quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

E O TUPI ?

Não se fala mais na venda da sede ! Soube que foram apresentadas somente duas propostas e, que até o momento ainda não havia sido tomada nenhuma decisão. Conversei longamente com o ex Presidente Juninho que já se colocou radicalmente contra a venda da forma como está sendo conduzida a operação. Sua posição, assim como a minha , é de não permitir, em hipótese alguma a venda da sede, sem que antes se faça um projeto que viabilize o futuro do clube. Seu raciocínio faz todo sentido, cuja tese que lancei há tempos aqui no blog é de que vender por vender patrimônio não resolve os problemas estruturais dos clubes brasileiros, vide o Botafogo do Rio que vendeu o tradicional estádio da Rua General Severiano e, depois dessa operação o clube praticamente não ganhou mais campeonatos, perdendo prestigio e popularidade. E pior: vendeu, recebeu uma fortuna, "pagou as dívidas" e ficou, como ainda está, devendo dezenas de milhões de Reais.

Seria favorável a venda de patrimônio, como disse, mas desde que haja um projeto de futuro para o clube. Por exemplo, a construção de um shoping no local, que renderia vultoso aluguel para o Tupi, como fez o Atlético Mineiro que viabilizou essa operação com muito sucesso em seu antigo estádio, localizado em um dos bairros mais valorizados de Belo Horizonte. O popular clube mineiro arrendou a área por 25 anos, recebendo alugueis mensais , cuja operação tornou-se a sua maior fonte de renda. Se tivesse simplesmente vendido, como propõe para o Tupi o presidente Áureo Fortuna, o Galo de Belo Horizonte estaria hoje sem patrimônio, mas cheio de dívidas.

Juninho me disse que chegou a conversar com empresários interessados em fazer o mesmo aqui em Juiz de Fora, mas como deixou a presidência, as conversas não foram adiante. O ex presidente me disse que vai impugnar judicialmente qualquer tentativa de venda, pois não se pode, em tão pouco tempo, tomar decisões sobre um patrimônio que levou décadas para ser construído. Me disse também que todo o rito processual que exige o estatuto do clube não está sendo respeitado e, que só por esse motivo, dentre outros , a venda da sede não vai acontecer.

Ano que vêm haverá eleição no Tupi. Juninho disse que vai haver oposição e, que pode ser ele ou não o candidato , mas no mínimo alguém apoiado por ele. E o pleito acontecerá na sede do clube que continuará sendo do Galo de Juiz de Fora.

20 comentários:

Anônimo disse...

Juninho e aquele ex-presidente do Tupi? Se for o proprio vocês estão de sacanagem.

Anônimo disse...

Concordo plenamente que o patrimônio do Tupi não pode ser vendido (ou quase dado para amigos empresários). Mas o Juninho é a última pessoa que pode falar alguma coisa a respeito do Tupi. Candidato novamente ... NÃO. O Tupi não merece. O conselho e os torcedores não podem permitir. Ainda mais que pode ter alguém por tráz da candidatura dele.

ROGERIO DE MORAES disse...

A SOLUÇÃO DO TUPI É A MESMA DE jUIZ DE FORA:

OMAR PERES

ÊTA HOMEM DE VISÃO
ONDE ELE PÔE A MÃO DÁ CERTO...

MUITO DIFERENTE DO CUSTÓDIO, QUE SÓ QUER POR A MÃO NO CETRO.

PRA QUEM NÃO TEM TANTA CULTURA ASSIM LÁ VAI:
Os cetros ou ceptros são distinções de mando sob forma de bastões curtos.

Os chefes de várias culturas adotaram o cetro ao longo dos séculos como sinal de autoridade, fazendo-o consistir em uma vara ou bastão mais ou menos rico e adornado que poderia conter alguma figura simbólica. Os da Idade Antiga, ostentavam os deuses e imperadores tinham a forma de haste ou vara elevada. Os da Idade Média se apresentavam mais curtos e ricos e os da Idade Moderna eram mais pequenos e adornados.

ALGUÉM PODERIA ME DIZER O TAMANHO DO CETRO DO CUSTÓDIO?

Anônimo disse...

E o Tupi?

Olha já está chegando o carnaval, sseria bom o Clube ficar esperto, já que tá cheio de gente querendo depenar o galo, fazer uma fantasia de cacique, e come-lo assado.

