terça-feira, 21 de setembro de 2010

O VELHO TRAVESTIDO DE NOVO.

Não tenho poder de ditar o rumo de campanha eleitoral, muito menos provocar
interferência no programa dos partidos, porque cada qual deve caminhar segundo a sua
maneira de encarar os problemas da população.

Mas se estão pedindo votos, que então assumam as responsabilidades. Parêntese: estamos diante de um eleitorado cansado de conversa fiada e de promessas ocas.

Já tive oportunidade de falar sobre isso em dezenas de artigos. Não custa repetir. Bem, mas o que agora quero registrar são os sinais de que aqui na Zona da Mata, diria até particularmente Juiz de Fora, a campanha já tem um tema prioritário: o futuro da região, começando por colocar em foco o que o estado e o futuro governador vão fazer por nós.

Mais que desejar ou prometer fazer? Queremos saber o que vai fazer. Bem. Chegamos então a uma questão que me parece grave. Instigante mesmo. Pergunto: o que tem dito os homens do governo estadual, cujo chefe é candidato, com apoio do prefeito Custódio Mattos? Que a Mata não se desenvolveu porque não quis? Que uma demora de oito anos é razoável para
se colocar em funcionamento um aeroporto estratégico para o desenvolvimento regional?

E o governador, ao contatar grupos empresariais, não percebeu que a Mata está no mapa de Minas?
Mais grave ainda: é justo e aceitável o cidadão pobre penar cinco, oito, dez horas em filas para receber atendimento básico de saúde? E contra o desemprego? O que foi feito?

Não me venham com conversa fiada: alí em Três Rios, vimos o exemplo que deu o Governador Sérgio Cabral, que em apenas 4 anos implantou uma politica fiscal que atraiu mais de 50 novas empresas, criando mais de 10 mil empregos diretos.

Aqui, ao contrário, o governo de Minas tem como politica arroxar as pequenas e médias empresas.

Como em oito anos nada se fez para que essas perguntas tivessem resposta,estamos assistindo pela televisão os mesmos discursos cansados do atual governador. Com ares de tédio e cheiro de naftalina, porque saem das gavetas de quatro anos em quatro anos: melhor saúde (8 anos e nada fizeram), mais desenvolvimento (e a Mata foi a região que menos cresceu) etc. etc.

É hora de renovar.

28 comentários:

Anônimo disse...

Omar,
Votarei em você. Tenha coragem e publique, pois, a mídia não tem mais nenhuma credibilidade.
E, a veja só denuncia:
mensalão da Editora Abril

Daniel Bezerra, editor geral

Numa minuciosa pesquisa aos editais publicados no Diário Oficial, o blog descobriu o que parece ser um autêntico “mensalão” pago pelo tucanato ao Grupo Abril e a outras editoras. Veja algumas das mamatas:

- DO [Diário Oficial] de 23 de outubro de 2007. Fundação Victor Civita. Assinatura da revista Nova Escola, destinada às escolas da rede estadual. Prazo: 300 dias. Valor: R$ 408.600,00. Data da assinatura: 27/09/2007. No seu despacho, a diretora de projetos especial da secretaria declara ‘inexigível licitação, pois se trata de renovação de 18.160 assinaturas da revista Nova Escola’.

- DO de 29 de março de 2008. Editora Abril. Aquisição de 6.000 assinaturas da revista Recreio. Prazo: 365 dias. Valor: R$ 2.142.000,00. Data da assinatura: 14/03/2008.

- DO de 23 de abril de 2008. Editora Abril. Aquisição de 415.000 exemplares do Guia do Estudante. Prazo: 30 dias. Valor: R$ 2.437.918,00. Data da assinatura: 15/04/2008.

- DO de 12 de agosto de 2008. Editora Abril. Aquisição de 5.155 assinaturas da revista Recreio. Prazo: 365 dias. Valor: R$ 1.840.335,00. Data da assinatura: 23/07/2008.

- DO de 22 de outubro de 2008. Editora Abril. Impressão, manuseio e acabamento de 2 edições do Guia do Estudante. Prazo: 45 dias. Valor: R$ 4.363.425,00. Data daassinatura: 08/09/2008.

Anônimo disse...

