sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

VEREADORES QUEREM RECEBER 14 E 15 SALARIO COM O DINHEIRO DO POVO !!! NAO PASSOU LEI QUE ACABAVA COM MAIS ESSA "ROUBALHEIRA" DO DINHEIRO PUBLICO.

O Vereador Castellar tentou economizar os recursos PUBLICOS, frutos dos impostos que pagamos para os "legisladores" administrarem em beneficio proprio. Esse é o caso da maioria dos Vereadores de Juiz de Fora que decidiu continuar recebendo 14 e 15 salarios!!! O dinheiro que falta para os hospitais contratar mais medicos e medicamentos , para as escolas oferecerem uma melhor merenda aos alunos e tantas outras carencias de nosso povo, é o dinheiro que parte dessa camarilha embolsa de forma, segundo eles proprios, "legalmente".
O Vereador Castellar tentou acabar com o 14 e 15 salario dos Vereadores (acreditem mas isso existe!!!), além de pagamento de "jeton" por sessoes extraordinarias. Novamente : vereadores de Juiz de Fora recebem, dentre outras mordomias (com o dinheiro do povo ), 14 e 15 salarios !!! Isso tudo com o mensaleiro dizendo que o municipio esta quebrado !

Parabéns Vereador Castellar! O povo precisa de politicos que defendam o dinheiro publico. Assim é que se faz! Parabéns também aos Vereadores Betao e José Fiorilo que votaram pelo fim dessa vergonha! Voces foram os grandes vencedores!

Votaram a favor DA PERMANENCIA DA MORDOMIA, OU SEJA A FAVOR DO 14 E 15 SALARIOS, OS SEGUINTE VEREADORES:

ISAURO CALAIS

FIGUEIROA (Até tu Brutus ?)

JOSE MANUEL

JOAO DO JOANINHO

RODRIGO MATOS

ANA ROSSIGNOLI

ANTONIO MARTINS
FRANCISCO EVANGELISTA
JOSE LAERTE (Até tu Brutus ?)
LUIS CARLOS DOS SANTOS
NORALDINO JUNIOR
Na qualidade de Presidente da Camara, Bruno Siqueira nao votou. Mas bateu boca com o Castellar. Comentario geral é que Bruno também teria votado pela permanencia do 14 e 15.
Permita-me Castellar, Betao e José Fiorilo, dar-lhes uma sugestao. Fundamental que voces deem mais uma liçao nao para Juiz de Fora, mas para o Brasil:
NAO ACEITEM O 14 E O 15, MUITO MENOS "JETONS" POR SESSOES EXTRAORDINARIAS. RECEBAM OS RECURSOS , SIM, MAS DOEM TUDO PARA AS ESCOLAS PUBLICAS . COMPREM COM ESSE DINHEIRO "ROUBADO DO POVO" CADERNOS E LIVROS , PERMITINDO ASSIM QUE MUITAS CRIANCAS QUE NAO POSSUEM RECURSOS PARA COMPRAR O MATERIAL ESCOLAR, POSSAM FAZE-LO. MOSTREM COMO AINDA EXISTE NO BRASIL POLITICOS HONRADOS , QUE POSSUEM E PRATICAM A ETICA NAO COMO UMA VIRTUDE, MAS SIM COMO UMA OBRIGACAO.
QUE ACHAM DA IDEIA ? O BRASIL VAI PARAR PARA BATER PALMAS PARA VOCES !
AGUARDO RESPOSTA.



59 comentários:

Leandro Couto disse...

Omar,

Já podíamos imaginar que o tucano arrogante, mentiroso, sem palavra, tratante, cínico e maquiavélico iria manter a corja da EMCASA. O seu silêncio sobre o fato já demonstrava tudo.

721 Nova Era disse...

Porto Real (RJ) População estimada: 16 mil habitantes.Estará com inscrições abertas para concurso no período de 03 de março a 05 de abril.
TOTAL GERAL DE VAGAS
Vagas Concorr. Geral:458
Reserva Nec. Especiais 24
Total de Vagas:482
Só para comparar:
Benfica população estimada 20 mil habitantes.
Agora pergunto: E Juiz de Fora????? Não tem concurso por que???????????????

Anônimo disse...

