segunda-feira, 27 de julho de 2009

O ENTULHO BEJANISTA

Vai de vento em popa a nova atividade do ex prefeito Carlos Alberto Bejani: é o feliz proprietário de uma empresa que recolhe entulho. São caçambas e caminhões novinhos à disposição do mercado . É Bejani sempre mostrando sua aptidão empresarial para tudo o que é ligado à lixo em geral.

Mas nesse negócio bejani tem concorrente: custódio mattos. O prefeito está se aprimorando no setor de sujeira em geral. Sua escola começa com Marcos Valério . Nesse momento quer participar do promissor negócio que é a logística operacional de coleta de lixo. Por isso, custódio não abre mão , e quer porque quer que os caminhões do Demlurb sejam de propriedade particular.


O maior amigo do atual prefeito e seu ex superintendente da Amac , Josemar da Silva, já possui dezena de caminhões fretados para o Departamento. Todos em nome de irmãos. E custódio além de mentir para o povo dizendo que compraria novos caminhões, repito, quer porque quer a privatização da frota do Demlurb. Porque será?

Mas o negócio principal de bejani não é entulho: é o transporte do lixo que será feito da cidade até o novo aterro da Queiroz Galvão na Dias Tavares. Só a desnecessária distância a ser percorrida entre o centro da cidade até o novo aterro, fará com que o preço da tonelada de lixo transportada já seja um negócio de ouro, proporcionando aos donos dos caminhões , faturamento mensal de milhões de reais. Óbvio, pagos com o dinheiro do povo. Dinheiro que falta para a saúde e educação, sobra para o lixo. Literalmente.


Por isso, pelos milhões envolvidos em todo esse negócio e, principalmente pelo fato de Bejani ter entregue o Salvaterra sem concorrência para a Queiroz Galvão é que o ex prefeito terá uma fatia importante do transbordo do lixo de Juiz de Fora até o novo aterro. A Queiroz Galvão vai cumprir os compromissos acertados com Bejani, pois afinal foi o ex prefeito quem deu , ilegalmente, para a empreiteira a administração do aterro do Salvaterra, com um custo dez vezes mais caro. A conta tem de ser paga. Até porque, sem Bejani, a Queiroz não teria entrado em Juiz de Fora. Porque não veio antes, na época de Tarcisio? Porque com Tarcisio, não tinha negócio...


Mas o mercado será dividido. Bejani não vai operar sozinho. Também está no jogo Josemar da Silva . Mas antes porém, custódio terá de privatizar a frota do Demlurb. Caso contrário fica sem nada (...). A ação que corre na justiça impedindo o aluguel de novos caminhões está atrapalhando os planos de custódio de privatizar totalmente o transporte do lixo. Caso isso aconteça a estratégia de transferência do monopólio público para as mãos de uns poucos escolhidos vai demorar um pouco mais. Ou até mesmo, não acontecer. Vai depender da pressão politica e de escândalos a nível nacional que devem estourar no setor.


Se a prefeitura perder a ação, Custódio vai continuar insistindo com a mesma mentira de sempre, com o objetivo claro de privatizar o Demlurb: que a prefeitura não tem dinheiro para comprar novos caminhões.


A luta dos vereadores Figueiroa, Betão, Castelar, Noraldino (mesmo tendo votado a favor do relatório que mostra a vida útil de Salvaterra) e Fiorilo é exatamente no sentido de evitar esse monstruoso roubo do dinheiro público. Custódio está estruturando o maior esquema de privatização direcionada para uma quadrilha que quer se apossar do grande negócio do momento: o lixo nas grandes cidades.

Se o Demlurb tiver sua frota privatizada, será a maior negociata , a maior transferência ilegal de monopólio público para mãos de empresários e prefeitos inescrupulosos da história de Juiz de Fora. Até mesmo pior que já fez Bejani, ao doar o aterro do Salvaterra para a Queiroz Galvão.


A ação que corre na justiça impedindo o aluguel de novos caminhões para o Demlurb é fundamental para se evitar mais essa roubalheira histórica , que obrigou, como já mencionei, o atual prefeito até mesmo mentir na televisão dizendo que compraria novos caminhões para o Demlurb. Eleito, sem nenhuma vergonha, muda e propõe a privatização de toda a frota.


O que esperar de custódio mattos, um homem público habituado a receber dinheiro que vem do lixo? Vide os R$ 25 mil que recebeu do Marcos Valério, o pai do mensalão nacional. São por essas e por outras que, em nenhum dos momentos mais críticos da crise politica que culminou com a renuncia de bejani, custódio defendeu Juiz de Fora da roubalheira que se instalou na cidade.