Há um vereador cujo discurso se encaixa como uma luva, sob medida, neste artigo ( "O velho travestido de novo"). Trata-se de NORALDINO JUNIOR. Integrante da administração de BEJANI, elegeu-se vereador e de cara, AJUDOU O ATUAL PREFEITO A AUMENTAR NOSSO IPTU (ajudado por TICO-TICO). Alega que se absteve nesta votação. Ora, se abster numa votação como esta (sobre o aumento do IPTU)é o mesmo que votar a favor, pois, foi um voto a menos para os que combatiam a proposta do prefeito. Agora, busca apoio para se eleger deputado federal. Com apoio da Associação de moradores do bairro Santa Terezinha, que está enviando carta às residências e comércio local, apontando "obrinhas" de sua iniciativa, que são, na verdade, OBRIGAÇÕES DA PREFEITURA. Portanto, eleitores de Santa Terezinha, Eldorado, N. Sra das Graças e adjacências, NÃO SE ILUDAM!!!!

Anônimo disse...

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

CARTA TESTAMENTO
Getúlio Vargas


Mais uma vez, a forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e novamente se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam, e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes.

Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao governo nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. Quis criar liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobrás e, mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre.

Não querem que o povo seja independente. Assumi o Governo dentro da espiral inflacionária que destruía os valores do trabalho. Os lucros das empresas estrangeiras alcançavam até 500% ao ano. Nas declarações de valores do que importávamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhões de dólares por ano. Veio a crise do café, valorizou-se o nosso principal produto. Tentamos defender seu preço e a resposta foi uma violenta pressão sobre a nossa economia, a ponto de sermos obrigados a ceder.

Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo, renunciando a mim mesmo, para defender o povo, que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar, a não ser meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida.

Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos. Quando vos vilipendiarem, sentireis no pensamento a força para a reação. Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com o perdão.

E aos que pensam que me derrotaram respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo de quem fui escravo não mais será escravo de ninguém. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue será o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História.

Postado por jader resende

Anônimo disse...

Saber

“Pode-se compreender que alguém se desculpe alegando:

“Não sabia “.

Mas é inaceitável que digamos:

“Prefiro não saber”.”

José Saramago

Anônimo disse...

Mulheres

Pode-se ver um monte de sujeitos inteligentes com mulheres burras, mas dificilmente verá uma MULHER inteligente com um sujeito burro.

(Erica Jong )

Anônimo disse...

Bernard Schaaw

"Se voce tem uma maçã e eu tenho uma maçã e trocamos estas maçãs teremos ainda apenas uma maçã, mas se eu tenho uma ideia e voce tem uma ideia e trocamos nossas ideias então cada um de nós terá duas ideias."


Albert Einstein

O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem mal, mas sim, por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer.

Anônimo disse...

Em 2009, quando Lula e a base começavam cogitar um nome para presidenciável, me lembro que Marina sinalizava que queria ocupar a vaga. Mesmo assim, tanto Lula quanto várias lideranças preferiram Dilma. E porque Lula não escolheu Marina? Afinal ela era uma da fundadoras do PT, genuinamente petista.

Será que Lula não conhecia muito bem ambas?
- Sim, Lula conhecia muito bem tanto uma como a outra.

Mesmo assim, Lula deixou transcorrer naturalmente os comentários de sua predileta para ver a aceitação da base. A base enamorou Dilma e Marina ficou revoltada e começou a transparecer o seu descontentamento no ministério do meio ambiente, palavras ácidas contra Lula passaram a regular seu vocabulário. Até a oposição ver nesse fato uma oportunidade de levantar uma trincheira que faria fogo amigo contra a candidata de Lula, já que ela era petista e contava com votos provenientes do PT. Seria uma chance de dividir a campanha petista.

O ledo engano da oposição foi que: com o transcorrer dos fatos o PV se tornou sublegenda do PSDB, o seu maioral Gabeira é Serra e Marina hoje é seguida mais por tucanos descontentes com Serra do que com petistas de Dilma.

Postado por Robin

Anônimo disse...

Ridiculo esse Anastasia.
Sombra do Aécio que (in) felizmente só tem votos em Minas. Por que ele desistiu tão rápido de encarar a Dilma???
Falar que a educação de Minas é de excelência... tá de brincadeira né...
é zombar e chamar a gente de bobo e de otário.
Em Cataguases recentemente uma aluna foi seriamente ferida com um pedaço de vidro que se soltou do, em ruinas, prédio do famoso e saudoso colégio Cataguases...
O prédio, tombado pelo patrimônio histórico tá que faz dó, e mesmo assim, nosso governador afirma que temos uma educação de excelencia...
Por favor menos governador, menos...

luis disse...

