fazendo com sua própria história. É inacreditável! O PT era a única e grande esperança dos brasileiros pois trazia a ética como referência dessa geração que chegava ao poder. Não mais.

Há dez anos no poder, não existe nenhuma diferença nos métodos políticos praticados pelo PT e o DEM, por exemplo. Repito: nenhuma diferença, pois quem apoia Collor , Sarney, Renan etc. não tem moral para se julgar donos da ética. O PT ético, MORREU.

Mas como pode um Partido que mudou os destinos politicos dessa Nação, ter tido a coragem, exclusivamente para se manter no poder, de jogar sua história no lixo ao reescreve-la com Collor, Renan, Sarney, Jader Barbalho etc ?

Todos esses , de mãos dadas ajudando o PT de Lulla a escrever sua nova e repetida velha história de partidos políticos do Brasil! O importante é ganhar eleições, não importa os metódos. Assim é o PT de hoje, como qualquer outro partido brasileiro.

E assim jogaram no lixo , as últimas esperanças de fazer o povo acreditar que a politica é a única via para nos tornarmos uma verdadeira Nação, livre e democrática. O PT salvou a vida do Sarney, mas assassinou a esperança dos brasileiros.

Porém, lava-nos a alma as "deserções", dos dois senadores que deixaram, hoje, o Partido dos Trabalhadores: a Senadora Marina Silva e o Senador Flávio Arns , do Paraná. Deram uma lição de coragem., dignidade e coerência.

Por tudo isso, é que o Partido dos Trabalhadores tomará, ano que vem, a maior surra eleitoral de sua história. É só o começo . Varemos um PT diferente , que levará muito tempo para se recuperar das eleições de 2010. Podem anotar.

A candidatura de Dilma começa a sofrer desgastes irreparáveis. Mesmo que Lula continue com altos índices de popularidade, não faz seu sucessor. Tudo caminha para a presidência cair no colo de José Serra.


O BRASIL NÃO MERECE O BRASIL

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

DESERÇÃO

O Vereador Isauro Calais deixou a liderança do governo na Câmara. Motivos da saída: não podia discordar de nada e, portanto, tinha de baixar a cabeça para tudo, inclusive para contratos duvidosos, que certamente trarão problemas no futuro.

Motivos que levaram o prefeito a aceitar a saída de Isauro : o vereador não baixou a cabeça, estava discordando demais de "negócios do prefeito", ou seja, atrapalhando e, por fim, custódio já têm candidato a Deputado Estadual: o filhote.

Não quero acreditar, mas minhas fontes na Câmara me disseram que Noraldino foi convidado para substituir o Isauro. Vamos aguardar.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

ISSO É POLÍTICA NO BRASIL.

NADA A COMENTAR. QUE CADA UM TIRE SUAS CONCLUSÕES.


video

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

SOBRE A CONTRATAÇÃO DE CAMINHÕES E O LIXO DE BEJANI/CUSTÓDIO

Como já havia anunciado, custódio, ao tomar a decisão de alugar 12 caminhões , "passa por cima" da justiça, que ainda julga liminar que o impede de fazer esse tipo de operação (alugar caminhões para o demlurb) .

O que fez o prefeito para dar um "drible jurídico" na justiça ? Simples: como agiu Bejani no contrato com a Queiroz Galvão, custódio fez a contratação em "caráter de urgência", o que dispensa licitação. A rigor, com essa "trapaça jurídica", sempre utilizada por prefeitos corruptos - vide Bejani - custódio vai alugar os caminhões. Aliás já alugou de uma empresa de Contagem.

A outra empresa que apresentou proposta , mas "dispensada" por ordem de custódio , foi a Dicaciel , de propriedade do maior amigo do prefeito, o ex vereador Josemar da Silva. Mas porque custódio não quis,( ilegalmente) anunciar a Dicaciel como proponente? Porque houve um acordo entre as partes. Em outras palavras, Josemar não pode aparecer nesse contrato. Pegaria muito mal, pois segundo comenta-se na cidade, os dois são sócios em diversos negócios.

Está muito na cara os interesses do prefeito em privatizar a coleta do lixo para entrega-la a amigos, vide a mentira que pregou em toda a população, quando, durante a campanha eleitoral, afirmou na tv que investiria na compra de novos caminhões. Agora, eleito, sem o menor constrangimento, muda de posição. Ou seja, falta de vergonha na cara.

Atropelando a justiça e mentindo para o povo, custódio não pára em suas ambições. Ele aposta que a opinião pública , em pouco tempo, esquece os valores dos caminhões alugados . Vide o contrato com a Queiroz Galvão que em seis meses aumentou dez vezes o custo operacional do aterro de Salvaterra (de R$ 60 mil para R$600 mil mensais) , e ninguém, nenhum Vereador (salvo o Figueiroa) falou absolutamente nada . E depois a prefeitura fica sem dinheiro...

SE CUSTÓDIO FOSSE UM HOMEM PÚBLICO HONESTO, TERIA RESCINDIDO TODOS OS CONTRATOS ASSINADOS POR BEJANI. MAS AO CONTRÁRIO, NÃO SÓ OS ENDOSSA COMO OS APRIMORA E OS COPIA. Exemplo? Assim como fez com outras faturas vencidas, com fornecedores que efetivamente prestaram serviços honestamente para a prefeitura e não conseguem receber, porque custódio não susta os imorais pagamentos mensais da prefeitura para a Queiroz Galvão , e envia o contrato para o Tribunal de Contas? Porque? Fala custódio! Mostre sua "honestidade" e prove que você não tem interesses nesse contrato com a Queiroz . Vamos custódio, vá para a mídia e anuncie que você está rompendo um contrato lesivo ao povo de Juiz de Fora, Mas sabemos que você jamais fará isso. Falta-lhe, simplesmente, como venho afirmando, honestidade. Você é um homem corrupto, desonesto. O tempo irá provar tudo o que estou dizendo.

Como já mostrei aqui, anteriormente, os preços de aluguel que a prefeitura vai pagar pelos caminhões, não são compatíveis com os seus custos financeiros e operacionais e, por esse motivo , em breve, precisarão ser "reajustados" . E, logo quando o contrato cair no esquecimento, custódio vai contratar ainda mais caminhões. Se isso não acontecer, a empresa que ganhou o contrato retira imediatamente os veículos das ruas. Anotem e me cobrem.

Só que quando isso acontecer, ou seja o realinhamento, ninguém se lembrará mais da urgência e a roubalheira começa a correr solta . Tudo é feito com a mesma tática bejanista de roubo: "urgência" com dispensa de licitação pública , reajustar os preços rapidamente de forma indecorosa para, logo em seguida, começar a distribuição das propinas .

