quarta-feira, 17 de novembro de 2010

A CRISE ECONOMICA MUNDIAL E O BRASIL

A quebra do sistema bancário internacional, há cerca de três anos, obrigou o governo americano e, a Comunidade Economica Europeia, a injetar trilhões de dólares e euros em seus bancos para evitar um absoluto colapso no sistema financeiro mundial.

Desde então e, mesmo assim, as economias americana e europeia não conseguem crescer. Em outras palavras, estão paradas, sem criar empregos e, sem conseguir engendrar um novo ciclo de desenvolvimento. Ao contrário, além da estagnação, aumenta-se o déficit público para dar sustentação economica aos seus cidadãos que não conseguem trabalho.

A Grécia foi a primeira a declarar sua falência. Agora, é a Irlanda que avisa sua inadiplência. O governo Obama, numa tentativa desesperada de fazer o país voltar a crescer, injeta USD 600 bilhões no mercado, na esperança que os bancos, que quebraram há três anos, emprestem ainda mais para os consumidores americanos, que com medo de mais crise, puxam a economia para baixo, sem consumir o que seria necessário para o reaquecimento industrial, não só da América, mas como de todo o mundo.

Portugal e Espanha (além da Irlanda), em breve, também não terão como escapar da crise: vão declarar sua total incapacidade de gerir e, honrar suas dívidas externas. Resultado: mais uma vez, a CEE será obrigada, como fez com a Grécia, a injetar centenas de bilhões de Euros nesses países membros da Europa unida monetariamente.

E o futuro ? Poucas perspectivas de recuperação da Europa. Portugal e Espanha não tem o que exportar, muito menos compradores para seus produtos mais conhecidos (?) e, o mercado interno, estagnado, para não dizer em recessão, não propicia chances de retomada de um ciclo de crescimento economico significativo. Portanto, ambos países, sem grande futuro.

A Itália, com déficit público que alcança mais de 110% de seu PIB, também não consegue dinamizar sua economia.

O problema é : como induzir economias de países desenvolvidos como os Estados Unidos, a nação mais poderosa do planeta, à gerar mais riqueza . O país está "pronto". Estradas ? O país é cortado e retalhado pela maior malha rodoviária do mundo. Aeroportos, sistema de saúde, escolar etc., ídem.

França, Inglaterra e Alemanha, na mesma proporção, vivem esses mesmos problemas de nações ricas. Em outras palavras, não há muito o que fazer.

Se observarmos também o Japão, esse país não cresce há décadas, por acúmulo de capital, riqueza e qualidade de vida. Tudo está pronto. Todo mundo tem tudo. O consumo torna-se, literalmente, inelastico, permanecendo absolutamente estagnado.

O mercado imobiliário, termômetro para analise do aquecimento da economia, "acabou" nos Estados Unidos, mesmo com taxa de financiamento, próximo de 3% a.a (!!!), com 35 anos para pagar. Na Europa, os preços já começam a despencar e, o estoque de imóveis, a subir à níveis jamais vistos nos último 10 anos.

No Brasil , ao contrário, os imóveis estão subindo de preço à níveis jamais vistos e, nunca imaginados. No Rio de Janeiro, na Zona sul, os preços já atingem os padrões das grandes capitais europeias e americanas. Um apartamento de dois quartos no Leblon e Ipanema já alcança o inacreditável valor de USD 1 milhão, e com pouquissimas ofertas. As construtoras levantam recursos no mercado de capitais, com a mesma facilidade que o cidadão vai a uma praia. Sobram recursos e, se investe em novas construções Brasil afora. Nunca se viu nada igual.

Alguém ganha com essa estagnação economica dos paises ricos? Pode ganhar o Brasil . País a ser construído. Sobra dinheiro no mundo. Faltam bons projetos. Se o Brasil melhorar o índice de educação de sua população, e baixar os índices de corrupção do Estado e, por fim, aprimorar a legislação trabalhista, poderá ser tornar a mais promissora economia do planeta. Poderemos viver um surto de desenvolvimento duradouro e sustentável .