Imaginem o presidente Áureo, vestido de cacique ou morubixava, como queiramm todo serelepe (com os bolsos cheios) saindo na Banda Daqui, cantando mamãe eu quero.

Realiza, Omar, realiza

Alguém que trabalha na prefeitura mas não suporta o Vitor Valverde disse...

Uma reclamação:

Não se pode ser criativo, irônico ou escrever em caixa alta que é o Rogerio de Moraes.
Não é possivel que só pensem que ele tem esses atributos.
Em Juioz de fora tem mais gente inteligente, o problema ´que nem sempre podemos dispor de nossa identidade.
Esta postagem foi feita num computador demuma secretaria da prefeitura e ira se auto destruir em 5 segundos

Anônimo disse...

Omar, vc quem e o Juninho. E o ex-presidente? Juiz de Fora, não merece isso não tem como planejar o futuro de um clube de uma cidade, voltando a um passado que não deu certo. Com todo respeito, vamos renovar a administração de nossos sonhos, nao se esqueçam que o Tupi e o time do futuro desde que eu nasci e isso já tem 22 anos.

Anônimo disse...

Caro Omar Peres,voce e merecedor de todo meu respeito,mais o simples fato de citar esse cidadão Juninho e uma afronta ao Tupi e aos seus torcedores.Esse mesmo Juninho que voce conversou por longo tempo e o mesmo que entrou com varias ações trabalhistas contra o clube,em favor de seus familiares(pai,irmão,primos,etc)que ele mesmo empregou na infeliz epoca que foi "presidente" do Tupi.Outro desastre(se e que pode definir assim)foi a parceria que ele fez com o Bretas,empresa essa que saiu correndo,com toda a razão,de Santa Terezinha,quando viu a roubada que ela estava entrando.Concordo plenamente que e um absurdo vender a sede,ou qualquer outro patrimonio do Tupi,mais o simples fato de escutar esse "presidente" e uma afronta ainda maior para a nação Carijo.

Anônimo disse...

QUEM ESTA PEGANDO O DINHEIRO DA VITAL ENGENHARIA(QUEIROS-GALVÃO),É O JOSÉ MAURICIO ARANTES BRAGA,TAI POLICIA FEDERAL, É SO SEGUIR O RASTRO DO DINHEIRO.

Célio disse...

Eleição no Tupi... oposição....
vamos ver no vai dar.

A Oposição poderia começar prescionando o Sr. Áureo a não deixar que um jogo com mando do Tupi sai do Màrio Helênio....
Se sair, caso realmente o estádio não seja liberado, que se transfira o jogo a um campo neutro, não pra casa do adversário, aí é assinar atestado de idiota, mané prego, imbecil, jumento, etc., etc., etc.

Querer um jogo contra o Atlético, com o mando de jogo do Tupi, levar pro Mineirão... TÁ DE SACANAGEM, como diz o Neto, comentarista da Band.... TÁ DE BRINCADEIRA.

Célio

Anônimo disse...

Caro Omar,
Como tinha pedido ontem está aí meu desabafo.

Repudio ao Processo Eleitoral de Juiz de Fora em 2008.

"Obrigado a todos por estarem aqui conosco, mais uma vez, nesta empreitada política."
"Obrigada por deixarem seus lares, seus afazeres para ouvirem nossas propostas."

Assim começava mais um dia na campanha eleitoral de nossa cidade. Percorríamos a pé ruas, becos e ruelas, levando a nossa cidadania, solidariedade e esperança a todos por uma Juiz de Fora melhor. Muitas vezes debaixo de chuva com os pés atolados em esgotos à céu aberto, vendo crianças descalças e famintas, indiferentes a tudo e a todos. Percorrendo toda cidade vi o quanto Juiz de Fora estava abandonada e que a população chamava por mudança.
Naquele momento, percebi que aquela mudança teria que vir de dentro de cada um, valorizando o seu voto, mostrando que "ele" não tem preço, que uma cesta básica não duram quatro (4) anos. Juiz de Fora pede socorro em todos os aspectos: saúde, educação, meio ambiente, transporte, economia, etc. Tentava levar a todos uma esperança e que votacem consciente, escolhento o melhor para nossa cidade. Infelizmente não aconteceu.
Deixo aqui meu repudio pela compra de votos.
Agradeço a Deus pela oportunidade e a todos vocês, que como eu acreditaram que poderíamos fazer uma Juiz de Fora melhor.

