quinta-feira, 30 de outubro de 2008

LIBERDADE E POLITICA

Nao faz sentido ter blog com censura. Juiz de Fora, ficou conhecida como a A UNICA CIDADE DO BRASIL a ter um blog, por motivos politicos, fora do ar por decisao judicial. A justica entendeu que minha opiniao sobre Custodio Mattos era até mesmo caso de policia. Obviamente que nao estou de acordo, mas respeito a decisao judicial. Estou recorrendo. Estou acabando de escrever um livro sobre as eleicoes de Juiz de fora. Estou de ferias.

13 comentários:

Anônimo disse...

Que pena, Omar! Vc vc contribuiu mt para Juiz de Fora!

decepcionada disse...

omar, voce não está sozinho contra essa vergonhosa eleição de jf.Desde o ultimo domingo quase cinquenta por cento da populaçâo estarrecida com os acontecimentos de como se deu a eleiçâo, esta de luto.Uma eleiçao marcada de boatos preconceituosos, um candidato estilo tucano: raivoso, prepotente, pousando junto com uma familia preconceituosa, de bonzinho.Sem contar do rio de dinheiro que desaguou em jf. Que triste!

Anônimo disse...

VARGOLHOSA A ÉLEIÇÃO DE JF.

EVIDENCIAS NITIDAS QUE ALGO OCORREU NA PERIFERIA DA CIDADE PARA APOIAREM DE FORMA IMPREVISTA CANDIDATO TUCANO.

JF ESTÁ PODRE, SUJA E EM FORTE DECADÊNCIA EM TODOS OS ASPECTOS.

JDEFORANOS NECESSITAM PADRULHAR AINDA MAIS, POIS EXISTE AINDA MUITO CHEIRO DE BEJANISTA E DENLURPISTAS E MENSALEIROS NO AR.


MARRINHA DO LINHARES.

celia disse...

oi omar. senti sua falta dia 27, para nos acalmar do absurdo q foi a eleição em jf. sou do interior acostumada ao coronelismo,voto de cabresto,mas o q aconteceu em jf,no bairro progresso foi de dar odio, atacaram exatamente com mais força e grana a zona 154,onde margarida era mais forte.pessoas receberam 30,00,umA camisa branca e adesivos do todinho,para votarem nele,fazerem numero na rua e gritarem baixarias contra a nossa margarida,foi um horror.dinheiro entrava e saia de casa na rua carlos rocha.a policia federal foi acionada, mas nao encontraram nada. perguntaram a dona da casa e ela disse q não estava acontecendo nada. um dos vereadores do bairro escondeu atras da arvore e logo em seguida passou para o lado do pessoal da margarida e começou a conversar, depois pegou seu carro e sumiu.vimos um acessor do mesmo vereador levar duas senhoras que esperavam a mais de 1 hora na porta da tal casa,para longe de nos e lhes dar dinheiro; mas como provar, se até seu blog foi censurado?voce pode ser doido,mas fala o que nos 50% que fomos margarida de graça temos vontade de falar. Estamos lhe aguardando para cobrar do todinho , topico por topico do seu belíssimo programa. abraços da amiga, celia

Anônimo disse...

Prezado Omar! Estamos aguardando anciosos o que você tem a dizer sobre o processo eleitoral em JF. Ficou no ar um sentimento de que algo de muito errado ocorreu,além da clara exibição de preconceito.

Anônimo disse...

estamos de olho, o Sr. prefeito eleito desta forma vergonhosa, ganha mas carrega consigo a mancha para seu caminho, qualquer vacilo o colocará em paralelo ao ex-prefeito; foi covarde ao discriminar pessoas de longe a ele muito preparadas mas ainda acrediti que o retoro virá e de uma forma bastante saborosa; aguardem.

Marcio disse...

E depois o Lula e o PT dizem com o maior orgulho que o Brasil e um país democratico.Que democracia e essa em que o perdedor não aceita a derrota?Ja sei,o Brasil e democracia quando atende os interesses do PT e de seus parceiros.Esse chororô esta demais.A Marrinha do Linhares esta confundindo alho com bugalho.O Bejani não tem e nunca teve nada,absolutamente nada com o Custodio.Lembro a amiga que na ultima eleição realizada em JF,o Custodio perdeu exatamente para o Bejani e nem por isso o Custodio e seus eleitore arrumaram esse chororô todo.E olha que muita,mais muita gente que votou na Margarida,votou no Bejani.Acorda galera,a pagina virou.