Importante que todos saibam que Bejani já está em campanha para deputado estadual. Terá, por falta , principalmente de oposição do atual prefeito , uma expressiva votação na cidade e, portanto, enormes chances de se eleger ! Anotem: custódio não vai dizer uma só palavra contra bejani. Repito: custódio não vai levantar uma só virgula contra a candidatura do ex prefeito. Sabem porque? Por que além dos compromissos políticos entre os dois, existe o medo que custódio tem de tudo o que Carlos Alberto Bejani diz saber sobre a vida do atual prefeito. Bejani teria dito que coloca custódio na capa da Veja!


Como disse Tarcisio Delgado, por trás desse lixo, tem coisa.

11 comentários:

Anônimo disse...

O AECIO EM SEU GOVERNO DE CHOQUE DE GESTÃO OU SERIA CHOQUE DE ILUSÃO, DEIXOU A POLICIA MILITAR SEM COMBUSTÍVEL E SUCATEOU A POLICIA CIVIL. ASSIM QUE ELE QUER SER PRESIDENTE, FALA SÉRIO.....

REALISTA

Easy Rider disse...

SABEM O QUE É ENTULHO?

SOBRA, RESTO, LIXO...
COISA SEM SERVENTIA
PALAVRAS QUE CAEM COMO UMA LUVA NA PESSOA DO LADRÃO BEJANI.

AAAAAGORA ENTULHO BEJAANISTA É AQUIELA GENTINHA QUE COME MERDA, VENDE O VOTO E VAI CONTINUAR ASSIM.
ENQAUNTO HOUVER CUSTÓDIOS NO MUNDO...

Anônimo disse...

Se num tem dinheiro pra por gasolina como vai construir viadutos,tricheiras e hospital.As viaturas da Polícia Militar só podem abastecer de dois em dois dias com 10 litros e cinco para motos. Ninguem fala nada...ninguem faz nada...tá tudo bem...

Anônimo disse...

Deu no jornal Extra de hoje, Justiça cassa o mandato do prefeito e vice, por compra de votos. Onde??????

Anônimo disse...

Não tenho a menor duvida que Bejani sera eleito deputado ano que vem.Primeiro pela ignorancia do povo,que ate agora não entendeu que os maiores prejudicados por toda roubalheira que o Bejani fez,são eles mesmos.Afinal quem usa transporte coletivo,SUS,colegio publico,enfim,a estrutura da prefeitura que deveria servir ao seus habitantes.O que me deixa triste nisso tudo e ver que no Brasil o crime compensa.Olha o exemplo desse cidadão que veio da baixada fluminense com uma mão atras outra na frente,e hoje e tão rico e poderoso,que esta acima da lei e da justiça.Pobre Brasil.

Anônimo disse...

SR Dr Omar,

O Sr tem que divulgar que o Bejani montou um hipersupermercado em Ewbanck da Camara mais sofisticado do que os Bahamas de Jf. Ele fica la dentro numa salinha comandando tudo e vendou o lava -jato da BR 040 para um ex ascessor de gabinete.. Pode averiguar .. Proximo passo ... colocar um supermercado em cada cidade que ele posso ter voto..

abraços

Anônimo disse...

Tem tudo a ver a nova atividade do Bejani pois na Central de Tratamento de Resíduos da Queiroz Galvão, em Dias Tavares vai ter uma Unidade de Triagem e Reciclagem de Resíduos da Construção Civil (vulgo entulhos).

Anônimo disse...

omar,é só o custódio conversar com os dois irmãos, que o bejani roubou e destruiu, que ele vai ter muitas figurinhas para trocar com o bejani, não vai precisar ficar com medo dele ,só que ele vai aparecer na revista mais importante dos u.s.a,na time,depois na veja,se o bejani estiver por aí,ele sabe que é a verdade,volta para nelson hungria em um minuto,ainda não sei porque não destruiram o bejani ,sei que é só desenterrar e entregar a vc .

Luiz Valle disse...

uma sugestão para o nome do próximo depósito de lixo de JF:
BEJASTÓDIO!!!!.. uma homenagem aos dois prefeitos que são um lixo!!!!

Antonio Carlos disse...

Po onde anda o prefeito de Juiz de Fora/ alguém sabe me disser? faz um bom tempo que ele não aparece, para toda é qualquer desculpa sobre a estagnação de nossa cidade (em quase todos o setores) sempre nos deparamos com secretários e acessórios.

Easy Rider disse...

Êta luta desigual.
Se alguém tem provas, não fique como o Omar, sózinho, falando para o deserto:
Que atire a primeira pedra.
Ou o primeiro caco de tijolo...