Custódio mentiu para o povo ? E daí ? E alega que não tem recursos para comprar caminhões. MENTIRA. A prefeitura está com mais de R$ 100 milhões no caixa. Além disso, não é necessário compra-los. Custódio sabe disso. Já dei várias sugestões a ele, dentre elas, a mais barata para os cofres públicos , fácil, factível e rápida : um leasing. QUALQUER BANCO FAZ A OPERAÇÃO.

Custódio não faz a operação de leasing, repito, porque quer privatizar todo o sistema de lixo, obviamente com custos dez vezes mais caro, como já acontece com o contrato do Salvaterra com a Queiroz Galvão, de responsabilidade do atual prefeito. Sem privatização do lixo, não tem propina nem corrupção.

E mais: se a prefeitura está sem dinheiro e quisesse mesmo economizar não estaria jogando dinheiro fora, como está fazendo com propagandas demagógicas e sem sentido, num momento de tanta dificuldade (???) de caixa! Para que copiar essas propagandas bejanistas? Explica isso custódio! Explique a necessidade de se jogar dinheiro fora com propagandas demagógicas nesse momento de crise ! Explica !

E a contratação de centenas de cabos eleitorais para cargos de confiança para a prefeitura que não tem o que fazer? Quanto custa isso? Quanto o povo está pagando por sua ineficiente administração? E enquanto você sustenta seus amigos bejanistas no poder, criando o maior cabide de empregos da história da prefeitura, o desemprego bate recordes na cidade.

A prefeitura está com uma campanha publicitária milionária , para anunciar uma de suas mais elementares obrigações: calçar ruas ! PARA PROPAGANDA DEMAGÓGICA E TOTALMENTE DESNECESSÁRIA, NÃO FALTA DINHEIRO NA PREFEITURA ! MAS PARA A SAÚDE QUE SE ENCONTRA EM ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA, NÃO EXISTEM RECURSOS !!! SABE COMO SE CHAMA ISSO, CUSTÓDIO? SABE COMO SE CHAMA JOGAR DINHEIRO DO POVO NO LIXO ? CORRUPÇÃO MORAL ! É ISSO O QUE VOCÊ PRATICA, DESDE QUE CHEGOU A PREFEITURA PARA OPERAR COM A TURMA DO BEJANI: CORRUPÇÀO !

Mas o plano de custódio não é limpar as ruas. É ficar com o lixo para ele. Está conseguindo.

ps. olhem no jf hoje, a foto do custódio de felicidade acariciando "seus" novos caminhões. A foto fala tudo...

ROGÉRIO GHEDIN DEIXA O PTB .

O médico Rogério Ghedin Servidei é candidato a Deputado Estadual , filiando-se a outro Partido. Assume o PTB, em seu lugar, o ex Vereador Vicente de Paula Oliveira, o Vicentão.

O MINERODUTO DO DEPUTADO JOSÉ FERNANDO DE OLIVEIRA

O Deputado José Fernando de Oliveira, aquele que copiou meu projeto de royalties para os minérios de Minas, pensa que engana as empresas mineradoras: de um lado, para aparecer na mídia, pede alguém para escrever uns artiguinhos bombardeando as mineradoras , e apresenta minha proposta dos royalties, para, ao mesmo tempo, pressionar as empresas a ajudá-lo financeiramente em sua campanha para reeleição.

Portanto, sua posição a favor da instalação de royalties para extração de nossos minérios é "conversa para boi dormir". O deputado José Fernando, por exemplo, está por trás de toda a operação de instalação e aprovação do MINERUDUTO que vai ligar Minas ao Rio. Imaginem onde está localizada a mina de ouro ? Em Conceição do Mato Dentro, terra onde foi prefeito por duas vezes! É ele que comanda todo loby politico.

O projeto está recheado de irregularidades e o Ministério Público Federal já instaurou inquérito , suspendendo judicialmente a instalação do mineruduto . Trata-se de um mega projeto, que envolve bilhões de Reais. José Fernando não sabe o que fazer para não parar o investimento.

domingo, 16 de agosto de 2009

ELEIÇÕES 2010: PESTANA NOMEIA EX PREFEITO DE LEOPOLDINA

Segundo nota publicada pelo Correio Regional, dessa semana, o Secretário de Saúde Marcos Pestana nomeou o ex prefeito de Leopoldina, médico José Roberto de Oliveira (Resolução 1792, de 10/03/09 , para o cargo efetivo de gestão especialista e politica de saúde 1/B. Salário de R$ 10 mil.

Lotado no Gabinete do Secretário em Belo Horizonte, o ex prefeito mora em Leopoldina e dá expediente no PSF de Laranjal. Além disso, Zé Roberto está "operando" para Pestana em Além Paraíba.

Em Leopoldina , Pestana conseguiu para o ex prefeito, autorização para sua clínica fazer exames médicos com exclusividade para o Detran. Essa atividade é quase um monopólio, e poucos médicos conseguem credenciamento .

Com essas "politicas públicas" de saúde, Pestana será, sem dúvidas, o Deputado Federal mais votado de Minas Gerais. Que se cuide o filho do Danilo de Castro!

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

JOSÉ FERNANDO DE OLIVEIRA, O FILHOTE DE PAPAI QUE COMANDA O PV EM MINAS.


Zé Fernando de Oliveira faz parte da elite que comanda as capitanias hereditárias de Minas: não tem profissão e nunca trabalhou em sua vida. Sem aptidão para absolutamente nada, obviamente, como filho de politico, herdou o direito de ser prefeito, deputado e até mesmo presidente de partido, no caso, o PV. Duas vezes prefeito de sua cidade, eleito pelo prestigio do pai, saiu com a fama de ter sido o prefeito mais corrupto da história de Conceição do Mato Dentro. Quem vai lá , e ouve as histórias fica estarrecido.

Sua base de apoio na direção nacional do Partido Verde é a família Sarney, particularmente, Zequinha Sarney. Agora com o pai José Aparecido já falecido e com a derrocada da familia Sarney, o atual Deputado Federal pelo PV de Minas, José Fernando de Oliveira vai ter de "rebolar" para se eleger. Já começou uma estratégia muito eficiente e praticada por pessoas sem caráter: trair os companheiros , sem a menor cerimônia ou, vergonha na cara , como veremos a seguir. A insatisfação de Deputados mineiros é enorme, mas ele se sustenta na direção estadual por seu vínculo com a família Sarney.