Demos oportunidade aos CORRUPTOS abaixo que deveriam estar na vala que se encontra vicentão, canalha, pardal e companhia ltda.

1-Isauro Calais–fraco e oportunista
2-Figueiroa–Decepção-fazia fé neste
3-Jose Manuel-é Cachorro morto
4-Joao do Joaninho-Cachorro morto
5-Rodrigo Matos–Quer ser depultado. Kkkkk...
6-Ana Rossignoli-Cachorra morta
7-Antonio Martins-Cachorro morto
8-Francisco Evangelista-também
9-Jose Laerte-também
10-Luis Carlos dos Santos-também
11-Noraldino Junior-também é Cachorro morto
12-Bruno Siqueira – Prefeito? Jamais Kkkk....
Os cachorros mortos podem aproveitar a boquinha
pois tendem a não ter outra oportunidade.

Parabens:
1-Castelar
2-Betão
3-Flavio
4-José Fiorilo

Faltam três vereadores.

Anônimo disse...

“Sei o quanto o presidente da Casa pode influenciar, mas não pedi privilégios”, afirmou. O peemedebista respondeu que apenas estava fazendo cumprir o regimento interno e pediu a Castelar para fazer o mesmo.A matéria entrou e votação, sendo derrotada por 14 votos contrários e apenas quatro favoráveis.

Juiz de Fora não merece este tipo de politica e politicos. isto é uma vergonha.

Que o povo saiba votar melhor a cada eleição, esterminando estes vermes.

Anônimo disse...

Ele só contou com a solidariedade de sua bancada - Flávio Cheker e Betão - e do vereador José Fiorilo, mas o voto deste foi considerado contra as propostas. Após a votação, ele pediu a palavra para explicar que apoiava Castelar, mas cometeu um engano na hora de votar.

kkkkkk.... mais um cachorro morto, poderia ter ficado quietinho e ganharia a simpatia da sociedade juizforana.

Anônimo disse...

Você está certo Omar; Castelar e os vereadores que votaram a favor devem abrir mão da grana para mostrar à população que não fizeram demagogia, caso contrário vamos pensar assim: "eles sabiam que não ia passar, que ficariam bem om a opinião pública mas que no final de tudo continuariam com o bolso do paletó cheio de grana". Votei no Figueirôa e estou decepcionado com ele em que pese sua atuação contra a Queiróz Galvão/Vital Engenharia no caso do lixo. Meu próximo voto, talvez seja para o Castelar

Anônimo disse...

Que a população grave bem os nomes dos traidores e nas proximas eleições respondam nas urnas o que eles merecem de todos nos,FORA CAMBADA DE VAGABUNDOS.

Anônimo disse...

Criticam o PT a todo o momento, mas pelo que vejo noto que é o único partido na cidade que mereceu ganhar votos nesta eleição, parabéns vereadores deste partido se tínhamos alguma duvida esta foi para o espaço o povo de juiz de fora esta orgulhoso de vocês na rua todos comentam seus desempenhos na próxima eleição que tenhamos mais três Castelar, três betão e três Flavio e se todos forem assim teremos uma cidade inteiramente petista em breve. Esperamos estar em breve livres destes políticos oportunistas e sem conteúdo.

OBS: No PT não tem nenhum evangélico que substitua estes falsos pastores de plantão que tenta nos representar e mostra suas inabilidades Moraes?

Roberto disse...

SÓ QUEBRANDO NO CACETE:

SESSÃO TENSA

A Câmara derrotou os dois projetos do vereador Wanderson Castelar (PT) que tratavam da extinção do pagamento de 14º e 15º salários e remuneração por reuniões extraordinárias. Ele só contou com a solidariedade de sua bancada - Flávio Cheker e Betão - e do vereador José Fiorilo, mas o voto deste foi considerado contra as propostas. Após a votação, ele pediu a palavra para explicar que apoiava Castelar, mas cometeu um engano na hora de votar. Mas sua posição não alteraria o quorum. Como já era esperado, o vereador petista questionou a posição da Mesa Diretora, que, no início da semana, baixou resolução tratando da transparência na Câmara. Pela decisão, os gastos dos vereadores serão colocados individualmente na internet. Castelar considerou uma descortesia, pois seu projeto seria votado dias depois. Ante a reclamação, o presidente, Bruno Siqueira, esclareceu que a resolução era bem mais ampla e que boa parte do que o petista pedia já está em vigor no Legislativo.