Caro Omar, se pelo menos na Zona da Mata essa turma do Anastasia/Aércio/ Itamar/Pestana.. for bem votada depois desse enorme descaso com a região,faça-me o favor!! Se isso acontecer a região merece o atrazo pela qual está passando.
Depois de tanta informação veiculada pela internet, jornais, etc, e, depois de ver Juiz de Fora, a maior cidade da Zona da mata entregue às baratas, acreditar que a "saúde vai bem", a "educação vai bem", "vieram recursos para a cidade"... é dar atestado de burrice. NÂO ACREDITO QU O POVO DE JUIZ DE FORA AINDA CAIA NESSE VELHO DISCURSO TRAVESTIDO DE NOVO!!!

Anônimo disse...

Lembro que eram postados neste blog, vários pedidos de ajuda para solucionar os problemas do HPS,policlinicas,Demlurb,guarda municipal, etc.
Será que as vesperas das eleições esses trabalhadores/bloguistas irão lembrar dos dissabores que sofreram, sofrem e irão sofrer caso votem nessa mesma corja que pede voto com a cara de pau mais lavada deste mundo?
Não se vendam não deixem passar em branco! Respodam nas urnas trabalhadores !

Anônimo disse...

este site (conversa afiada)é do jornalista paulo henrique amorim. recomendo, pois tem várias análises excelentes sobre os governos tucanos.

http://www.conversaafiada.com.br/

Abraço a todos,

todos juntos contra a bandalheira (psdb).

Blog do Magno disse...

Caro Omar,

Ficamos 8 anos esperando que o, então Governador, Aécio, tomasse uma providência e só, ao apagar de seu tempo no Governo é que se colocou disposto a resolver o problema de cidades que estão na divisa do estado do Rio. De forma errada, preferiu criar um decreto que dê chances "iguais", entretanto, se lá se obtém uma inscrição beneficiada com 3 (três) dias após uma simples assinatura, aqui, o que parecia fácil, é difícil para caramba! O Calvário do empresário é enorme e passa por tantas secretarias e institutos que sua peregrinação é cansativa e, quando obtém o benefício, descobre que sobre o crédito ainda deve pagar impostos federais. Sim! Federais, pois a receita entende que tal retorno de crédito é sujeito ao PIS, COFINS, IRPJ e CSL. Seria muito mais fácil entrar com uma ação de inconstitucionalidade contra o governo do Rio de Janeiro, mas qual o motivo de não tomar esta atitude? Vários estados dão crédito e Minas baixa uma resolução (3.166/2001) onde para "proteger-se" de créditos, segundo o estado, inexistentes, limita aproveitamento de crédito de imposto, causando prejuízos irreparáveis aos contribuintes. Quem se descuida e não vê tal limitação, ao comprar um produto, seja de que estado for, recebe, passados alguns anos um educado fiscal que diz: Olha esse crédito foi aproveitado muita acima do permitido, vou autuar e exigir essa diferença com juros e multas, mas por seu erro vou ainda aplicar-lhe uma multa isolada de 100% do valor do crédito. Baratinho! Um assalto ao contribuinte que tem que sustentar esta sacanagem toda, sem que exista alguém com coragem para acabar com isso. Porque deixam os estados legislarem desta forma? Porque o CONFAZ não acaba com isso? Então, vemos ao fim que o estado do Rio de Janeiro, deu uma pernada nos demais e os desafortunados governantes que entendem prejudicados que se virem. Vemos que se viram sim, mas sobre o contribuinte mineiro. Cidades na vizinhança do estado do Rio simplesmente tiveram sua atividade industrial e comercial estagnada e o estado, como uma Deusa não viu o clamor aos seus pés. Precisou que 20 cidades simplesmente acabassem para que se dispusessem a mudar algo e de forma errada como vemos. Pior ainda, às vésperas de uma eleição! O que pensam ganhar com isso? Acham que quem foi ao estado vizinho, vai largar tudo e voltar? Quem vai pagar as multas por descumprimento de contratos?