De ecologia, a única coisa que Zé Fernando conhece é um desenho animado que ele adora ver todas as manhãs.É verdade, ele não deixa de ver um dia sequer esse desenho animado, cujo protagonista é um peixinho que se perde do papai. Acho que é ("Procura-se Memo", é isso ?). Várias pessoas me disseram que ele vê o desenho todos os dias. Eu não acreditei, mas foi o próprio Zé Fernando que me confirmou que era verdade, e que o filme é a sua grande referência pois fala de ecologia !!! É inacreditável, mas é verdade. Ele até chora, me disse, quando assiste o desenho animado...

Sabendo das dificuldades que teria para se reeleger , sem o papai do lado , Zé Fernando encontrou a fórmula para ter votos suficientes para tentar sua reeleição: se vender, trair, pois caso contrário, sem mandato, terá de ficar, como já faz hoje, dormindo o dia inteiro no maravilhoso apartamento que herdou , em Belo Horizonte. Como pode um membro efetivo das capitanias hereditárias ficar sem mandato?

Foi esse cidadão que me convidou para ingressar no PV. Veio até meu escritório dizendo cobras e largatos do Aécio. Sabendo que eu era oposição ao governo estadual, me usou . Foi ele o maior incentivador de minha campanha. Era quem mais adorava meus ataques aos tucanos. Tudo para depois "me negociar"com Aécio. Deu certo. Esse vagabundo, chamado Zé Fernando de Oliveira , sem sequer me dar um telefonema, sem conversar, sem a menor vergonha na cara (descobri que não tinha o caráter nesse episódio), foi para a televisão, por ordem do Aécio , desautorizar minha campanha. Deu certo. Tem agora o compromisso do Aécio de ajudá-lo em sua reeleição. Mal sabe o Governador que o Zé Fernando foi o grande icentivador de toda a estratégia de minha campanha.


Por isso, o Presidente do Partido Verde em Minas, por sua falta de caráter, o Deputado Federal José Fernando de Oliveira tem chances de ser reeleito, pois o Governador cumpre seus compromissos com aqueles que lhe são subservientes .

Mas, cuidado, Zé Fernando, vê se trabalha um pouco, pois te carregar, sem papai do lado, é uma árdua e difícil tarefa, até mesmo para Aécio Neves. É complicado eleger candidatos mal caráter como ele. Eu, por exemplo, vou acompanhar de perto a campanha do Zé Fernando. Onde ele for eu vou estar presente, particurlamente lá em Conceição do Mato Dentro. Vai ser divertido.

Além de mal caráter, Zé Fernando(ou peixinho Memo ?) também é FALSIFICADOR DE IDEÍAS: COPIOU MEU PROJETO DE ROYALTIES. Explico: todo mundo se lembra que minha plataforma de campanha para o Senado ( ainda bem que tenho todos os programas de TV gravados) se baseou na criação dos "royalties" para os minérios em nosso Estado, assim como existe para o petróleo no Rio . Não é que esse preguiçoso e mal caráter copiou a minha idéia dizendo que é dele ! Além de tudo é vigarista!

Durante a campanha nós vamos nos encontrar. Vai ser fácil desmascarar esse vigarista, mal caráter e copiador de ideias. Vai ser divertido.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

INAUGURADO O AEROPORTO. TODAS AS AUTORIDADES PRESENTES.

'Pensaram que fosse a inauguração do nosso Regional? Brincadeirinha !!! Foi inaugurado, sim , mas em Maringá, o aeroporto de cargas, que levará as exportações da região e de todo o Paraná.

Eurico Moura é quem nos manda a noticia. Para quem não o conhece, Eurico é um apaixonado por sua cidade, a nossa Juiz de Fora. Por esse amor, ele é capaz de morrer. Mas se sente traído, por observar cidades que há menos de 20 anos atrás não eram nada, hoje são referências de desenvolvimento regional, tal como Maringá, cidade onde ele reside. E Juiz de Fora, cada vez mais estagnada.

Eurico Moura sofre, chora, e se revolta com o destino que os políticos deram à sua cidade , ao seu grande amor , Juiz de Fora. Critica a maioria desses políticos e, por esse motivo, é também muito criticado aqui no blog.

Acho que esse embate é muito válido, isto é, alguém que vê a cidade de longe e faz suas críticas. Eurico Moura critica, de forma apaixonada , as elites que dominam há décadas sua cidade. Ele deve ser respeitado , assim como as críticas que fazem ao Eurico também são bem vindas. O importante é que o debate sempre aconteça , visando o melhor para Juiz de Fora. Esse exemplo do aeroporto de Maringá nos faz "entender" as críticas e a "revolta" do Eurico.

CUSTÓDIO DESAFIA A JUSTIÇA E ANUNCIA ALUGUEL DE CAMINHÕES PARA O DEMLURB.

Não adianta denunciar, gritar, mostrar a corrupção: custódio mattos faz o que quer na cidade. O Vereador Betão entrou até mesmo na justiça e ganhou liminar que impede essa administração de alugar caminhões para o Demlurb. Por essa decisão o prefeito está impedido de realizar seu grande desejo: privatizar o Demlurb para enregá-los a amigos.

Nem mesmo a decisão judicial, ainda válida, impede Custódio de fazer o que queria, ou seja colocar os caminhões particulares para trabalhar no Demlurb . ESSA SEMANA, EM CERIMÔNIA PÚBLICA , SEM NENHUMA CERIMÔNIA, CUSTÓDIO ANUNCIOU, PARA TODO MUNDO OUVIR, QUE A PREFEITURA VAI ALUGAR CAMINHÕES DE PARTICULARES PARA PRESTAR SERVIÇOS DE COLETA DE LIXO.

Dizem que a nova frota que vai entrar em serviço, pertence ao Josemar da Silva, que já possui, em nome de familiares , dezena de caminhões prestando serviços para o Demlurb. O contrato foi assinado por Bejani e, custódio, como sempre, endossa todos os contratos do ex prefeito. E continua revalidando-os. O que dizem, é que Josemar e custódio são sócios em diversos negócios . Não sei se é verdade, mas o patrimônio do prefeito dobrou em dois anos. Está tudo em seu imposto de renda. Segundo custódio, foi tudo comprado com salário de Deputado !

O problema é que esse prefeito pensa que é mais esperto que todo mundo: ontem, custódio chamou uma meia dúzia de amigos para anunciar que, "de agora em diante a prefeitura será rígida com faixas ilegais, terrenos sujos, calçadas abandonadas , que vai trocar lâmpadas queimadas na rua etc." Gente, é muita cara de pau! Tem cabimento um prefeito de uma cidade do porte de Juiz de Fora, chamar a imprensa para anunciar uma quantidade de bobagens dessas juntas? Lógico que não! Óbvio que não! Claro que não!