Trata-se de uma quadrilha articulada para roubar.
Roubar, roubar e roubar.
Pagos regiamente com nosso dinheiro, eles ainda tripudiam sobre nós.

Vamos nos levantar...
Bastilha neles...
Vamos usar até maesmo de violência se for preciso, pois o ladr~çaoque entra na nossa casa (até prova em contrário a Camara Municipal é a casa do povo) e nos rouba, a Polícia o MP nada fazem, só nos resta fazer justiça com as próprias mãos.
Ao passar por um desses vereadores cuspa na cara deles, se não tiver coragem pra lhes enfiar a porrada...

Vamos acabar com os filhotes do bejani - a quadrilha dos vereadores de JF.

Roberto disse...

DEPOIS DE ROUBAR NOSSO DINHEIRO NA NOSSA CARA, A QUADRILHA VAI SAIR DE FÉRIAS PRA BRINCAR O CARNAVAL:

Fim do período

Com a reunião de ontem, os vereadores encerraram o período de fevereiro, que foi antecipado por causa do carnaval. No mês que vem, novas discussões polêmicas devem ocorrer, sobretudo na audiência pública que vai tratar, no dia 17, da telefonia celular em Juiz de Fora. Os dois lados já estão se mobilizando para indicar conferencistas. As empresas de telefonia móvel, como parte interessada, também serão convocadas.

E AINDA QUANDO VOLTAR TEM MAIS DINDIM DAS OPERADORAS.
VAMOS QUEBRAR TUDO.
ELES MERECEM.

Roberto disse...

TEM MAIS PROPINA AÍ GENTE:

Telefonia na agenda

O autor do pedido de audiência, vereador Júlio Gasparette, está otimista. Ele acha que a partir da discussão será possível dar fim a um impasse que está prejudicando a comunidade sob duas frentes. Pelo lado da telefonia, com a possível implantação da terceira geração digital. Pelo lado da comunidade, uma regulação mais clara para a instalação das antenas. Esse tem sido o nó górdio de todas as discussões que foram realizadas até agora.

ESSE JÚLIO É MESMO UM ESPERTALHÃO
ACHA QUE ENGANA A CIDADE...
O QUE É DELE ESTÁ GUARDADO...

Anônimo disse...

E A CAMBADA DO PT NACIONAL QUE VENDEU A ALMA EM BH - E OUTRAS COISINHAS MAIS, ACHA QUE SOMOS TAPADOS:

Início da campanha

O diretório nacional do Partido dos Trabalhadores postou, ontem, em sua página na internet, uma “Resolução Política”, que é o prenúncio do jogo político que vai marcar o cenário nacional depois do carnaval. É um texto longo, no qual analisa a conjuntura nacional e internacional, com duras críticas ao neoliberalismo. O documento cobra a participação da militância no enfrentamento a adversários políticos de 2010, especialmente os do PSDB e do DEM.

ESSE LULA, É UMA NO CRAVO E OUTRA NA FERRADURA.

Roberto disse...

FORAM ROUBADOS, APANHARAM DO CUSTÓDIO, PERDERAM POR PURA ARROGÂNCIA E INCOMPETÊNCIA E CONTINUAM CALADOS :

Nota local

O comando municipal do PT fez um adendo à nota e analisa a situação em Minas e em Juiz de Fora, classificando o Governo estadual e o prefeito como omissos diante da crise, questionando o contingenciamento de 30% anunciado por Custódio Mattos, “ao contrario do Governo federal, que também contingenciou, porém deixou todas as políticas sociais de fora desse contingenciamento, atingindo inúmeros projetos sociais da cidade”.

