segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Demissão ou conivência


Não há outra saída para o prefeito Custódio Mattos: se ele reconduzir ao cargo o atual presidente da Emcasa, Daniel Ortiz, homem de confiança do deputado Edmar Moreira, ficará claro que estará, de fato, dando apoio total aos atos do representante de São João Nepomuceno, o popular Capitão Edmar, expulso do DEM.
Tenho certeza que o Ministério Público Federal vai observar, de perto, toda essa operação, assim como deve estar investigando os motivos e os compromissos que levam o atual prefeito a não romper o contrato do lixão com a Queiroz Galvão. E, ainda, por não romper o aluguel dos caminhões de seu ex-superintendente da Amac, o amigo Josemar da Silva.
Vale lembrar que foram as mesmas cláusulas, exatamente as mesmas cumpridas pela Prefeitura de Juiz de Fora com a Queiroz Galvão, que condenaram um ex-prefeito do Guarujá, em São Paulo. E com a mais absoluta certeza também haverão de incriminar e condenar Bejani e Custódio por improbidade administrativa.
Corre-se o risco, assim como em São Paulo, além de cassação de direitos políticos, de Custódio ter de devolver milhões de reais que estão sendo superfaturados na cidade. Por isso, faço uma sugestão ao prefeito que está em exercício: pare de nomear amigos e exonere de seu governo todas as pessoas ligadas à corrupção, e que não são poucas, como começa a ser facilmente notado.
Faça a limpeza ética, Custódio, para o bem da cidade, e obviamente por sua permanência no poder, pois o número de amigos já nomeados começa a lhe colocar no rol dos prefeitos corruptos como Bejani. Pode acreditar. E mais um conselho: venda o seu palácio do Morro do Imperador. Olha o azar que deram os palácios do Bejani e do Edmar Moreira.

O.P.

12 comentários:

Anônimo disse...

ótima pergunta .........onde estará a policia federal e a justiça em JF ?

alertamos que desejamos que a policia atue com rapidez e coragem contra os traficantes desta cidade, que matam como em um grande genocidio, as nossas crianças com crack, cocaina e maconha.........POLICIAAAAAAAAAA !

Roberto disse...

Tarcisão declara amor a Sarney:

BLOCO DO 'EU SOZINHO'

Em 1974, quando o MDB alcançou a sua maior bancada, elegeu, por Juiz de Fora, o senador Itamar Franco e os deputados Tarcísio Delgado e Sílvio Abreu Júnior. De Pernambuco, entre outros, chegou Jarbas Vasconcelos, o personagem do fim de semana, em razão das duras críticas feitas ao próprio PMDB e às lideranças políticas, como o presidente Lula e os senadores José Sarney e Renan Calheiros, em entrevista à revista “Veja”. Membro do Grupo Autêntico da Câmara, do qual Jarbas era próximo, Tarcísio lembrou, ontem, que há pontos a considerar na entrevista do senador. Concorda com a crítica ao líder Renan Calheiros, que, também no seu entendimento, não tem condições de falar pelo partido - “é um absurdo ele ser líder” -, mas discorda quando se trata de Sarney. “Sou contra ele, mas não posso dizer que um ex-presidente da República não tem condições de presidir o Senado”. Tarcísio observou que Jarbas faz parte do chamado bloco do 'eu sozinho'. “Ele não tem equilíbrio nenhum. Sempre achou bonito bater nos companheiros, mas precisa compreender que está num ambiente no qual precisa conviver, mesmo que não ceda.”

POr isto não, ele - Tarcisio - foi deputado federal, lider absoluito de permanencia a frente da prefeitura e segundo a população de JF não serve mais pra ser prefeito.
O que o velho Coronel de Torreões se esqueceu é que também politico tem prazo de validade.
E o dele pelo andar da carruagem já venceu.

Roberto disse...