Porque custódio não reúne a imprensa para falar de medidas que façam funcionar o sistema de saúde pública do município que se encontra em estado de calamidade pública? Porque no lugar de se reunir em hotel de luxo com meia dúzia de pessoas para falar nada, o prefeito não vai visitar as Regionais e postos de saúde que estão abandonados e com milhares de pessoas passando mal e muitas até mesmo morrendo por falta de atendimento?

Então, para que essa reunião com os amigos ? Muito simples: entre todos esses "fundamentais anúncios para o futuro da cidade ", custódio, lá pelas tantas, como se ninguém fosse prestar atenção, anunciou que vai alugar , em "caráter emergencial", novos caminhões para o Demlurb !!!

Em outras palavras, custódio deu "uma banana " para o Vereador Betão e para a sua ação judicial que impedia o aluguel de caminhões . Como sempre em feito, pouco se importou para osgraves indícios de corrupção que existem nesse contrato iniciado por Bejani , prevalecendo, assim, a imperial decisão de sua excelência o prefeito do lixão de privatizar a coleta de lixo da cidade. E está conseguindo. E vai conseguir, pois ninguém segura as vontades desse prefeito tão corrupto quanto Bejani.

Por falar em lixão vale a pena ler matéria sobre o lixo de Belo Horizonte. Segundo o Novo Jornal ( http://www.novojornal.com/ - tecle caderno- politica . Artigo com título: O poder em Minas vai para o Lixo) , a Queiroz Galvão está perdendo o contrato para instalação de um aterro sanitário na capital mineira. O edital foi suspenso. Motivo: uma empresa do grupo Fiat está interessado no negócio. Vale a pena ler. A matéria traz graves denúncias contra o governo do Estado, acusando, inclusive, a Codemig de corrupção.

Pobre Juiz de Fora. Pobre Minas Gerais.

Por falar em corrupção o custódio mandou o Vitor Vitória Valverde não responder sobre a acusação de compra de mercadoria roubada. É claro, pois o silêncio é a "alma da culpa". Vejam o caso do lixão, Queiroz Galvão etc. Custódio não fala nada, absolutamente nada. Os corruptos sempre se protegem.

O Vitor disse que ia me processar por eu ter publicado matéria em que ele é acusado de ser receptador de mercadoria roubada. Estou esperando. Mas Vitor, não perca seu tempo e nem gaste seu dinheirinho "suado" que você ganha há anos para falar mal dos outros. Quem te acusa é a policia. E ela que te acusa por compra de mercadoria roubada. Tá publicado no jornal ! Eu não te acusei de nada. Simplesmente publiquei a matéria . Bem que você poderia nos dizer se você contestou, legalmente, o seu indiciamento pela policia.

Vai, por favor, fala sobre o assunto! Responde, responde, responde !!! Meus informantes que trabalham aí do seu lado, me ligam todos os dias para dizer que a prefeitura inteira está adorando e vibrando com o assunto. Você, depois da publicação da matéria, é o funcionário mais badalado da prefeitura. O blog e o jornal estão à sua disposição se você quiser responder. Não precisa nem entrar na justiça. É só entregar a resposta para o Wilson Cid.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

ITAMAR, A ZONA DA MATA, E SUA CANDIDATURA AO GOVERNO DE MINAS .

Itamar Franco gravou para o Panorama Entrevista , programa que vai ao ar no próximo domingo. Foi brilhante e, para mim, a melhor de suas entrevistas nos últimos tempos. Porque? Por ter falado sem restrições partidárias, sem nenhum interesse eleitoral. Itamar estava em paz. Estava feliz. Verdade. Todos terão a oportunidade de assistir ao programa e julgar.

Itamar falou de temas importantes e sensíveis, sobretudo sobre a crise do Senado. Critica veementemente o Presidente Lula, mostrando seus principais equívocos.

O momento mais importante do programa foi quando o ex Presidente falou sobre a estagnação da Zona da Mata , lamentando a não finalização do Aeroporto Regional, a obra mais importante de seu governo para o desenvolvimento da região, e que o Governo Aécio, se recusou a finalizar.

Criticou de forma contundente a apatia e isolamento da UFJF (e de seu corpo docente) com os problemas economicos e sociais de Juiz de Fora. Itamar entende que seria fundamental a participação da Universidade não só para diagnosticar, mas sobretudo para apresentar sugestões e quais trilhas a cidade deve tomar para retomar o caminho perdido do desenvolvimento economico . Deu a entender que o Custódio precisa dessa ajuda...

Itamar decidirá a politica em Minas. Para mim ele é candidato ao Governo do Estado. Já aparece fortíssimo em todas as pesquisas eleitorais. O governo mineiro já tem conhecimento dessa "novidade" e, assim, com o ex Presidente no páreo, sabe que o quadro eleitoral muda por completo em Minas .

A candidatura de Itamar Franco inviabiliza, automaticamente uma candidatura isolada do Governador que não poderia, jamais, ficar contra o ex Presidente, até porque foi ele, ao não ser candidato a reeleição, que permitiu que Aécio fosse candidato ao Governo de Minas. Por isso, Itamar será o candidato de Aécio Neves, podendo, para equilibrar a chapa e agradar os tucanos, ter como vice , por exemplo, o Secretário Danilo de Castro , um nome forte dentro do PSDB mineiro. Podem apostar.

sábado, 8 de agosto de 2009

O SENADO NÃO ESTÁ EM CRISE. AQUILO LÁ É, TAMBÉM , O BRASIL QUE TEMOS. NÃO O QUE QUEREMOS.

Alguns participantes do blog me pedem para comentar e analisar a crise do Senado. Honestamente, não vejo crise nenhuma. Não é a primeira, não será a última. Aquilo que aconteceu com o Sarney é o reflexo de quem, sendo dono do Maranhão, mas com chances de perder a eleição, dentro de sua "propriedade", transferiu seu título, e se elegeu pelo Amapá, sem nunca lá ter residido. Portanto, a culpa é nossa, ao permitirmos , que ele Sarney, e tantos outros do mesmo naipe, comandem a Nação.

O Senador Pedro Simon dá hoje um resumo cristalino dessa crise: "na campanha do ano que vem, a foto que a oposição usará será esta: Lula, Sarney, Collor e Renan. Ah, se os grande amigos do Presidente Lula fossem o José Alencar, o Frei Betto, aqueles nomes do velho e querido PT, que lutaram para transformar o PT em uma organização de idéias e de princípios. Mas os heróis do Lula são o dr. Sarney, o dr. Renan, o dr. Collor ". E o povo, deve acreditar em quem? Ver o Collor defender o Lula e o Lula receber de braços abertos o Collor em palácio, é duro, é desanimador. Mas tem solução, como mostro a diante.