ESSE PT DE JF É UMA MICHÓRDIA.
UM ARREMEDO DO QUE FOI O COMBATIVO PARTIDO DA LUTA PELA SOLUÇÃO DOS PROBLEMAS NACIONAIS.
QUE ME PERDOE O PRESIDENTE MUNICIPAL, MAS SUA INCOMPETêNCIA FOI NO MINIMO GIGANTESCA.
AGORA VIR FAZER NOTINHA CONTRA O CUSTÓDIO, É UMA ABERRAÇÃO:
POIS O MENSALEIRO SÓ ESTÁ NO PODER GRAÇAS A IRRESPONSABILIDADE DE MEIA DUZIAS DE GENIOZINHOS DA UFJF, QUE AQUARTELADOS NA SUA EMPÁFIA, NÃO ESCUTARAM NINGUÉM.
SEGUNDO O PRÓPRIO PRESIDENTE A ELEIÇÃO ESTAVA GANHA, ESQUECENDO QUE COMANDAR UM PARTIDO REQUER MAIS CARREIRA PARTIDÁRIA.
REQUER PEITO. E NESSE CASO A ELEIÇÃO FOI MUITA AREIA PRO CAMINHÃOZINHO DO ROGÉRIO.
PRÁ QUEM ALIAS VAI UM RECADO:

COMPANHEIRO
PEDE PRA IR AO BANHEIRO, E SAI DE FININHO - VOCÊ É UM FILHOTINHO, O JOGO AQUI É PRA QUEM TEM CORAGEM E QUER MUDAR A HISTÓRIA, NÃO PRA QUEM QUER FICAR ESCONDIDO DEBAIXO DA SAIA DA MARGARIDA.
COM TODO SEU CONHECIMANTO FILOSÓFICO, VC TOMOU A MAIOR SURRA QUE SEU PARTIDO JÁ SOFREU.
E NÃO ME VENHA FALAR QUE O CUSTÓDIO COMPROU VOTO.
O PT PERDEU POR QUE ERROU.

Carlos Swando disse...

O Tupi que se cuide...
Ontem teve comemoração da formatura de mais um Fortuna em Direito. Desta vez foi o filho do Áureo, que já começa engatinhando no escritório do papai enquanto, treina pra ser presidente, seguindo o filhotismo, modo de governo instaurado em JF pela familia Delgado, com apoio dos Mattos.
Agora só falta a gente esperar o Bejaninho fazer 18 anos e se candidatar a qualquer cargo que o dinheiro que seu pai (Bejani o maior ladrão de JF) puder comprar.

Anônimo disse...

ao anônimo que diz que faltam 3 vereadores eu sei onde estavam:

Comprando suas fantasias na Casa Combate.

Anônimo disse...

CASTELAR É O CARA
CASTELAR É O CARA
CASTELAR É O CARA
CASTELAR É O CARA
CASTELAR É O CARA
CASTELAR É O CARA
CASTELAR É O CARA
CASTELAR É O CARA

Anônimo disse...

FIDELIDADE AO PARTIDO. POLÍTICOS “GRANDES” SÃO ASSIM. O PARTIDO ACIMA DE TUDO. POLITICOS PEQUENOS SÃO PEQUENOS.

CASTELAR PARABENS PELA TENTATIVA, sabia que seria praticamente imponível reverter o placar, temos fracos políticos na política local e você provou isto com esta matéria em pauta; estes eleitos nunca teriam oportunidade se o povo estivesse preparado para o voto e muitos que hoje estão ai e por simples clientelismo e compra dos votos desta cidade empobrecida monetariamente e politicamente; você provou que o lixão representa nosso povo esperamos poder continuar contando com suas investidas e de seus companheiros de partido, pois é só assim que despertará o povo para uma nova etapa para nossa cidade mais uma vez PARABENS, PARABENS e PARABENS de grão em grão a galinha enche o papo.

Anônimo disse...

Um texto no blog outroscampos.blogspot.com, um país com quase 200 milhões de habitantes, e que somados seus 300 maiores jornais não contam com mais de 7 milhões de leitores já revela seu caráter elitista e de classe...A informação, boa ou ruim, não se destina a maioria, e sim a um grupo(os famigerados "formadores de opinião) que na visão conservadora tacanha da mídia local, tem o dever de "decodificar" os "sagrados textos" de seus veículos, como forma de perpetuar um esquema de dominação do qual são sócios há mais de dois séculos(no Brasil)...Apenas cerca de 3.5% da população alcançam uma tecnologia que está em vias de extinção...
Isso é exclusão com todas suas vísceras de fora...sem retoques...Mas não é um processo "natural", uma "combustão espontânea"...São conseqüências de modelos, e a implementação de modelos é sempre volitiva...