Vou continuar no próximo

Blog do Magno disse...

Caro Omar,

Ficamos 8 anos esperando que o, então Governador, Aécio, tomasse uma providência e só, ao apagar de seu tempo no Governo é que se colocou disposto a resolver o problema de cidades que estão na divisa do estado do Rio. De forma errada, preferiu criar um decreto que dê chances "iguais", entretanto, se lá se obtém uma inscrição beneficiada com 3 (três) dias após uma simples assinatura, aqui, o que parecia fácil, é difícil para caramba! O Calvário do empresário é enorme e passa por tantas secretarias e institutos que sua peregrinação é cansativa e, quando obtém o benefício, descobre que sobre o crédito ainda deve pagar impostos federais. Sim! Federais, pois a receita entende que tal retorno de crédito é sujeito ao PIS, COFINS, IRPJ e CSL. Seria muito mais fácil entrar com uma ação de inconstitucionalidade contra o governo do Rio de Janeiro, mas qual o motivo de não tomar esta atitude? Vários estados dão crédito e Minas baixa uma resolução (3.166/2001) onde para "proteger-se" de créditos, segundo o estado, inexistentes, limita aproveitamento de crédito de imposto, causando prejuízos irreparáveis aos contribuintes. Quem se descuida e não vê tal limitação, ao comprar um produto, seja de que estado for, recebe, passados alguns anos um educado fiscal que diz: Olha esse crédito foi aproveitado muita acima do permitido, vou autuar e exigir essa diferença com juros e multas, mas por seu erro vou ainda aplicar-lhe uma multa isolada de 100% do valor do crédito. Baratinho! Um assalto ao contribuinte que tem que sustentar esta sacanagem toda, sem que exista alguém com coragem para acabar com isso. Porque deixam os estados legislarem desta forma? Porque o CONFAZ não acaba com isso? Então, vemos ao fim que o estado do Rio de Janeiro, deu uma pernada nos demais e os desafortunados governantes que entendem prejudicados que se virem. Vemos que se viram sim, mas sobre o contribuinte mineiro. Cidades na vizinhança do estado do Rio simplesmente tiveram sua atividade industrial e comercial estagnada e o estado, como uma Deusa não viu o clamor aos seus pés. Precisou que 20 cidades simplesmente acabassem para que se dispusessem a mudar algo e de forma errada como vemos. Pior ainda, às vésperas de uma eleição! O que pensam ganhar com isso? Acham que quem foi ao estado vizinho, vai largar tudo e voltar? Quem vai pagar as multas por descumprimento de contratos?

Blog do Magno disse...

Continuando
Omar seria mais fácil se os jurisconsultos do estado de Minas fizessem como fez o estado de São Paulo, brigassem na justiça contra estes benefícios cambetas e que só trazem prejuízos. Agora se não querem brigar não limitem os créditos sob a falsa alegação que traz prejuízo interno. Esse jogo de poder onde brincam com o sacrifício das pessoas tem que acabar. Não acho que uma grande empresa se importa, pois ela tem meios e formas de se defender mudando operações, enfim, mas o que fazem aos pequenos e médios é desonesto! Após Minas Gerais assinar protocolos com Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul, para adesão ao sistema de substituição tributária, os atacadistas mineiros perderam competitividade e antes a possibilidade de protocolos que existiam para pagamento mensal dos impostos das operações, simplesmente foram cancelados. Agora se um atacadista compra de SP paga ST (ICMS antecipado na entrada) e se vende tudo que comprou para o RJ tem que cobrar a ST na saída quando remete ao seu cliente, entretanto como o imposto é presunção de vendas internas e esta não tendo ocorrido, para pedir a devolução (hahaha!) nova peregrinação! Tomar o fisco toma, devolver é que são elas (se quiser saber o procedimento digo depois, pois é uma burocracia sem fim), dai, foi-se o fluxo de caixa e assume-se mais prejuízo. E quem paga essa conta? Quantas empresas mudaram de estado? Quantas deixaram de operar em Minas? De que adiantou o tal decreto assinado pelo então Governador Aécio? Hoje somos os empresários, cães que correm atrás do próprio rabo. Perdemos e só perdemos e este estado que tem uma viúva faceira e voraz vive a míngua de todos nós. Reclamar de sonegação? Porque reclamam se são eles que cada vez mais empurram os empresários (como a fábula da vaquinha) morro abaixo? Querem o seu e custe o que custar, ainda que para isso tenham que ficar sozinhos e certamente ficaram, mais cedo ou tarde, pois o capital ser arriscado em Minas esta cada vez mais perigoso. Coloca-se grana e sai com uma CDA (Certidão de Divida Ativa) como prémio ao findar de alguns anos. Quem agüenta isso? Reclamar da Rosinha por sua coragem? Mais fácil teria sido, se vontade de fato houvesse, entrar com uma ação na justiça e questionar no STF a lei que deu a vantagem no estado do Rio de Janeiro, mas temos competência e vontade para tal? Fica ai a discussão. Que não tenhamos azia com o Anestesia. Que possamos levar ao Palácio do Governo o Hélio, mas saiba ele que será cobrado. Minas precisa se refazer, se reconstruir, se reinventar. Não há mais espaço para mesmice. Vejam o Serra. Boa pessoa mas ganhou a antipatia do povo e não conseguirá eleger-se, mas porque o discurso não soa aos ouvidos do povo. Espero que consigamos reescrever as páginas deste grande livro. Que possamos receber o reconhecimento que este estado já teve e melhor ainda, que Juiz de Fora seja vista como uma cidade pólo e capaz de receber investimentos de verdade!