Os escândalos no Congresso Nacional não vão parar, nunca, de acontecer, muito menos nas Assembléias Estaduais. Querem apostar como o Bejani será eleito ano que vem? Esperem. O Brasil tem ainda um regime politico igual aos da capitanias hereditárias da época do Descobrimento . Prova disso é que, quando o filho de politico não tem vocação para nada (toda regra tem excessão), imediatamente, o pai , politico profissional, dá ao filhote uma eleição de presente, tornando-o mais um que manda e comanda a vida da cidade, da Nação. E todo mundo acha isso normal. Eu não acho.

Na Europa de democracias consolidadas, essa possibilidade não existe. Talvez pelo fato de que os regimes feudais e monarquicos que massacraram os povos do velho Continente, sendo a Revolução Francesa o marco da ruptura de estruturas sociais arcaicas e opressoras, tenham deixado feridas históricas, que jamais permitiriam a hereditariedade politica. Barões , Condes e marqueses, na Europa , não passam de referências históricas. Na Espanha e Inglaterra, monarquias parlamentaristas, os títulos de nobreza também são meras referências simbólicas de um sistema politico, mas sem lhes atribuir o oferecer nenhum poder.

Já em nossas frágeis democracias sul americanas , a hereditariedade se faz ainda permanente e, o poder que emana dessa sistema, faz com que filhos, esposas , amantes , netos e bisnetos de politicos (olhem em nossa cidade, região e Estado a quantidade de pai e filhos com mandatos) , sejam eleitos e comandem as Nações.

Os "nobres" do regime brasileiro são os Deputados, Senadores, políticos em geral, mas também grandes empresários brasileiros que nunca criaram um parafuso sequer. São herdeiros, geralmente de empresas monopolisticas, que, nunca nada fizeram para amealhar suas fortunas. As herdaram, literalmente.Nem por isso, deixam de ditar regras e comandar o país.

O povo que elege nossos "nobres políticos", torna-se "cliente" do menino, da esposa, do cunhado, da amante, etc., mas sem "direito a nota fiscal". Ou seja, sem direito de exigir, a posteriori, boas escolas, bom serviço de transporte etc. Tem direito à saúde gratuita, sim, mas desde que fique na fila de espera por uma vaga... Isso é o Brasil. Isso é Juiz de Fora.

Nos Estados Unidos são poucos casos de hereditariedade politica e bem mais raros. Conheço somente dois: a familia Kennedy , com John , Robert e Eduard , eleitos Presidente e Senadores e, a familia Bush com Pai e filhos Presidentes e Governadores de Estado. Não conheço mais nenhum caso.

Já no Brasil, encontramos a hereditariedade em cada município, estando a sucessão sanguinia à frente do talento e do mérito. Um processo que nos leva ao atraso, à corrupção de valores e da falta de liberdade. Exemplos? Bahia, Maranhão, Alagoas, Juiz de Fora . Exagero? Vejam o caso do custódio: o filho, sem profissão, sem saber o que fazer da vida , e sem sequer ter se formado já foi eleito Vereador duas vezes e , já no ano que vem, será candidato a Deputado Estadual ! Como pode um menino sem nenhum preparo nos fazer Leis? Ditar o que deve ser certo ou errado? São dezenas de exemplos como esse que nem vale a pena citar. Isso é o Brasil.

É muito difícil mudar esse estado de coisas em nosso país , pois a máquina do governo nas cidades e regiões mais pobres do Brasil , geralmente, controla uma frágil mídia, e todos os instrumentos do aparelho estatal para favorecimentos que se transformam em milhares de votos . Além de uma legislação eleitoral retrograda, que "impede" e desestimula as pessoas de bem a entrar na vida pública. Reparem em nosso Estado e, principalmente, em nossa região que a maioria dos políticos só vivem de politica. Se enriquecem com a politica (há excessões) .

Vide Bejani e custódio. O primeiro não necessita histórico. O segundo, em um ano, dobrou seu patrimônio. Constroi mansão de milhão, compra fazenda etc., tudo isso em menos de dois anos, e diz que foi tudo com salário de R$ 20 mil de Deputado! E ainda recebe dinheiro de Marcos Valério em conta corrente ! Depois o povo pode cobrar o que, se o elegeu, se concordou com esse "currículo" ?

Só existe uma forma de nós avançarmos, de nossa democracia dar os resultados que todos nós esperamos e lutamos: implantarmos o regime parlamentarista com voto distrital misto. Em outras palavras, as regiões elegem somente candidatos da própria região . Por exemplo, a Zona da Mata só poderia votar em políticos daqui, e assim por diante. Isso daria legitimidade aos candidatos, o povo exerceria maior poder de pressão e, a rigor, acabaria com a compra de votos.

A nível nacional, a solução, a única solução para acabarmos com as crises que vivemos (e vamos sempre continuar vivendo) é adotarmos o sistema parlamentarista, onde a população ganha o direito de retirar um governo se não estiver respondendo aos seus anseios e , principalmente , se não estiver realizando o que prometeu à sociedade. Com isso os partidos políticos deixam de ser meras siglas e as coligações teriam, aí sim, fundamento programatico, e não de interesses eleitoreiros como foi o caso, por exemplo, da coligação espúria que elegeu custódio.

Mas para encerrar, a crise do Senado pode se resumir na visita que uma amigo fez ao filho que mora em Brasilia. Era sua primeira vez na Capital. Fazendo um "tour" pela cidade, pediu que fosse levado ao Congresso Nacional. Lá chegando, já na portaria começou a ouvir BERROS E UMA GRITARIA assustadora que vinha de lá de dentro do plenário:



filho da p...!!!

bandido !!!

canalha!!!

corrupto!!!

ladrão !!!

mal caráter !!!

art. 171 !!!

falsificador !!!

trambiqueiro !!!

sem escrupulos !!!

vendido !!!

trapaceiro !!!

corno !!!

espertalhão !!!

venal !!!


E a "elogiosa" lista não parava, até que meu amigo, assustado perguntou ao porteiro porque os senadores estavam brigando. Sem nenhuma cerimônia o porteiro respondeu:

NÃO TEM BRIGA NÃO, MEU AMIGO. SÓ ESTÃO FAZENDO A LISTA DE CHAMADA PARA VER SE TEM QUÓRUM PARA A SESSÃO DE HOJE !!!





sexta-feira, 7 de agosto de 2009

O PROJETO DO SENADOR EDUARDO AZEREDO PARA CONTROLAR A INTERNET

Tenho pelo Senador Eduardo Azeredo, apreço e respeito. Mas lamento que na condição de Relator da reforma eleitoral, Azeredo esteja prestando um péssimo serviço à democracia brasileira, ao propor, como Relator, restrições de propaganda politica nas campanha eleitorais pela internet. Segundo declarações, de hoje, o Senador Azeredo considera que "a internet é rádio, TV e jornal ao mesmo tempo. Precisa ter regulação".