É assim Omar que você acaba se tornando o diferencial em nossa cidade, sendo o olhar o ouvido e a boca de nossa população no blog na TV e jornal escrito, espero muito de você e de outros que não aceitam este jogo sujo dos oportunistas de plantão local o dia deles esta por um fio pode ter certeza; continue popularizando informações a este povo que ainda esta a margem das informações.

Anônimo disse...

Caro Omar, pelo que me consta, mesmo antes da votação do seu projeto, o vereador Castelar já havia renunciado a essas verbas devolvendo-as à mesa da Câmara.Creio que já não há dúvidas, que independente da aprovação ou não, demonstrou sua seriedade como homem público....Parabéns aqueles homens que estão ao lado do povo, aidna que sejam poucos dentre vários oportunistas e individualistas.

Anônimo disse...

De acordo com o relator, o plenário recebeu o pedido de vistas e de interrupção da votação, mas os artifícios de adiamento também são votados e acabaram negados pelos parlamentares.

""Confesso que eu subestimei a coragem dos vereadores em afrontar a vontade de toda a cidade. Mas realmente eu não tinha esperanças de que o projeto fosse aprovado em uma sessão vazia como a de hoje"", refletiu o vereador.

Único a abrir mão do que chamou de "verbas imorais", mesmo com a reprovação do projeto, Castelar afirma que não vai abandonar a ideia de reduzir os pagamentos extras dos vereadores. "É uma vergonha. Nenhum parlamento que se preze pode dar esse tipo de tratamento a uma questão que despertou tanto interesse público. Mas, passado o Carnaval, vamos convocar os movimentos sociais da cidade para discutirmos como esta luta pode ser travada daqui para frente."

Segundo o petista, com a primeira derrota da oposição na atual administração, um movimento municipal nos moldes da ONG Transparência Brasil pode ser implementado em Juiz de Fora para acompanhar o uso do dinheiro público pelos poderes da cidade.

Anônimo disse...

Contra

Ana do Padre Frederico (PDT)
Tico-Tico (PP)
Carlos Cesár Bonifácio (PRB)
Chico Evangelista (PP)
Isauro Calais (PMN)
João do Joaninho (DEM)
José Emanuel (PSC)
José Laerte (PSDB)
José Sóter Figueirôa (PMDB)
José Tarcísio Furtado (PTC)
Júlio Gasparette (PMDB)
Dr. Luiz Carlos (PTC)
Noraldino Júnior (PSC)
Rodrigo Mattos (PSDB)

A favor

Wanderson Castelar (PT)
Betão (PT)
Flávio Cheker (PT)
Fiorilo (PDT) votou por engano

Anônimo disse...

Omar
por que excluiu o Flavio Cheker?

Anônimo disse...

Pastor Carlos (PRB):
Nós estamos seguindo o que faz a Assembléia e o Congresso. Quando nós chegamos, esses benefícios já existiam. Acho que foi muito precipitado o vereador apresentar um projeto desse no primeiro dia de trabalho. Cada um tem uma posição e eu me posicionei contra o projeto.

Tico-Tico (PP):
Eu sou contra essas vantagens do 14º e 15º. Acho que o vereador tem que ganhar o salário real. Mas o que nós recebemos é determinado por lei e tem base no salário que o deputado estadual recebe. Eu não escolhi receber esse salário.

João do Joaninho (DEM):
Desde o meu outro mandato eu faço um trabalho social com dois carros - uma kombi e um gol - para transportar pacientes que fazem tratamento de saúde. Se eu voto a favor do projeto do Castelar, eu não consigo continuar o meu projeto social.

Eu não sou contra o projeto. Toda ação que promova a autocrítica do poder Legislativo é válida. Mas acho que há um equívoco no projeto do Castelar. Não estou preocupado com 14º ou 15º, por mais que isso possa incomodar. Os funcionários do Banco do Brasil e os promotores recebem 15º. Isso é imoral? Claro que não. Isso é fruto de luta da categoria.

Figueirôa (PMDB:
A questão central é a seguinte: O salário do vereador é justo? Eu considero justo. Sou favorável à equiparação salarial entre os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. Acho que o salário do vereador deve se aproximar ao salário de um secretário municipal, que acredito ser de R$ 12 mil ou R$ 13 mil.