Blog do Magno disse...

Caro Omar,

Mandei a mensagem como um texto e recusou pois era muito grande, dai dividi e mandei em duas vezes, mas não sei o que aconteceu e apareceram erros no envio. Se não tiver recebido me avise que mando novamente ou se tiver recebido em duplicidade, por favor, me desculpe.
Carlos Magno Borges

JC disse...

Depender de órgãos estaduais e federais nunca levou Juiz de Fora a lugar nenhum!!!!
No período em que nossa cidade era conhecida como a MANCHESTER MINEIRA a cidade caracterizava-se pelo grande polo industrial e diversificado que existia, todos os empreendimentos privados e de heroicos piorneiros.
É claro que os tempos são outros e o setor privado para investir em grandes empresas sempre dependem do apoio do poder publico, mas, Juiz de Fora precisa entender que enquanto o setor que mais empregar for o setor de serviços nós precisaremos da riqueza gerada em outros lugares para que sejam gastos aqui.
O que Juiz de Fora precisa é novamente tomar a iniciativa de se industrializar, gerar riquezas e se desenvolver em infraestrutura, empregos, novas vias de transito, expandir os limites da urbanização.

Anônimo disse...

Está chegando a Hora.

“Cada povo tem o governo que merece”, que os cidadãos de Juiz de Fora e Minas como um todo reflitam bem e escolham os candidatos que representam as mudanças necessárias e urgentes, que digam não a catastrófica situação
que estamos vivenciando; governo para poucos, irresponsáveis, sem preparo, demagogos, enfim sem comprometido com a população, precisamos tirar de cena os políticos oportunistas que legislam em causa própria, precisamos dar oportunidades aos novos candidatos. Omar Peres representa inovação, pelo que acompanho foi e é o único que teve e tem a capacidade de se indignar e tornar sua posição pública, milagres não realizará e nem é isso que espero (mudanças com efetividade demanda tempo e ações continuadas),mas por tudo que acompanhei até então é o único que merece meu voto de confiança ( até hoje estou perdida qto ao estadual),depois o tempo nos mostrará, continuarei a acompanhá-lo,não se livrará de mim ,terá meu voto, mas ficarei na sua cola, e quanto ao mais Carta Capital conquistou mais uma assinatura, e tb como bem disse um amigo navegante Dilma ao ser associada ao nosso querido Brizola torna-se a Dama de Ouro, e quanto aos que fazem birrinhas com a coligação PT/PMBD em Minas será bom refletir que supostas perdas momentâneas podem resultar em ganhos futuros para o estado,pois pior que está não ficará e definitivamente não merecemos mais quatro anos nas mãos arbitrárias dos demotucanos,
Renata.

Anônimo disse...

Do Tribuna de Minas de 21/09/10, "Bom Pastor acuado diante de concentração de pedintes".

Ora, a hipocrisia mineira, busca varrer para em baixo do tapete a negligência da Administração Pública de Juiz de Fora.