Essa concepção de controlar a utilização de internet em campanhas eleitorais, e na vida cotidiana de sociedades, existe, atualmente ,em dois países (importantes ): Irã e China. Quem não viu a tentativa do governo iraniano de bloquear a internet durante as últimas eleições naquele país? Uma vergonha.

De uma forma mais sutil , é mais ou menos isso, o que deseja nos impor o Senador mineiro, Eduardo Azeredo: CONTROLAR A LIBERDADE ! Liberdade, Senador, não permite controle de nenhuma forma. Liberdade é a essência da democracia. Liberdade não tem adjetivos ou substantivos. Liberdade não tem sinônimo. Liberdade, É LIBERDADE. E no sistemas democraticos, a liberdade não é controlada. Cada cidadão é responsável pelo que faz e fala. Todos são iguais . Por isso a liberdade, NÃO ADMITE REGULAMENTAÇÃO!

Porque tentar regulamentar a liberdade de expressão? Porque restringir o debate, dando-lhe "regras" ? E daí se a internet é rádio, jornal e tv ao mesmo tempo? Em nenhum lugar do mundo existe as restrições que o sr. quer introduzir aqui em nosso país.

Um dos instrumentos da vitória de Obama contra o poderio economico dos Bush e dos republicanos, foi exatamente a campanha totalmente livre feita pela internet, obviamente sem nenhuma restrição à liberdade, como deseja Vossa Excelência. Nos Estados Unidos e na Europa "não existe" justiça eleitoral. Não existe restrições. Caso o candidato seja ofendido, que vá para a justiça comum.

Se um projeto como do Senador Azeredo fosse apresentado em qualquer país verdadeiramente democratico, ia acontecer somente uma coisa: NADA. Salvo as críticas na mídia e na sociedade de modo geral.

O Brasileiro precisa aprender a ser livre. Vamos deixar as pessoas serem competitivas! É a justiça que deve mediar os conflitos, e não regras que só atrapalham e infernizam a vida do cidadão ! Por isso, por favor, BASTA DE REGRAS QUE NÃO LEVAM A LUGAR NENHUM! Nosso sistema de regras eleitorais ENGESSA AS IDÉIAS E O DEBATE, e o Senador ainda deseja regulamentar mais ainda ? Mais o que Senador? Basta de atraso!!!

Lamentável, atrasado, fora de época a palavra RESTRIÇÃO, como deseja o Azeredo ao tentar regulamentar o uso da internet nas campanhas politicas. De minha parte e, espero, de toda a sociedade brasileira, o parlamentar mineiro terá a mais ferrenha oposição a esse projeto que não cabe no mundo atual , e portanto, totalmente desconectado do mundo real e de tudo o que significa a internet para a humanidade.

O cidadão que por ventura não tiver respeito pela democracia, deve ser punido, sim, mas jamais com a restrição que Vossa Exceleência tenta nos impor. LIBERDADE SEMPRE. LIBERDADE SEM DISCUSSÃO . LIBERDADE ABSOLUTA.

Espero que a bancada mineira no Congresso Nacional , particurlamente os representantes de Juiz de Fora, Deputados Julio Delgado e Paulo Delgado, não permita que a proposta de regulamentação da internet proposto pelo Senador Eduardo Azeredo seja aprovada e comecem , já, a se posicionar contra.

REGULAMENTAR A INTERNET É QUERER JOGAR O BRASIL NA RESERVA DE MERCADO DO ATRASO.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

"SE EXISTE OU NÃO EXISTE O IMPORTANTE É QUE O BLOG EXISTE" . A ORDEM DE CUSTÓDIO E NÃO RESPONDER AO BLOG . MUITO MENOS DAR SATISFAÇÃO AO POVO

Minhas fontes informam que é mentira: não está correndo nenhum abaixo assinado na Câmara contra o blog. Tudo invenção da tropa de choque do custódio. Dizem que foi idéia do Rodrigo Barbosa espalhar essa noticia, com um só objetivo: desfocar o envolvimento do Vitor Valverde com o roubo de toca fitas.

Para quem não sabe, Rodrigo Barbosa foi demitido de um grande jornal paulista por ter plantado , em plena eleição, nota mentirosa a favor do custódio, ou seja, corrupção jornalistica, já que ele era funcionário do citado jornal. Foi demitido sumariamente. E agora, de vez em quando quer dar lição de ética no jornalismo, sem possuir um pingo de moral para isso.

Não adianta tentar me censurar, custódio: meus informantes do seu "governo" ( do gabinete) adoram me contar tudo o que acontece aí dentro. Hoje, por exemplo, sua ordem de não responder à publicação da noticia de que seu secretário de administração já foi receptador de mercadoria roubada, NÃO ADIANTOU NADA! A CIDADE INTEIRA ESTÁ COMENTANDO A CUMPLICIDADE DO PREFEITO COM O VITOR. E dentro de seu gabinete, ESTÁ TODO MUNDO FELIZ E RINDO DO VITOR (e de você).

Amanhã tem mais.

ABAIXO ASSINADO CONTRA O BLOG

Recebi uma mensagem interessante (já devidamente publicada): estaria circulando um abaixo assinado na Câmara dos Vereadores , para retirar, judicialmente, o blog do ar. A alegação é que o blog ( e eu, obviamente) teríamos como objetivo a "pertubação da ordem pública" !!! Meu Deus, igualzinho a censura na época da ditadura militar!

Se isso for verdade, as "denuncias contra a ordem pública" terão de ser citadas , o que vai se transformar em uma ótima oportunidade para mostrar, em Juízo, todas as provas documentais que tenho em mãos, principalmente sobre operações imobiliárias de ex prefeito com funcionário da Câmara. Vai ser engraçado, isso eu posso afirmar.

Meus "amigos", estamos numa democracia, e para os que ainda não sabem, nesse regime o que impera é a liberdade, com responsabilidade. Em outras palavras, não se fecha um meio de comunicação pelo simples fato de pessoas como Bejani, custódio e seus simpatizantes se sintam "ofendidas" pelo o que foi escrito.