Rodrigo Mattos (PSDB):
Na minha opinião esse projeto é oportunista. O Castelar está querendo se diferenciar dos demais vereadores, sabendo que essa proposta não teria uma boa repercussão na Câmara e seria muito comentada pela opinião pública. Não acho que os salários dos vereadores sejam abusivos. Muitas empresas pagam mais do que o 13º salário. Essa polêmica toda ascende da baixa remuneração recebida pelos trabalhadores. A responsabilidade dos vereadores é muito grande e eles devem ter uma boa remuneração para se dedicarem somente a este trabalho.

Sr. Rodriquinho filhotinho de prefeito da ditadura e mensalão titulo este que se pegar cola cuidado com seus atos; o Castelar fez uma coisa que deveria ser feita por você seu futuro político dependeria de grandes ações como esta do digníssimo vereador, você como os demais oportunistas se queimaram e ficará muito difício reverter esta imagem que vocês adquiriram estava com desejo de ser deputado nesta cidade procure outra cidade como Bicas sem desmerecer o povo de lá; nesta a opinião popular esta em transformação junte bastante grana para comprar seus votinhos como de praxe, ate breve.

Dr. Barbosa disse...

Isso ai a vigilancia do eleitor é a unica condição de irmos apurando a canalhice e separando o bom do ruim.
Boca no trombone

Anônimo disse...

OMAR, ESTE ASSUNTO VAI RENDER MUITO NA CIDADE CREIO QUE MESMO DURANTE O CARNAVAL, O POVO DISCUTIRÁ BASTANTE ESTE ASSUNTO.

"VEREADORES QUEREM RECEBER 14 E 15 SALARIO COM O DINHEIRO DO POVO !!! NAO PASSOU LEI QUE ACABAVA COM MAIS ESSA "ROUBALHEIRA" DO DINHEIRO PUBLICO."

TUDO PELA RENOVAÇÂO E EXTINÇÃO DESTES 14 SUGASSANGUES BANDIDOS

DEVIAMOS FORMAR UM BLOCO DE CARNAVAL COM A CARICATURA DESTES 14 BANDIDOS DURANTE ESTES DIAS DE FOLIA O QUE ACHARAM DA PROPOSTA?

Anônimo disse...

O POVO TEM QUE ENTENDER QUE EXEMPLOS SE FAZEM COM AÇÃO E NÃO COM PALAVRAS.
ESSE PAPO DO GRUPINHO ESCOLAR(BRUNO SIQUEIRA E RODRIGO MATTOS), FIGUEROA, ISAURO, JOÃO DO JOANINHO E O RESTO DA TRUPI PARA IMPOR TRANSPARÊNCIA NA PJF É TUDO K-O, E DAQUELES BRABOS. MAS COMO A POPULAÇÃO SÓ GOSTA DE ACREDITAR EM PALAVRAS SOLTAS AO VENTO E NÃO DE AÇÕES CONCRETAS VÃO COMENDO CAPIM E SE DELICIANDO COM O GOSTO DO "MATINHO".
E REALMENTE COMEÇO A DUVIDAR DO TAL HOSPITAL DA ZONA NORTE, E SE SAIR DO PAPEL PROVAVELMENTE VAI SER UMA GRANDE M...COMO TUDO QUE AS OUTRAS ADMINISTRAÇÕES JÁ FIZERAM.
DA PRÓXIMA VEZ APRENDA A VOTAR POVO DE JUIZ DE FORA, POIS O PESSOAL DAS OUTRAS CIDADES JÁ ESTÃO NOS CHAMANDO DE "MULHER DE MALANDRO".
EM PAISES DE PRIMEIRO MUNDO DINHEIRO PÚBLICO NÃO É CAPIM.

Anônimo disse...

OS VEREADORES DA TURMA DO TODINHO NERVOSO DIZ QUE ESTÃO FAZENDO CORTE DE GASTO MAS NÃO É PQ TEM QUE EVITAR O SUPERFICIAL, É PARA SOBRAR PARA ESSA VERGONHOSA VERBA INDENIZATÓRIA, ESSA ESCROTICE QUE SE ENCONTRA NAS ESFERAS FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL.

Anônimo disse...