Os pedintes não incomodam ninguém e é responsabilidade da sociedade pressionar a administração municipal para ajudar estas pessoas a se integrar na condição de cidadão.

Ninguém se sente INSEGURO neste bairro, principalmente após o mensalista se mudar para outro local, não são os pedintes que roubam e traficam.

Por outro lado há cerca de 20 anos a praça do Bom Pastor é local de mercantilização de drogas e nestes 20 anos NADA foi feito, continua como sempre foi...Ninguém fala disso faz de conta que tá tudo bem, mas os pedintes passam a ser os grandes INDESEJÁVEIS do bairro.

Cadê o Prefeito mensaleiro, e o filhote que ainda mora no bairro e NÃO FAZ NADA...

Anônimo disse...

Você sabia?
O atual governador e candidato à reeleição, Antonio Anastasia, foi ministro interino do Trabalho e secretário
executivo do Ministério da Justiça durante o governo Fernando Henrique Cardoso.
Vejam algumas medidas que eles fizeram juntos e que prejudicam os trabalhadores até hoje:
1 - Criaram o fator previdenciário que reduz a aposentadoria do trabalhador.
2 - Criaram a chamada “demissão imotivada” que contraria a convenção 158 da Organização Internacional
do Trabalho que é apoiada pelas centrais sindicais.
3 - Legalizaram o “trabalho temporário” que instituiu o banco de horas.
4 - Editaram medida provisória que garante aos patrões suspender temporariamente o contrato de trabalho
do empregado.
5 - Beneficiaram as empresas que descumprem acordos trabalhistas, com a portaria que dificultava a
fiscalização do Ministério do Trabalho.
6 - Com relação aos servidores públicos federais, durante os 8 anos de governo FHC, não reajustaram os
salários e ampliaram as terceirizações.
7 - Nesse período, apenas um em cada três trabalhadores possuía carteira assinada.
8 - Aumentaram o número de desempregados que passou de 4,5 milhões para 7,1 milhões de trabalhadores
sem emprego.
Agora conheça a atuação de Anastasia
como vice-governador e atual governador.
1 - A saúde pública em Minas é considerada como o maior problema do Estado pela grande maioria dos mineiros.
2 - Em Minas, o atual governador não cumpre a Emenda Constitucional 29, que determina a destinação de
12% do orçamento para a saúde. Descumprindo a Constituição, Anastasia aprovou somente 7% dos
recursos do Estado para a saúde. A Promotoria pública entrou com uma ação na 5ª Vara da Fazenda
denunciando um desvio de 3 bilhões de reais da SAÚDE PÚBLICA DOS MINEIROS.

Anônimo disse...