Agora, estamos sabendo que existe, aqui em Juiz de Fora, alguns simpatizantes de Hugo Chavez . O Presidente venezuelano fechou, essa semana, mais de trinta rádios em seu país. Será que queremos repetir o sistema aqui? Em outras palavras, criticou e denunciou ? Feche o meio de comunicação ...

No caso de calúnia, difamação, mentiras etc. , o prejudicado deve procurar a justiça, como eles já fizeram comigo . Cabe a mim provar o que afirmei ou afirmo. Isso é a democracia, isso é a liberdade. Quem faz vida pública está exposto à opinião pública. Essa é uma outra regra da democracia.

No caso do blog, o embate é politico: de um lado, estamos nós defendendo a transparência daqueles que administram o dinheiro público, os que defendem a liberdade e a democracia, e por esses motivos, falamos o que deve ser dito. Do outro lado, encontram-se os que defendem seus interesses e privilégios pessoais junto ao aparelho do Estado, em sua absoluta maioria, ligados à corrupção. Por isso, quando esses interesses são expostos de forma nua e crua, pedem o fechamento de meios de comunicação , para que , assim, possam continuar mantendo suas negociatas e privilégios.

Mas aviso: quem estiver por trás dessa iniciativa, fiquem sabendo que estão ajudando o blog : com o processo, a audiência vai subir ainda mais! Essa é uma de minhas peças de defesa: só tem audiência, quem fala a verdade. E eu provo. Estou aguardando.

A MATÉRIA DA TRIBUNA SOBRE O ENVOLVIMENTO DE VITOR VALVERDE COM A COMPRA DE TOCA-FITAS ROUBADOS

Só para deixar os bejanistas e custodistas um pouco mais tranquilos, publico cópia do jornal Tribuna da Tarde, com a matéria que a policia incrimina o sr. Vitor Valverde com ladrões de toca-fitas. Meu objetivo é provar que não sou eu que estou acusando de receptador o amigo e secretário do prefeito custódio: foi a policia !

Pessoalmente, acredito que o sr. Vitor Valverde se arrependeu de sua participação com o crime e já está recuperado . Basta ver que ele foi durante anos, homem de confiança e aspone do gabinete do Sebastião Helvécio e, agora , secretário do governo de seu grande amigo, o prefeito custódio mattos. Sem nos esquecermos que também é da tropa de choque do bejani. É só ver esse curriculo maravilhoso para vermos que ele está recuperado.

Da data de sua participação no crime, até hoje, vitor valverde, por onde passou "só deixou amigos e saudades". Podem perguntar lá na prefeitura o quanto o gordinho é amado ! Por isso, acredito que ele esteja recuperado para o convívio social , principalmente por apresentar as principais credenciais para ser membro do primeiro escalão de um governo custódio.

Mesmo assim gostaria de saber a opinião dos participantes do blog:

VOCÊ ACHA QUE O VITOR VALVERDE DEVOLVEU OS TOCA-FITAS ROUBADOS ?






terça-feira, 4 de agosto de 2009

O SECRETÁRIO DE CUSTÓDIO QUE COMPROU MERCADORIA ROUBADA É O SR. VITOR VALVERDE

Conhecido por sua sórdida personalidade, tendo como único prazer na vida tentar denegrir e desmoralizar, com mentiras e calúnias, a vida e reputação de gente de bem, o sr. Vitor Valverde é vítima de seu próprio desvio de caráter, e de sua mente doentia: o assessor do Conselheiro do Tribunal de Contas de Minas, Deputado Sebastião Helvécio, membro do governo bejani e atual secretário de administração do prefeito custódio mattos, é citado pelo jornal Tribuna da Tarde, de Juiz de Fora, em matéria que é acusado pela policia mineira como receptador de mercadoria roubada. Vamos aos fatos:

JORNAL : TRIBUNA DA TARDE (GRUPO ESDEVA) , 18 DE MARÇO DE 1992

MANCHETE DO DIA : POLICIA IDENTIFICA REDE DE RECEPTADORES


MATÉRIA :


O roubo de 31 toca-fitas na região dos bairros de São Mateus, Bom Pastor e Rio Branco não é mais mistério para os policiais do 1. Distrito de São Mateus. Depois de meses de investigações eles identificaram dois suspeitos que acabaram confessando o crime: Angélico Itaborahy e Eunicio Rodrigues, especialistas em abrir quebra-ventos de carros com chaves de fenda.

Através de suas declarações, a policia chegou A 18 RECEPTADORES. Vejam os nomes:

... VITOR VALVERDE : FUNCIONÁRIO DO PALÁCIO DA SAÚDE, COMPROU UM BOSH POR 20 MIL E OUTRO POR 30 MIL. NÃO FOI ENCONTRADO PELA POLICIA;



E AGORA VITOR , PERGUNTA AO TEU PATRÃO MENSALEIRO EM QUEM ELE ACREDITA, EM MIM OU NA POLICIA ?


PERGUNTA AO TEU PATRÃO MENSALEIRO EM QUEM ELE ACREDITA, EM MIM OU NO JORNAL QUE PUBLICOU A MATÉRIA ?


PERGUNTA AO TEU PATRÃO MENSALEIRO QUEM É QUE NÃO PAGA AS CONTAS NA CIDADE.

POR FIM, SR, VITOR VALVERDE, A POPULAÇÃO VAI CONHECER UM POUCO MAIS , QUEM É QUEM NESSA CIDADE, PRINCIPALMENTE A CORJA DA QUAL VOCÊ FAZ PARTE.

MUDANÇA COM MENSALEIRO - RECEPTADOR COM SEGURANÇA " . Eis o lema do Bestódio, mistura de bejani com custódio para comandar a prefeitura

POBRE CIDADE .


segunda-feira, 3 de agosto de 2009

SECRETÁRIO DE CUSTÓDIO JA FOI RECEPTADOR DE MERCADORIA ROUBADA. TUDO DEVIDAMENTE REGISTRADO PELA POLICIA E NOTICIADO PELA IMPRENSA.

Estou com o documento e matéria de jornal nas mãos. Estou analisando. O material veio de Cataguases. Posso assegurar uma coisa: só vou dizer o nome do secretário/delinquente, após atestar a veracidade da cópia dos documentos. Mas tem tudo a ver: secretário/receptador com prefeito/mensaleiro. Se completam. Aguardem.

PAU NA CANALHA

Hoje lavei a alma com o artigo do Joaquim Ferreira dos Santos, no Globo. É que às vezes, em vista do conservadorismo de boa parte de nós mineiros , sinto que meus textos "chocam" alguns, pela forma incisiva e inapelável que trato essa elite vagabunda de Juiz de Fora, formada e composta por vários ramos de atividades, tais como os políticos, obviamente em primeiro lugar, mas também empresários, professores, jornalistas etc. , que se locupletam para ganhar algum, sempre, claro, nas costas do governo, com o dinheiro do povo.