Podem se preparar o pesadelo está chegando:

ZONAS NORTE E LESTE

PJF confirma mais dois casos de dengue em JF

A Secretaria de Saúde confirmou mais dois casos de dengue em Juiz de Fora. As infeções foram registradas nos bairros Monte Castelo, Zona Norte, e Bairu, Zona Leste. Com os novos casos sobe para quatro o número de pessoas que contraíram a doença na cidade este ano. De acordo com levantamento do Departamento de Vigilância Epidemiológica, 51 notificações da doença foram registradas junto ao órgão, com 24 suspeitas descartadas. Outras 23 pessoas ainda aguardam resultado.


Enquanto a administração tucana, toma champagne e se esbalda nas festas do high societe, com maravilhosas fantasias pagas com o dinheiro do povo, tendo seu lider a frente - Custódio Mattos, o prefeito mentiroso - Jf se encontra a beira da pior epidemia da sua história.
Vale lembrar, que muito se assemelha a forma do Bejani agir, o tipo de solução dada ao problema pelos "assessores incompetentes" do mensaleirão Bigodudo.

Anônimo disse...

Ao anônimo idiota que clama por policia contra os traficantes, é bom saber que eles são sim caçados.
Mas o que eles tem que caçar mesmo é quem rouba o dinheiro publico, assim como custódio, pois é dai que advem todos os males.
Culpar a sociedade pelo roubo desenfreado que ela sofre e mina assim toda possibilidade de crescimento individual, é como culpar vitima pelo crime que contra ela foi perpetuado.
Longe de mim defender traficante, até porque, ele nem sempre age sozinho, tendo muitas vezes, a participação até de politicos, como reporta o noticiário.

Roberto disse...

Tá chegando a horaq da Onça beber agua...

Governo recua e adia votação de vetos ao orçamento

O líder do Governo na Câmara, vereador Isauro Calais (PMN), pediu vistas e adiou para amanhã a votação dos 37 vetos do Executivo às emendas dos vereadores ao orçamento. Ele revelou que, durante um almoço com a base aliada, no início da tarde de ontem, interlocutores do prefeito Custódio Mattos (PSDB) haviam sinalizado um entendimento para que 17 propostas fossem mantidas. “O prefeito precisa de um tempo maior para avaliar os detalhes desse acordo”, justificou o líder. Entre os vereadores, no entanto, o adiamento é tratado como uma forma de a administração avaliar o impacto da medida na Casa. Ainda em fase de acomodação da sua extensa base, alguns governistas consideraram arriscado colocar todos os vetos em votação já na sessão de ontem.

Já considerando como certa a manutenção das 17 emendas do acordo, ninguém da base aliada sabe ainda como as outras 20 propostas vetadas serão encaminhadas para votação. Além de convocar duas reuniões extraordinárias para amanhã, para tratar dos vetos, o líder do Governo tentou outro afago nos vereadores ao antecipar que os R$ 2 milhões destinados ao Bairro Santa Tereza, atingido por deslizamentos de terras no início do ano passado, e os R$ 3 milhões para ampliação da rede de iluminação pública serão preservados. O vice-prefeito, Eduardo Freitas (PDT), que foi vereador por 16 anos, também esteve na Casa articulando.

Ainda assim, o clima da reunião de ontem manteve-se pesado. A audiência pública de hoje será um bom termômetro para avaliar as concessões das 17 propostas feitas por Custódio. Convidada para falar sobre a situação de sua pasta, a secretária de Saúde, Eunice Caldas, vai enfrentar o apetite da oposição e, principalmente, da bancada do PSC, que integra a base aliada. Na reunião de ontem, os vereadores do partido, Noraldino Júnior e José Emanuel, deram uma mostra de suas disposições quando renegaram a resposta do prefeito ao ofício encaminhado pela Câmara, pedindo esclarecimento sobre a situação dos ex-funcionários da Arizona. Para eles, a administração não deixou transparecer nenhuma vontade de solucionar a questão.

Amigos ... amigos
Negócios a parte.

Roberto disse...