Poucos países apresentam condições e variáveis tão boas como o Brasil, sobretudo quando analisamos o potencial das obras públicas emergentes (novas estradas, saneamento, aeroportos etc.), mas principalmente pelo mercado interno, formado, hoje, por quase 100 milhões de consumidores (quase uma Itália e França juntas !). Aí moram os grandes atrativos de nosso país, atrelado à uma democracia estável.

Quem perde com a economia ocidental parando ? A China, principalmente, na medida em que os Estados Unidos deixem o dólar derreter em todo o mundo e a Europa não cresça, as exportações chinesas, mais cedo, ou mais tarde, irão despencar. Só não se sabe em quanto tempo a crise chegará à China. Estou convicto, que esse dia não demora muito para chegar.

Enfim, nosso futuro depende de como vamos conduzir o país. Se o homem público brasileiro e, o Estado, que deveria ser o guardião do ideal republicano, evoluírem como avança a tecnologia, o Brasil poderá ser um grande país.

Infelizmente, não posso sonhar tanto. Basta ver o baixo nível intelectual e moral de gente que é eleita para o executivo e, para todos os níveis do legislativo. Pior ainda, a politica em nosso país se tornou um negócio familiar. Pai, mãe, filho, sobrinho tomam conta do pedaço e, só apoiam, e elegem, pai, mãe, filho e sobrinho ! E o mais lamentável, com o voto do povo, que se deixa roubar, resultando, inexoravelmente, com a subtração dos valores republicanos .

Para mim, politica não deveria ser uma profissão, mas sim , vocação. Aos perdedores, como é o meu caso, resta respeitar a decisão de sua excelência, o eleitor, o seu voto. Ponto final.

Nem assim , deixo de acreditar no futuro do Brasil, que está sendo construído pelas nossas mãos e, não por políticos corruptos. As pessoas de bem não querem fazer politica. Ao contrário, se afastam, pois a consideram sinônimo de corrupção, baixo nível e máfia. O futuro do Brasil está em mãos de quem trabalha, menos dos políticos e, muito menos do Estado.

Mas, sonhar com mais eficiência com os nossos impostos, menos corrupção , menos conversa fiada e, mais trabalho, é de graça. O Brasil pode dar certo. Por isso, continuarei sonhado e acreditando.

6 comentários:

walquiriamolina disse...

Bela reportagem esta Omar você mais uma vez demonstra sua capacidade intelectual que poucos tem neste nosso Brasil.Pena que você não foi eleito,mas aqui em nossa região ganha quem paga mais como alguns forasteiros que veem aqui um dia e da um pé de sapato e volta depois da eleição para dar o outro.Este é nosso Brasil,quanto ao nosso país eu tenho muito medo pois nas mãos de quem está só Jesus para salvar.abraços walquiria

Thiago Chaves disse...

Bom dia Doutor Omar Peres.
Meu nome é Thiago e queria deixar aqui registrado, minha enorme admiração pelo blog do senhor. São de pessoas assim que esse Brasil precisa e de informações desse nível para abrir nossos horizontes e nos mostrar a realidade. Acompanho seu blog diariamente, as vezes discordo de alguma coisa, mas isso faz parte da democracia em que vivemos. E a partir desse acompanhamento, inspirei-me e fiz um blog também, focando os bastidores da política. Queria pedir ao senhor que se possível desse uma olhadinha lá, ou quem sabe me desse o prazer de um comentário. Desde já agradeço a atenção e quero deixar aqui registrado o meu apoio para 2012! Vamos tirar os mattos de vez da nossa prefeitura.

Meu blog é www.mileniojovem.blogspot.com
Abs.

Rogério de Moraes disse...

RIR AINDA É O MELHOR REMÉDIO:

Um alemão, um francês, um inglês e um brasileiro
apreciam o quadro de Adão e Eva no Paraíso.

