quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

O mundo em expectativa

A poucas horas da posse do presidente Obama, dos Estados Unidos, avolumam-se as expectativas em torno de um novo tempo para as relações internacionais, sentimento que se justifica plenamente, porque o que se decide em Washington repercute nos quatro cantos da Terra. O presidente americano, é, sob vários aspectos, um gerente de negócios que afetam a todos.
Hoje, certamente que parte desse interesse procede do desejo de ver chegado o final melancólico do governo Bush, cujo desgaste produz um dos maiores índices de rejeição da política americana nos últimos tempos. Mas Obama é mesmo a referência central, o objeto do interesse geral; eu diria também uma curiosidade universal, por causa de suas origens, da pele, do símbolo de mudança que soube encarnar. É como se o mundo se sentisse em véspera de superar antigas frustrações. E tudo amanhecesse diferente no dia seguinte.
Mas as coisas não são exatamente assim, muito menos da forma como a gente gostaria que elas fossem. Exatamente por governar o país mais poderoso do mundo, Obama tem suas limitações, e não raro vai ceder em suas convicções, forçado por contingências e circunstâncias, que fluem e refluem de complexo e incontrolado jogo de interesses. O caso mais ilustrativo do momento é a guerra do Iraque, que todos gostaríamos de ver terminada amanhã. Provavelmente o próprio presidente assim o desejasse. Mas não depende só dele, só de seu governo. O poder é bom, mas é complicado.
Há que se considerar o caso do Brasil, onde também foi intensa a torcida para que Obama saísse vitorioso, pois se trata de um pacifista, origem negra, como a maioria dos brasileiros, mas, sobretudo, o oposto a Bush. Perfeitamente justificável tal preferência. O que não pode ser desconsiderado é que ele é presidente dos americanos, não nosso. Não haverá de nos contemplar com gentilezas, se elas contrariarem interesses da economia de seu país. Esperar, por exemplo, que Obama renuncie ao modelo protecionista, que nos limita acesso ao mercado americano, é sonhar com o impossível.
A torcida agora é apenas que ele seja o melhor possível para os seus e para o mundo.

10 comentários:

ROGERIO DE MORAES disse...

PRA COMEÇAR, CADA POVO TEM O GOVÊRNO QUE MERECE, OU QUE FAZ POR MERECER.
E POR CONSEQUÊNCIA, TODO GOVÊRNO DIRIGE O POVO QUE O MERECE, OU QUE O FEZ POR MERECER.
PORTANTO CADA CIDADE, TEM NA SUA PREFEITURA, OU NA CÂMARA, VEREADORES E PREFEITOS QUE NÃO APENAS AS REPRESENTAM OU GOVERNAM.
MAIS SÃO UM PERFEITO ESPELHO, DA SOCIEDADE QUE OS ELEGEU.
TANTO PIOR, SE A ELEIÇÃO FOI COMPRADA, AÍ AMBOS SE INTERLIGAM NUM CONLUIO PERIGOSO, SEM DATA PRA ACABAR.
E SE NA AMÉRICA, AS PESSOAS DE BEM CONSEGUIRAM VENCER, A PATÉTICA BANDA PODRE, PODEM, DEVEM E VÃO COMEMORAR E COM MUITA RAZÃO.
AGORA, NÓS...
VAMOS FAZER UMA SEMANA SEMANA SANTA DUPLA ESSE ANO...
QUEM SABE ASSIM PODEREMOS NOS PENITENCIAR NA SEXTA-FEIRA DA PAIXÃO, PELAS LAMBANÇAS DE UM POVINHO MEDIOCRE, QUE POR MÍSEROS TROCADOS, ECUSOU O NOVO, O MODERNO E O HONRADO E LEVOU O NEFASTO MENSALEIRO AO PODER, ATÉ DE ACABAR DE VEZ COM A CIDADE.
E DE QUEBRA AINDA ELEGERAM TICO-TICO, DONA ANA, ETC... ETC...

Anônimo disse...

Ainda sobre mais esse absurdo que acontece em Juiz de Fora,e a total passividade de sua população.A venda do patrimonio do Tupi jamais poderia ser feita do jeito que foi(ou sera).Confesso que quando o advogado Aureo Fortuna foi eleito presidente do Tupi,tive a esperança de novos tempos para o Galo.Afinal e um advogado respeitado em JF,com bons contatos,enfim que as portas iriam abrir finalmente para o Galo poder crescer.Mais a decepção com essa medida absurda de vender parte do patrimonio do clube me fez sentir saudades do Juninho,Monteiro,etc.Pelo menos eles preservaram o que o clube tem de mais importante,que e seu patrimonio.E olha que a gestão dos dois foram no minimo polemicas,como o desaparcimento de dinheiro da tv,empregos e ações trabalhistas de familiares contra o clube,etc.Agora a facada foi bem maior,diria mortal.E mais uma vez a população de JF assiste a tudo passivamente.Se Brasilia e a capital da desonestidade,JF e sua sucursal.