Filho de peixe nem sempre é peixinho:

Lacet
A Câmara aprovou ontem, por unanimidade, projeto de lei do vereador Bruno Siqueira (PMDB) que dificulta a venda do terreno da Curva do Lacet (Praça José Gattás Bara). A partir de agora, o prefeito que estiver interessado em vender a área deverá promover uma consulta popular, além de pedir autorização à Câmara. Segundo Bruno, o motivo é preservar o espaço de lazer da região.

O aprendizado com seu pai mostrou que o Bruninho já é professor.
Absolutamente calado, durante o episódio da venda, proposta por Bejani, agora, 1 ano depois ele se manisfesta, usando para isto, o respaldo que Omar Peres conseguiu, sozinho, sobre o assunto.
Ainda bem, desta vez é por uma causa nobre.

Anônimo disse...

O problema caro Omar Peres e se o Custodio for dispensar todos os corruptos que atualmente estão "trabalhando" na PJF,a nossa prefeitura vai ficar as moscas,inclusive o gabinete do prefeito.O tempinho complicado.E so noticia ruim para 99% da população,e milhões de reais jorrando para um seleto grupo de previlegiados.Para nosso consolo,essa farra tem dia e hora para acabar,e so aguardar.

Marcos Trindade disse...

ATENÇÃO ATENÇÃO E MUITA ATENÇÃO

CR muito bem informado alerta a população:
ANTENADO

Estudos realizados pela Cesama apontam para a necessidade de um reajuste de 21,07% na tarifa de água e esgoto da cidade.
O último reajuste, calculado para julho de 2007, somente passou a vigorar em outubro daquele ano. A decisão de não recompor a tarifa em 2008, para evitar desgaste político em ano de eleição, agora coloca em risco a situação financeira da Cesama.
A decisão final sobre o índice deve sair nos próximos dias.

Se arcou com desgaste politico, é um problema dela e
só dela - Cesama.
Nesta hora, vale lembrar a proposta de ABRIR O CAPITAL - NÃO VENDER A EMPRESA - que Omar Peres fez em sua campanha politica.
Pois ´so assim os interesses dos funcionários do Cesama ficariam garantidos e a população teria um serviço de boa qualidade, por um preço blindado da ganância de alguns administradores.
O Cesama por sua importância e sobretudo pela competência comprovada do seu quadro de funcionários, não pode ser gerido por burocratas, que além do desconhecimento, não respeitam
os funcionários que deram boa parte de suas vidas para que a cidade tivesse hoje o padrão higiênico que tem.

Jean Danton disse...

Buana, Buana, Buana, com perdão ao nosso amigo Macaco Simão....
E realmente prazeroso ter este espaço para podermos colocar nossas opiniões, afinl em Juiz de Fora, tirando o calçadão e alguns pontos de nossa cidade, não temos onde realmente discutir politica e sair com um aproveitamento de crescimento.
Bem sobre o que esta acontecendo vemos que o Sr. Custodio realmente será o algoz do Sr. Daniel, deverá retira-lo da presidencia da Emcasa para deixar de ser "lá em casa", com a maria joana e tudo.
Quanto aos outros relevantes a administração municipal vemos que muitas coisas estão acontecendo e nada será feito, vemos o caso do lixão, que com a continuação do concrato com a Queiroz Galvão o lixo de nossa cidade continuará não somente nas mãos do Sr. Josemar como de empreiterias fortes uma forma de privatização de nosso lixo, não e a toa que o presidente da Demlurb e o sr. Aristoteles, com nome de sabio mas simplesmente mais um no joguete politico do Sr. Prefeito.
Outro fato que nos causa estranheza e o fato do vereador recém eleito Noraldino ter ser tornado o presidente do sindicato dos terceirizados da prefeitura, afinal toda as cobranças que parte para esta categoria passam pelo Sr. Noraldino, que no tempo do Bejani o mesmo ocupava um pasta estrategica e logo com certeza fez laços muito proximo das empresas e com isso acho que ao invés de ser o real cobrador dos trabalhadores e nada mais nada menos que o menino de recado das empresas e com isso leva e traz para si o bonus de tal empreitada, enquanto isso o nosso sindicalismo local continua como sempre sem representatividade alguma, somente sendo um joguete nas mãos da empresas e com isso prejudicando os trabalhadores. No caso da Arizona todos os dias vi materia relacionada ao Sr. Noraldino e os trabalhadores terceirizados no jornal e o mesmo ao invés de cobrar da empresa quer cobrar do povo de Juiz de Fora, afinal o seu padrinho politico que fez esta mercadoria e agora o mesmo quer deixar que o povo continue pagando a conta. Como dizem no calçadão o Bejani levava uma mesada das empresas de conservação que prestavam serviço na prefeitura será que agora a mesada tem novo dono, investigar precisa-se.
No mais acho que o caso Em Casa terminou agora temos que ver como ficará a proxima cena, pois o espetaculo esta somente começando.