O alemão comenta:
- Olhem que perfeição de corpos:
Ela, esbelta e espigada;
Ele, com este corpo atlético, os músculos perfilados.
Devem ser alemães.


Imediatamente, o francês contesta :
- Não acredito. É evidente o erotismo que se desprende das figuras…
Ela, tão feminina…
Ele, tão masculino…
Sabem que em breve chegará a tentação…
Devem ser franceses.


Movendo negativamente a cabeça o inglês comenta :
- Que nada! Notem a serenidade dos seus rostos, a delicadeza da pose, a sobriedade do gesto.
Só podem ser ingleses.

Depois de alguns segundos mais, de contemplação silenciosa,
o brasileiro declara :
- Não concordo. Olhem bem:
não têm roupa,
não têm sapatos,
não têm casa,
tão na merda…
Só têm uma única maçã para comer.
Mas não protestam ,
ainda estão pensando em sacanagem e pior,
acreditam que estão no Paraíso .
Só podem ser brasileiros…

MARCIAL FONTES disse...

Só mesmo na "Nova Juiz de Fora" é que se pode ter tantas frentes de batalha, no que leva o caos no trânsito no centro. Parece que é de propósito, para mostrar serviço, mesmo ficando os trabalhadores/operários ociosos esperando por materiais ou equipamentos...Já que foram tantas as promessas de campanha (45) do tucano bico grande e IPTU enorme, na construção de pontes, viadutos e trincheiras, que certamente ficaram para quando vier os jogos da copa 2014 e olimpíadas 2016...

Thiago disse...

Caro Omar...

Lendo este seu texto eu notei um cilclo histórico de sucessão dos possíveis "impérios" que influênciam a dinâmica da economia mundial no decorrer dos tempos...
A Itália, que antes era o poderoso Império Romano, hoje "vive de aparências". Assim como todas as grande metrópoles européias do antigo tempo do colonialismo.
É indubitável a possibilidade de o Brasil vir a se tornar uma das potências do século XXI, mas pelo que parece, estamos trilhando os mesmos errôneos passos que trilharam Espanha e Portugal, que no século XVI e XVII se entupiram de ouro e diamantes, torraram tudo e hoje estão ai esmolando para as demais nações da C.E., pois, percebo que, do jeito que está, a riueza do pré-sal vai escorrer pelas mãos. Fora que, convencidos de que na crise de 2008 foi uma simples "marolinha", os brasileiros ainda não perceberam a possivel crise genuinamente brasileira que esta por vir...que por consequência do crédito fácil, o brasileiro comprou mais do que ganha e consequentemente a inadimplência está transbordado e assim como ocorreu nos EUA, o povo não está ajudando, de fato, a economia.
Hoje o brasileiro consome mais produto da China do quê derivados nacionais. E a corrupção e a Incopetência de todos os setores do poder ainda piora a situação.
O quadro para o futuro do nosso país é bem tenebroso meu amigo...
Precisamos de homens com coragem para enfrentar a situação e direcionar nosso país para o progresso neste século senão....
por isso mesmo... eu lhe imploro meu amigo, NÃO DESISTA!!! Em 2012 daremos início a um novo horizonte para nossa nação... e vai começar ai em JF

Um grande abraço

Thiago Coelho

João disse...

Diante deste quadro, acredito que a historia desta piada se tornará verdadeira:
- Um alemão, um frances, um ingles e um brasileiro;
O alemão diz, vou comprar a mercedes benz e a bmw e fazer uma grande empresa.
o frances diz que comprará a torre eiffel para colocar no quintal dele; o ingles diz que comprará o big ben para ser so seu.
Ao que o brasileiro responde....
NÃO VENDO!!!!!

ps: Sr. Rogerio, com esta eu faço sombra à sua piada.

O detalhe é que este ricasso brasileiro deve ser de juiz de fora...