"Parabéns Vereador Castellar! O povo precisa de politicos que defendam o dinheiro publico. Assim é que se faz! Parabéns também aos Vereadores Betao e José Fiorilo que votaram pelo fim dessa vergonha! Voces foram os grandes vencedores!"

Retiro o JOSE FIORILO se o mesmo vortou por engano

vamos colocar a boca no trombone , mas sera que este povo quer saber disto ? Estao aqui se embebedando e brigando atras da banda daqui , sei nao estamos todos vendidos ou melhor comprados pois muitos q la na camara estao sabe o q fez pra ganhar esyas eleiçoes .

VIVA O POVO , VIVA JUIZ DE FORA ,


ESTAMOS ROUBADOS

Anônimo disse...

Parabéns Castelar, que brilhe mais e mais a sua estrela, quanto ao filhinho do mensaleiro já mostrou o quanto é responsável para gerir o dinheiro do povo...se me lembro o único projeto de relevância foi para acabar com a isenção e descontos do IPTU nas áreas de risco " os cofres da prefeitura estão vazios, a cidade não pode abrir mão desta receita"legal, mas no teu bolso meu dinheiro continuará entrando e o povo que se dane,e porque papai mensaleiro não contruiu sua mansão na ZONA NORTE, oia, vai ter até hospitá.......KAKAKAKAKAKAKAKA
Valei nos cambada de pastores, orem por nos povinho eleito
RENATA

Anônimo disse...

Gostaria de esclarecer que o único vereador que abriu mão do 14º e 15º e remuneração extra por reuniões extraordinárias foi o vereador WANDERSON CASTELAR. Os três outros apenas votaram a favor do projeto mais estão recebendo em suas contas correntes a "roubalheira" acima descrita.

Anônimo disse...

Caro Omar,

No ano passado, eu escrevi um texto que falava sobre os 14º e
15º. Sempre fui indignado com esta prática, pois, cada ilustre vereador, recebe de gorjeta, 20 mil reais!!

Você se esqueceu de citar o Flávio Cheker, que também votou contra esta ladroagem.

Realmente, o que me deixou estupefato, foi o Sr. José Laerte, um médico sério, um cidadão que nunca esteve envolvido com os politiquetes, um homem que realmente estudou e trabalhou, meter a mão no dinheiro do contribuinte, só faltava esta!

Eu votei nele, pois, sabia que os candidatos sérios venceriam e queria, que entre os tucanos, os bejanistas, os tarcisistas, entreasse um homem que aparentava seriedade! Joguei meu voto no lixo!

Vamos ver o que a sociedade séria de nossa amada cidade, local onde vivemos, trabalhos, estudamos e produzimos, vai fazer em relação a esta palhaçada!!

Estamos juntos!!!!

Anônimo disse...

O Adjetivo proprio para os vereadores de JF que sujam a honra da cidade : PUTOS.

A miseria do povo não pode custear os roubos dos politicos em JF. Sabemos que a internet é um excelente veiculo para transparecer para a população todas as mazelas.

Acredito que todos possuem muito nojo destes filhotes de politicos que cobram votos de traficantes e de motoqueiros.

Devemos marcar muito bem os nomes daqueles que não merecem o nosso apoio : Bruninho pé de chinelo, Rodriquinho filho do mensaleiro e o tal do Gasparete que envergonha a tradição do sobrenome de seu tio, a quem deve os seus votos.


A FESTA DOS BRUTINHOS IRÁ ACABAR , POIS A JUSTIÇA DEMORA NAS NÃO FALHA..............E ESTÁ PASSANDO DA HORA DE JF ESQUENTAR UM MOVIMENTO POPULAR FORTE E O POVO SAIR PRA RUA ! ......O TODINHO DEVERIA TOMAR JUIZO !!!!!!

Anônimo disse...

Esse moleque chamado Rodrigo Mattos representa a noção do que o poder politico pode criar: um imbecil, inútil, cuja única lembrança que seus mediocres eleitores terão; é alem deste voto justificado tão imbecilmente; o fato de empregar o sogro no gabinete no qual não comparece nem pra trocar o paletó dependurado numa cadeira.

Anônimo disse...

A pergunta é a seguinte: quantos de nós, sem hipocrisia,que matamos um leão por dia, e se por acaso, tivessemos a oportunidade de receber 14º e 15º salários iriamos abrir mão deste benefício?