Mostro em meu blog, minha liberdade, não como jornalista que não sou, mas como cidadão indignado com a decadência economica e a falta de ética das autoridades de nossa cidade e de nosso país. A indignação contra os Sarneys, contra os bejanis, contra os custódios, contra as liminares que tentam silenciar a imprensa livre; contra o continuismo e a falta de vergonha na cara dos políticos que fazem qualquer acordo para ganhar o poder (vide Bejani/custódio - Sebastião Helvécio/Bejani - custódio/sebastião Helvécio etc); contra o filhotismo; contra as falcatruas de empresários que permutam terrenos com a prefeitura e ganham milhões e ainda repassam gordas comissões para prefeito, e tantos outros exemplos que empurram o país para um abismo chavista.


E hoje, pelo artigo do Joaquim Ferreira dos Santos, colunista do GLOBO, vejo que não estou tão equivocado assim. O blog está certo em sua veemência, em sua liberdade " jornalistica". Por isso, tomo a liberdade de reproduzir alguns trechos do artigo , deste maravilhoso cronista carioca, sobre o "jornalismo livre" (grifos , negritos e caixa alta são meus) , que me deu a definição LITERAL DO QUE É O BLOG DO OMAR PERES : LIBERDADE !!!. Acho que todos vão concordar com o Joaquim e comigo:



"... Eu invejo o estilo literário da carta do leitor na página 6 do Globo. Ele é um suicida literário (no meu caso - seria eu um suicida politico ?), sempre prestes a cravar o peito de exclamações virulentas para que a autoridade inescrupulosa, chafurdando na lama da corrupção, tenha vergonha na cara e perceba o despropósito a que chegamos.

O jornal é a grande praça pública moderna, o local para se por fogo às vestes e gritar que foi ele, pega esse ladrão contumaz. Será que esse energúmeno engravatado, continua o leitor, não percebe que a cidade, essa pocilga, é um valhacouto de bandidos da pior espécie?!


Eu invejo, acima de tudo a boca cheia dessas cartas, todas prenhes do que os antigos chamavam de "sem papas na língua". Num mundo dominado pelos corretores de textos , que aproveitam a deixa e corrigem também as emoções, o verbo quente do leitor assíduo fica naquela faixa da eloquência que os editores pedem aos jornalistas profissionais para que seja evitada.


Eu acho que é justamente o que falta, O PAU NA CANALHA, o ovo podre na semântica, nas páginas dos jornais.


O leitor não tem medo de processo (eu- Omar - já tenho uma meia dúzia), não escreve sob o jugo dos manuais de redação e pegou para ele todos os pontos de exclamação que o jornalismo moderno acha brega. É a sua flecha no encalço dos bandidos. Ele mete bronca, usa o "é um absurdo!" como vírgula, e estamos conversados. Não precisa no dia seguinte se desmentir no mesmo espaço, com o mesmo número de linhas. É um homem livre. Já que a autoridade constituída se escondeu no gabinete, ele usa o verbo solto como se espetasse o dedo na cara do salafrário.


Nada de pose para agentes literários, nem aí para a academia. O leitor não discute a necessidade de diploma para escrever no jornal. Passa ao largo dos bons modos da prosa contemporânea e dos regulamentos de inscrição para o Prêmio Esso. Escreve com todas as letras. Ninguém presta. Todos os políticos são bandidos, pulhas da pior espécie. Até quando, senhor Prefeito ?


Eu sinceramente invejo a carta do leitor pela rapidez e clareza com que vai ao ponto. Gosto de sua desprentensão estilística, uma água límpida que deixa ver no leito do rio as pedras a serem atiradas no quengo dos que se locupletam nas falcatruas públicas. Bandalheira, despautério, chusma de calhordas. O leitor não deve favor nenhum a ninguém. Jamais almoçou no palácio, jamais recebeu uma informação de cocheira do prefeito. Se há governo, é contra - e era isso que estava escrito no inicio da profissão de jornalista.


A carta do leito é onde ainda se leva ao pé da letra o principio básico do negócio de imprimir informação, uma sabedoria cunhada há tempos por Millor Fernandes - " jornalista é oposição, o resto é armazém de secos e molhados" - e tão desprezada hoje.


De todos os textos que li semana passada nenhum me vibrou mais inveja do que o da carta da leitora Cristina Silva Borensztajn, publicado dia 28 na página 6 do Globo, com o título de "O namorado da neta". Cristina diz que " é um escárnio, um abuso e, acima de tudo, falta de respeito ao cidadão de bem ler nos jornais a frase esnobe do namorado da neta de Sarney'.


Os professores de comunicação deveriam exibir a carta de Cristina em suas salas aulas como exemplo de estilo a ser perseguido. Um primor de fluência. Ela cita a tal frase, uma bobagem do pobre coitado atracado ao cargo que o senador lhe nomeou secretamente e continua apertando a sua jugular: "um fedelho". Cristina finaliza na jugular do Sarney: " Isso não é um Senado".


Eu invejo do fundo da redação, já que o coração não é mais de bom tom escancarar em público, essa veemência cívica, essa urgência de justiça, esse sangue que pulsa nas veias das vírgulas da carta do leitor. Era mais ou menos essa a trinca santa do jornalismo, e que se foi ajustando às necessidades de mais elegância no texto, mais cuidado na percepção dos códigos jurídicos e menos personalidade autoral nas matérias.


Se os jornais e revistas dão a impressão de terem sido preenchidos por uma única pessoa, na carta dos leitores pululam as personalidades. É liberado o culto das idiossincrasias. É permitido desconfiar de tudo, até mesmo da integridade do jornal, e gritar o que estiver doendo do jeito que aprouver o vernáculo.


Há entre os leitores quem ache a policia do Rio uma súcia. Outros, deletéria. Sobre a Câmara há unanimidade. Só ladravaz. Onde já se viu! Assim não dá!


Chega de jornalismo bem comportado, com bençãos ao ombudsman e elogios ao senhor doutor.


EU QUERO O ESTILO DESABUSADO DA CARTA DO LEITOR, A CAMA DAS EXCLAMAÇÕES EM QUE A INDIGNAÇÃO PÚBLICA JAMAIS DORME CALADA.


Eu também, Joaquim, quero a mesma coisa. Por isso o blog do Omar Peres e a coluna a "boca do do povo" será sempre a "cozinha" da redação, a liberdade em forma de palavras. Obrigado por seu artigo. Lava a alma.