Atenciosamente,

Carmen Machado

Anônimo disse...

Omar,
Tão bom de descobrir pilantras , e foi "conversar longamente "com esse ex presidente,vc tá de brincadeira, pergunta a esse ex presidente o que aconteceu com ele e o Superm.Bretas,sobre a retirada da academia que ela montou e o patrocinio, se vc acreditar meus parabens mesmo.
Sem comentarios...
Alex .......

Anônimo disse...

Omar
Todos nos sabemos que voçe fez um otimo trabalho na frente do Tupi.Infelizmente foi prejudicado por bejani e sua quadrilha.
Entao porque voce nao usa toda a sua expriencia empresarial e se candidata para a presidencia do clube?Seria uma forma de voce mostrar a cidade sua competencia, o que lhe ajudaria futuramente a uma candidatura para prefeito.
o povo de juiz de fora como bom mineiro e muito desconfiado, e voçe ainda nao realizou um grande trabalho que causase impacto na cidade. O tupi pode ser este trabalho, varios presidentes de clubes ja conseguiram espaço na politica como zeze perrela e eurico miranda,não são dois bons exemplos mas conseguiram o que queriam.
O esporte quando bem feito e administrado abre espaços na politica nao tenha duvida disso.

abraço

Anônimo disse...

Estimado Omar, a falência do Tupi está no prelo.

Em um mundo globalizado, competitivo, exigente e demandante de competencias criticas, tudo que existe em Juiz de Fora tem falência prevista e está no prelo.

Quem está disposto a pagar mamatas para prefeitos mafiosos, presidentes corruptos, vereadores bestóides e povo alienado ?

A falência geral de JF está no prelo !! NÃO HAVERÁ MAIS CHANCES PARA ESTA ELITE E ESTE POVINHO QUE NÃO QUEREM ESCUTAR O CLAMOR DE NOVOS TEMPOS.

Macho da Rua Santana,

^^ Contra a gastança na PMJF,no Museu, na UFJF e a favor do não pagamento de IPTU ^^.

Gil disse...

Professor Omar, quanto tempo!

Esta história da venda do Tupi me fez lembrar de um jantar ontem que contou com a presença do atual presidente do Tupynanbás, o sr. Luis Carlos.

Contrariamente ao que acontece no Tupi o presidente do Leão do Poço Rico - muito a vontade - contava que seu clube está saneado e que pretendia fazer uma oferta pelo patromônio do Tupi.

Que ironia, Tupynambás se oferencendo para comprar o Tupi.

Aguardemos os próximos capítulos desta história que ainda não terminou.

Tudo de bom!
GIL

Anônimo disse...

Ao meu amigo do cetro.

Meu caro, pelo visto o cetro dele é curto e está capengando. Na hora que falhar todos os amiguinhos vão correr sem olhar para trás enquanto tiver estrada!

No Imperador, por tudo o que sabemos, ele acha que está protegido do povo. Só gostaria de lembrá-lo, pessoalmente, o que aconteceu a Maria Antonieta e seus brioches!!

Anônimo disse...

Pelo amor de deus... Juninho nao ... so pode ser sacanagem... omar peres vc perdeu seu tempo conversando com este ex presidente. o cara tem que passar longe de santa terezinha... Juninho JAMAIS !!!!!

Anônimo disse...

O Baeta está saneado, mas é rubro de vergonha, por não manter suas tradiçoes das decadas 5--60-70 !

O clube Baeta não existe, pois suas tradições foram destruidas pelo tempo e abandono de seus afiliados.

Na verdade o esporte em JF só tem uma última chance, a de criar o MANCHESTER, que reuniria todos os clubes da cidade em um sistema cooperativado; com FUTEBOL-VOLEY-SALÃO-NATAÇÃO.

Nesta cidade existe muito amadorismo, e as famosa panelas de imcompetencia, nepotismo que fode com a cidade e com todos. No final sobra a juventude imersa em drogas e as elites bebadas nos botecos.

Manchester Clube associados é a nossa única possibilidade.

Marralinhares !

Anônimo disse...

Juninho??? Tá de brincadeira né?

Anônimo disse...

Se for assim o tupi ta branco de medo e preto de velório
ora faça-me o favor seu marrinha
vergonha deve ter é o tupi que nada nada e morre sem nada.

Anônimo disse...

quem é tupi?