Rio de Janeiro a Dezembro disse...

Eu trabalho na livraria Saraiva do Independência Shopping e farei de tudo pra voce tentar vender seu livro lá. Só vai ser preciso você ter nota fiscal. E bem que eu notei que seu blog estava uns dias fora do ar. O que foi uma pena! Já trabalhei no jornal panorama, bem no início, na parte dos classificados e na época achava que você era igual aos políticos mentirosos da cidade. Hoje, sinto que você é uma pessoa que está desafiando os políticos que odeio. Parabéns pra você Omar. Pela sua coragem e pela sua vontade de querer o melhor para Juiz de Fora. O CústÓDIO ganhou, mas vai vai ter muita dor de cabeça pra conseguir ficar no cargo.

Rio de Janeiro a Dezembro disse...

Eu trabalho na livraria Saraiva do Independência Shopping e farei de tudo pra voce tentar vender seu livro lá. Só vai ser preciso você ter nota fiscal. E bem que eu notei que seu blog estava uns dias fora do ar. O que foi uma pena! Já trabalhei no jornal panorama, bem no início, na parte dos classificados e na época achava que você era igual aos políticos mentirosos da cidade. Hoje, sinto que você é uma pessoa que está desafiando os políticos que odeio. Parabéns pra você Omar. Pela sua coragem e pela sua vontade de querer o melhor para Juiz de Fora. O CústÓDIO ganhou, mas vai vai ter muita dor de cabeça pra conseguir ficar no cargo.

Renata disse...

Olá, amigos,

Vamos lutar por uma Juiz de Fora mais transparente e democrática! Divulgue:

http://transparenciajf.blogspot.com/

Participe!
Beijos e bom final de semana,
Renata.

João Carlos disse...

A amplitude da conspiração tucana‏


1. Havia, na véspera e no dia das eleições, um sentimento generalizado de que a Margarida sairia vitoriosa, sentimento este registrado até na última pesquisa do IBOPE, na pergunta sobre quem seria o vencedor;

2. Como a Tribuna noticiou (abaixo) a "boca de urna correu solta", ou seja, deixem os compradores de voto agirem à vontade:

Tribuna de Minas - 27/10/08: Boca-de-urna correu solta na cidade
“Apesar das muitas denúncias de irregularidades, apenas um homem foi encaminhado à Polícia Federal (PF). O eleitor teria colado adesivo do candidato do PSDB na urna eletrônica de sua seção, na Escola Estadual Delfim Moreira, no Centro. Ele foi ouvido e liberado. A boca-de-urna correu solta nos bairros Marilândia, São Pedro, São Mateus, Granbery, Barbosa Lage, Santa Cândida, Santos Anjos, Milho Branco, Fábrica e Bandeirantes.
Denúncias de propaganda irregular, envolvendo, inclusive, vereadores eleitos, chegaram à Justiça Eleitoral. No Santa Cruz, houve denúncia de venda de votos, e no Centro, em Linhares e no Santa Luzia, policiais verificaram informações de venda de bebida alcoólica, mas nada foi confirmado.
Cabos eleitorais chegaram a ser advertidos pela polícia, mas ninguém foi detido. “As pessoas estavam dispersas, andando em duplas, e não portavam material de campanha. O nosso papel foi apenas orientá-las para não ficarem aglomeradas, evitando confusões”, disse o coordenador de Fiscalização da Propaganda Eleitoral, Gerson de Almeida, que destacou o alto número de denúncias falsas.
A suspeita de falsificação de título de eleitor virou caso de polícia no Parque Guarani. Na seção eleitoral 141 da zona 154, na Escola Municipal Paulo Japiassu, um homem teria votado no lugar de outro. O primeiro a chegar ao local teria apresentado título original, porém, registrado assinatura no livro diferente da do primeiro turno. Um segundo eleitor, portando xerox do mesmo título, se apresentou com documento de identidade, confirmando os dados constantes nos registros do TRE. Ele formalizou queixa na polícia.
Apenas três urnas apresentaram defeito e precisaram ser substituídas. Os problemas nos equipamentos aconteceram nas zonas eleitorais 152, 153 e 349 e ficaram concentrados nos bairros Jóquei Clube, Ipiranga e Santa Helena.”