E por falar do pv, no debate dos vices na band foi perguntado ao vice da traira como um partido que se apresenta como terceira via,com novo modelo de administrar se une aos demotucanos? Ai foi um abraço,o empresário ficou gago,não por momentos parecia gago de nascença.Ah e faço a classificação de traira pq ninguém é obrigado a compactuar com o que não quer, com o que não concorda, mas fazer a união que ela fez só posso dizer: ah coitada!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Lula é um fenômeno religioso
Arnaldo Jabor - O Estado de S.Paulo
Lula não é um político - é um fenômeno religioso. De fé. Como as igrejas que caem, matam os fiéis e os que sobram continuam acreditando. Com um povo de analfabetos manipuláveis, Lula está criando uma igreja para o PT dirigir, emparedando instituições democráticas e poderes moderadores.
Os fatos são desmontados, os escândalos desidratados para caber nos interesses políticos da igreja lulista e seus coroinhas. Lula nos roubou o assunto. Vejam os jornais; todos os assuntos são dele, tudo converge para a verdade oficial do poder. Lula muda os fatos em ficção. Só nos resta a humilhante esperança de que a democracia prevaleça.
Depois do derretimento do PSDB, o destino do País vai ser a maçaroca informe do PMDB agarrada aos soviéticos do PT, nossa direita contemporânea. Os comentaristas ficam desorientados diante do nada que os petistas criaram com o apoio do povo analfabeto. Os conceitos críticos, como "razão, democracia, respeito à lei, ética", ficaram ridículos, insuficientes raciocínios diante do cinismo impune.
Como analisar com a Razão essa insânia oficial? Como analisar o caso Erenice, por exemplo, com todas as provas na cara, com o Lula e seus áulicos dizendo que são mentiras inventadas pela mídia? Temos de criar novos instrumentos críticos para entender esta farsa. Novos termos. Estamos vendo o início de um "chavismo light", cordial, para que a "massa atrasada" seja comandada pela "massa adiantada" (Dilma et PT). Os termos têm de ser mudados. Não há mais "propina"; agora o nome é "taxa de sucesso". A roubalheira se autonomeia "revolucionária" - assalto à coisa pública em nome do povo. O que se chamava "vítima" agora se chama "réu". Os escândalos agora são de governos inteiros roubando em cascata, como em Brasília, Rondônia e Amapá - são "girândolas de crimes". Os criminosos são culpados, mas sabem tramar a inocência. O "não" agora quer dizer "sim".
Antigamente, se mentia com bons álibis; hoje, as tramoias e as patranhas são deslavadas; não há mais respeito nem pela mentira. Está em andamento uma "revolução dentro da corrupção", invadindo o Estado em nossa cara, com o fito de nos acostumar ao horror. Gramsci foi transformado em chefe de quadrilha.
Nunca antes nossos vícios ficaram tão explícitos, nunca aprendemos tanto de cabeça para baixo. Já sabemos que a corrupção no País não é um "desvio" da norma, não é um pecado ou crime; é a norma mesmo, entranhada nos códigos e nas almas. Nosso único consolo: estamos aprendemos muito sobre a dura verdade nacional neste rio sem foz, onde as fezes se acumulam sem escoamento. Por exemplo: ganhamos mais cultura política com a visão da figura da Erenice, a burocrata felliniana, a "mãe coragem" com seus filhos lobistas, com o corpinho barbudo do Tuminha (lembram?), com o "make-over" da clone Dilma (que ama a ex-Erenice, seu braço direito há 15 anos), com o silêncio eufórico dos Sarneys, do Renan, do Jucá... Que delícia, que doutorado sobre nós mesmos!
Ao menos, estamos mais alertas sobre a técnica do desgoverno corrupto que faz pontes para o nada, viadutos banguelas, estradas leprosas, hospitais cancerosos, esgotos à flor da pele, tudo proclamado como plano de aceleração do crescimento popular.
Nossa crise endêmica está em cima da mesa de dissecação, aberta ao meio como uma galinha. Meu Deus,

NÃO MISTUREM A CALAMIDOSA E TERRIVEL SITUAÇÃO DE PÉSSIMA GESTÃO TUCANA EM JUIZ DE FORA; COM A POSSIBILIDADE DE CONSIDERAREM COMO O MELHOR CANDIDATO O JOSE SERRA.

Anônimo disse...

Omar Peres,

No apagar das luzes do ex-Gov. Aécio Neves, é que houve a redução do ICMS, para que a Zona da Mata não perdesse mais as industrias que iam para o Estado do Rio. Aliás, não sei porque o MST não invadiu as terras dadas pelo Tucano bico grande e IPTU enorme, na sua 1ª gestão, para a Mercedes Benz, com isenção de impostos à perder de vista...Enquanto isso, as micros, pequenas e médias empresas tem uma carga tributária enorme, e passa sufoco para saldar suas folhas de pagamentos com os funcionários...E vem agora com essa cantilena de que fez e aconteceu e fará muito mais ? Aonde estão os inumeros viadutos, trincheiras, pontes e melhoria no trânsito de JF. A saúde só melhorou na NOVA JUIZ DE FORA, cidade imaginária, no que peço a contagem regressiva em homenagem ao "fiote": 8,7,6,5,4 e continuando, 3, 2, 1 e 0 voto para o "fiote do bico grande e IPTU enorme". Vote sim, Dep.Fed. nº 1787 e 36.356 p/Dep.Est.-Marcial é luta!

Anônimo disse...

Hoje, de manhã, ao passar pela Av. Independência, na altura do bairro Bom Dosco, encontrei várias placas do Sr. Omar Peres entre outras caídas no chão ... como que arrancadas. Achei curioso não ter sido de todos que ali, colocaram as suas propagandas. No mínimo estranho!

Anônimo disse...