Roberto disse...

CONFIRMADO O ASSALTO DAD PREFEITURA E DA CESAMA AO POBRE CIDADÃO INDEFESO:

Tarifa de água

A Prefeitura anuncia hoje o primeiro reajuste de tarifa da atual administração. Depois de uma série de cálculos, a Cesama vai reajustar o valor da água e do esgoto. Numa primeira versão, os números apontavam para um percentual em torno de 21%, mas esse valor caiu. Agora, trabalha-se com uma margem que deve variar entre 15% e 17%. As diferenciações por faixa de consumo não devem ter qualquer tipo de alteração.


15, 17 OU 21%.
A diferença numérica é pequena.
O que interessa mesmo é o tamnho do valor final que elas representam.
Então está tudo certo vamos dar uns milhoezinhos pro Totó (aquele filho do poeta que ninguém quis na camara, mas continua mamando nas tetas da prefeitura).
O verdadeiro dono do nome estará se revirando no túmulo:
-Aristóteles (em grego Αριστοτέλης) nasceu em Estagira, na Calcídica (384 a.C. - 322 a.C.). Filósofo grego, aluno de Platão e professor de Alexandre, o Grande, é considerado um dos maiores pensadores de todos os tempos e criador do pensamento lógico.
Aristóteles figura entre os mais influentes filósofos gregos, ao lado de Sócrates e Platão, que transformaram a filosofia pré-socrática, construindo um dos principais fundamentos da filosofia ocidental. Aristóteles prestou contribuições fundantes em diversas áreas do conhecimento humano, destacando-se: ética, política, física, metafísica, lógica, psicologia, poesia, retórica, zoologia, biologia, história natural e ética. É considerado por muitos o filósofo que mais influenciou o pensamento ocidental.
Por ter estudado uma variada gama de assuntos, e por ter sido também um discípulo que em muito sentidos ultrapassou o mestre, Platão. É conhecido também como O Filósofo.

Isso é um escárnio!

Roberto disse...

A POPULAÇÃO NEM SABIA DO EMPREENDIMENTO E O ZÉ CARAECA RAPIDINHO JÁ APROVANDO E EMBOLSANDO DIVENDOS:

Homem público

O vereador José Emanuell (PSC) vai encaminhar ao Ministério Público o decreto 9717, de 12 de dezembro de 2008, do então prefeito José Eduardo Araújo, que trata da instalação de um cemitério vertical em Juiz de Fora, outorgando a permissão para a Sociedade Memorial Metropolitano. O vereador já tinha conseguido barrar a iniciativa na legislatura passada e reforça o argumento de que alguns trâmites legais não foram seguidos pela administração. “É meu dever de homem público fiscalizar os atos do Executivo”, enfatizou.

Se é picuínha ou não, é o quie menos interessa.
O que resta saber é se o mensaleiro vai bater o martelo a favor do cemitério armário e quanto vai levar nisso.

João Célio disse...

O Rogério de Moraes deve estar muito ocupado, pois não se vê mais comentários dele.
E aí velhinho, amarelou?