3. Nos dias posteriores à eleição as conversas giravam só em torno dos muitos casos que todos sabiam de compra de votos, praticamente confirmada pela preocupação de 2 "ilustres" compradores em tentar explicar o episódio em que estiveram envolvidos. Vejam, ainda na Tribuna, os que eles disseram:

Tribuna de Minas – 29/10/2008: Compra de votos
Vereadores desmentem boatos

“O vereador Rodrigo Mattos (PSDB) rebateu ontem, durante reunião na Câmara Municipal, os boatos de que teria sido preso por compra de votos, no último domingo. O dia do pleito foi marcado por denúncias envolvendo pagamento de eleitores e realização de boca de urna, algumas citando nominalmente parlamentares eleitos. “Surgiram vários boatos de que eu fui preso com mala de dinheiro. Isso me incomodou muito”, reclamou, acrescentando que recebeu diversos telefonemas de pessoas querendo confirmar a história. “Gostaria de dizer que nada aconteceu; não fui preso, não fui autuado.” O vereador manifestou, ainda, sua preocupação com o fato de que o rumor sobre compra de votos possa colocar em xeque a credibilidade do pleito. “Receio que isso possa manchar não só a minha imagem, mas também a imagem do processo eleitoral, fazendo as pessoas duvidarem do resultado.” O tucano garantiu, também, que os responsáveis pela notícia, espalhada, segundo ele, até via mensagem de texto no celular, serão interpelados judicialmente.
Outro vereador cujo nome foi envolvido nos boatos sobre boca de urna, Isauro Calais (PMN), já havia manifestado seu descontentamento na reunião da última segunda-feira. Na ocasião, ele desmentiu a informação e disse que, em função disso, chegou a ser abordado pela Polícia Federal. Apesar disso, afirmou não ter tido nenhum problema com os policiais. “Alguém querendo aparecer ou desestabilizar a militância que estava defendendo a candidatura do deputado Custódio Mattos (PSDB) fez essa denúncia. É mentira”, contestou. “Estava apenas tomando um solzinho e agradecendo aos meus eleitores. Era um momento de encontrá-los.”

4. Contrariamente à previsão da "justiça" eleitoral, a apuração demorou pouco mais de 1 hora, ao invés das 3 horas previstas. E a proclamação do resultado foi também em tempo recorde. Jornais de MG divulgaram que JF foi a mais rápida na apuração de todas as cidades mineiras.
5. No dia seguinte às eleições, o candidato do PSDB correu à Prefeitura para iniciar a "transição", numa clara preocupação de tornar a sua eleição um fato consumadíssimo. Correu também ao Palácio da Liberdade, tudo sob o foco da Tribuna de Minas, para levar as "reivindicações da cidade".
Nunca antes tinha visto em JF tanta rapidez do término das eleições à assunção da Prefeitura (pois de fato foi o que aconteceu, com o interino logo franqueando-lhe tudo), antes mesmo da data oficial.
O que escondem os tucanos e cia. ?

Renato de Almeida disse...

Que bom que pelo menos o blog está de volta.
Mas como ser punido por uma opinião quando a definição de um blog é um espaço público para publicar, tornar públicas, idéias e sobretudo: opiniões?
Me sinto revoltado na "pseudo" justiça (que escrevo com letras minúsculas, por revolta mesmo) que pune alguém que usa seu direito a liberdade de expressão e não pune vigaristas que compram votos à luz do dia, em praça pública e no Centro da cidade.
Postei em meu blog manifesto contra a retirada do seu blog do ar e sempre que ocorrer algo desse tipo procurarei sempre mobilizar a todos que conhecer para se manifestarem também contra esses abusos vergonhosos.

Anônimo disse...

Omar,
vamos ter que continuar fiscalizando essa corja de mensaleiros que toma posse de nossa cidade...
Hoje fiquei sabendo que o vagabundo do Cu....odio colocou o VICENTÃO como chefe do DENLURB...Ele é outro BEJANI...Infelizmente estamos denovo na mão deles...Mas o povo é burro se vende por 50 reais... dinheiro esse que é deles mesmo...mas fazer o que se eles são bobos...