Furo de reportagem. Vários agentes de sáude estão com com as bolsas cheias de "santinhos" do ex. secretário de saúde e fazendo campanha no horário de serviço, quando das visitações rotineiras. A conferir pelos reporteres investigadores. Pode começar no bairro filgueiras, onde o chefe da cammpanha faz parte do conselho local de saúde. (Sr. Cosme). Velho cabo eleitoral. e ainda conferir na UBS Parque Guaraní.

Anônimo disse...

Omar,

Os partidos foram o desastre desta eleição, mas não será por este motivo que devemos impedir que o Serra seja eleito.

A DILMA É UM VOTO DA ESCURIDÃO E TRARÁ UM RETROCESSO POLITICO-ECONOMICO SOCIAL MUITO GRANDE. NOSSA DEMOCRACIA ESTÁ MOSTRANDO SUAS FRAGILIDADES, AO COGITAR DE ELEGER UMA CANDIDATA AUTORITARIA, DESPREPARADA, SEM PASSADO POLITICO E QUE ENFRENTARÁ SÉRIAS RESTRIÇÕES INTERNACIONAL.

O CENÁRIO EM JF, CIDADE QUE MERGULHOU NAS MAFIAS DOS BEJANIS, CUSTÓDIO, FERRO-RESOURCES, LIXO E OUTRAS TRAMOIAS NÃO REFLETE AS PONDERAÇÕES QUE DEVEMOS RREALIZAR ANTES DE VOTAR.

EM MINHA OPINIÃO O PT É UM POÇO DE INCERTEZAS, QUE ATRAVÉS DE ERROS DE JOSÉ DIRCEU, LULA, DILMA, ERENICE NÃO MERECE NOSSA CONFIANÇA.

NESTA ELEIÇÃO, DEVEMOS DEIXAR OS PARTIDOS DE LADO E VOTAR NAS PESSOAS..... MEU VOTO SERÁ :

SERRA
HÉLIO COSTA
PIMENTEL TUCANO
PIMENTA, PT SEM FALCATRUAS.
OMAR, PELA MINHA TERRINHA E REGIÃO.
BRUNO SIGUEIRA.

Jorge Correa de Ubá.

Anônimo disse...

Estas pesquisas estão todas erradas.
Viajando de Goiania até JF, perguntei o voto para presidencia com 100 pessoas.
Serra saiu com 40 %, Marina 12, Dilma 30 e o 18 % restante, ficaram com duvida sobre nomes.
Eu estou apostando que o Serra está empatado OU GANHANDO da Secretaria do Lula, Dilma.

Votação será decidida na última semana e o povo sabe das incertezas e absurdos que a Dilma atrai. ,,,,,,, SERÁ QUE SOMOS TÃO ESTUPIDOS PARA VOTAR NA SECRETARIA DO PRESIDENTE QUE ESCONDE ESCâNDOLOS E MAIS ESCâNDOLOS NA SUA sala de recepção.

Anônimo disse...

Segundo previsões do DIAP (Deptº Intersindical de Assessoria Parlamentar), em pesquisa sobre prováveis eleitos para a Câmara dos Deputados, o PT fará a maior bancada seguido do PMDB.
Somando-se os demais membros da coligação de Dilma, a nova Presidenta terá ampla maioria na Câmara Federal.
No Senado, onde o Presidente Lula teve muitas dificuldades, a previsão é que a coligação Dilma-Presidente conquistará a maioria dos assentos, garantindo assim à Presidenta Dilma Rousseff maioria em ambas as casas do Congresso Nacional.

Fonte: www.diap.org.br

Anônimo disse...

Saiu na coluna do Wilson Cid:
"Anastasia em JF
O governador Anastasia, Aécio Neves e Itamar
Franco confirmaram presença na cidade, sábado
pela manhã. Antes de subir o Calçadão participam
de breve concentração na esquina de Halfeld e
Getúlio Vargas. Caberá a Itamar fazer a
apresentação dos candidatos"

Eu pergunto: Por que a aprsentação não será feita pelo Custódio que é o Prefeito da Cidade? Será por medo das vaias? O Candidato a governador é esperto!! Ele sabe da rejeição da população ao Custódio e não quer se arriscar. Se o seu partido já está até fazendo propaganda junto com o Lula e com a Dilma...Eles poderão até pagar para os cabos eleitorais fazerem muito barulho,mas com certeza receberão muitas vaias de protesto!!