Roberto disse...

vamos correr a sacolinha!!!!

tribuna de hoje

CONSELHO POLÍTICO

Os deputados Bonifácio Andrada (PSDB) e Lafayette Andrada (PSDB) fazem parte de uma lista de parlamentares que comporão um grupo de sustentação do projeto do governador Aécio Neves, que sairá pelo país, a partir do mês que vem, para discutir a realização de prévias, dentro do partido, para escolha do candidato à presidência. Um dia após o jornal “O Estado de Minas” publicar matéria apontando as lideranças, os dois parlamentares, pai e filho, postaram material na internet antecipando o calendário de visitas do governador. “Serão visitados, em média, dois estados por mês, a partir de fevereiro, período em que o Congresso Nacional e as Assembleias Legislativas retornam do recesso parlamentar”. A lista, no entanto, deve crescer, pois não tem nomes como o do prefeito de Juiz de Fora, Custódio Mattos, ainda na presidência do partido em Minas, e do vice-governador, Antônio Anastasia, um dos principais responsáveis pelo andamento da máquina administrativa do Governo.

nesse caso acho que ao invés de correr a sacolinha, o que vai rolar é muita mala preta....

Roberto disse...

De grão em grão o galinho
enche o saco....

Painel hoje

Canalli nomeado

Duas semanas após a mudança de Governo, o ex-presidente da Câmara Francisco Canalli foi nomeado subsecretário da área de incentivo ao esporte e lazer, da Secretaria de Esportes. A decisão está sendo publicada nos atos oficiais desta sexta-feira. Canalli, primeiro suplente do PMDB, foi um dos primeiros a aderir à candidatura do prefeito Custódio Mattos quando ele foi para o segundo turno, a despeito da orientação do seu partido.

êta canalinha esse tal de Canalli
o pior é que de traira em traira, vamos continuar sustentando párias....

a |Josiane vai ser sub-sub-esposa?

Isso é que é...

Familia que canalli unida
permance canalli

LUIZ VALLE disse...

Coitado do Obama!!! o mundo explodindo, tudo dando errado e ele agora tem a missão de "salvador da patria"... ta ferrado, o mundo degringolou de vez e não vai ser ele que vai dar solução... pena que ele vai acabar saindo queimado dessa... tadinho!!! ...que a gente faça a nossa parte, por que de lá não devemos esperar grandes coisas...
E SALVE-SE QUEM PUDER!!!!!!!!!

MENDES BIER disse...

Aqui estamos perdidos e só nos resta esperamos mais 4 anos, e o mesmo deve de novo repetir. Dinheiro, maquina publica, mesmo indice de analfabetismo, putz que tristeza

Anônimo disse...

"PRA COMEÇAR, CADA POVO TEM O GOVÊRNO (sic) QUE MERECE, OU QUE FAZ POR MERECER.
E POR CONSEQUÊNCIA, TODO GOVÊRNO (sic) DIRIGE O POVO QUE O MERECE, OU QUE O FEZ POR MERECER."


• Isso explica os mais de 70% de aprovação do Lulla, o apedeuta.
Um presidente que confessou não ler, que diz ter azia quando lê, merece ser o presidente desse país, uma das nações mais ignorantes do mundo.

Anônimo disse...

Atenção Srs Evangélicos:

ESte é seu secretario do Custódio -
MARCELO GARCIA

Depoimento dele no site
www.marcelogarcia.com.br:

Eu resolvi escrever este livro para compartilhar com vocês o processo que vivi entre a dor e a delicia de me aceitar gay. Hoje vejo ainda muitos jovens sofrendo com uma liberdade individual que precisa ser construída.
Se através das minhas dores e também das minhas delicias eu puder ajudar na construção de uma liberdade coletiva, acho que terei contribuído para que todos de fato se sintam e sejam iguais.
O livro já está nas livrarias.
Você também pode solicitá-lo pelo site da Editora Biruta: www.editorabiruta.com.br/ e pelo e-mail publicacoes@marcelogarcia.com.br
Mais informações nos telefones (11) 3081-5741 ou 3081-5739 (Editora Biruta)


Gente, assim como o Vitinho Valverdinho, o Gustavinho, a MHL (meio enrustida) e a Sueli (meio assumida), o mocinho ou mocinha resolveu soltar o verbo, quero dizer:
Deixou cair a tabuleta...
Nossssçççaaaaaaa que thuthuca...

Anônimo disse...

não sei o que uma opção sexual pode influenciar na administração da cidade, afinal, quando os milhões que o povo gls deixa na cidade ninguém reclama, como dizia os mamonas:"abra sua mente, gay também é gente!!!" O que importa mesmo é a ética, o profissionalismo e o trabalho que vão desenvolver na cidade, tomara que seja bom.

Anônimo disse...

Omar, tem mais detento no HPS do que no CERESP, tirando vaga de quem ta doente de verdade, o que pode ser feito? Tá uma insegurança só aquilo la, ainda mais agora que não podem ser algemados...