Que empresário ou vendedor, realizando um negócio, baixaria o preço do seu produto se extivesse recebendo um lucro imoral? O vendedor falaria assim para o comprador antes de fechar o negócio: vou te vender esse produto mas antes de vc comprar vou baixar o preço... tô tendo um lucro de 1000%... Alguns de nós diriam: esse cara descobriu uma mina de ouro - EXPLORAÇÃO OS OUTROS...

Qualquer revolução nunca poderá existir pq - divergindo de Marx -o proletário não quer o igualitarismo radical. O proletário simplesmente quer ser burguês. Quer ser o dono da fábrica e reproduzir a exploração da mão de obra e etc...Coisas do Capitalismo.

É um problema, uma mazela, do Modo de Produção. Um problema do capitalismo. É a Lei de Gérson...

Eles estão lá, pq nós os escolhemos, mas esses vereadores são humanos, vivem inseridos no Capitalismo por isso... vcs já sabem... são gananciosos como qualquer um... querem ter um vida boa como qualquer um... São corruptiveis como qualquer um... Vcs já ouviram isso: CADA UM TEM SEU PREÇO? E o seu? $$$ Qual é? $$$

Vamos ver um novo exemplo. Quantos de nós abririamos mão de UM DIA de TRABALHO para realizarmos uma manifestação de 20 mil pessoas no PARQUE HALFED contra essa CÂMARA MUNICIPAL, esse prefeito...? Quantos?

Pois é né... poxa... é um dia de trabalho pô! Pois é...
Quantas pessoas viram? sei lá... umas 500...

Tá vendo!?!? Que mudança pode ser estabelecida se a essência de todos os cidadões não pode ser mudada? Se não podemos convergeir para o BEM COMUM?

O que falar? Uma vergonha... Pessoas que nos representam! Harrááááá... é por isso então... eles nos representam...

Eita povinho que gosta de levar vantagem hein?


P.S: Pensem nisso sem hipocrisia:

Como podemos nos mobilizar? Todos nós do blog, nossos amigos, vizinhos... Poderiamos retirar o legitimidade moral de qualquer Câmara, de qualquer Prefeito...

Mas... quem não quer uma boquinha na PJF...

Abraços: MC

Anônimo disse...

O tal do João do Joaninho representa o que de mais atrasado existe na política. Picareta e metido a garanhão, terá com certeza o mesmo fim de Eduardo Novy: o esquecimento. Isso se não cair antes a carapaça que usa para "negociar as vantagens do cargo".

Anônimo disse...

Para tornar público a quem está entregue a Secretaria de Assistência Social de Juiz de Fora.
Andréia Gouvêa Vieira, vereadora do Rio de Janeiro em 2007 e relatora da CPI que apura desvio de recursos públicos e mau uso da máquina administrativa na Assistência Social do Rio de Janeiro, na qual o Ilmo. Sr. Marcelo Garcia respondia pela pasta e atualmente em Juiz de Fora, comandando o desmanche, responde também pela Assistência Social e dizendo que irá revolucioná-la, prestem bem atenção no artigo, relatado pelo site:http://www.andreagouveavieira.com.br/main.php?andreagouveavieira=news.detail&news_idpk=418

19/05/2007

CPI dos Fundos: Andrea prova que secretário errou

Perguntas sem respostas; respostas sem consistência.

Foi esse o tom do depoimento do secretário municipal de Assistência Social, Marcelo Garcia Vargens, à CPI dos Fundos. Um dos motivos da abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito foi denúncia feita pelo próprio secretário, em audiência pública, no ano passado, de que ONGs ligadas a membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente estariam levando 80% dos recursos do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente. De acordo com levantamento de Andrea Gouvêa Vieira, relatora da CPI, os valores reais não ultrapassam 18,5% (R$ 1.795.000) dos recursos do Fundo.

"As acusações não procedem. O senhor foi leviano ao fazer essas acusações", afirmou a vereadora.

Andrea Gouvêa Vieira quis saber por que apenas uma organização, o Cieds - ONG que Marcelo Garcia Vargens fundou e dirigiu até 1999 - tem R$ 9 milhões em contratos ativos com a secretaria. Esse valor equivale a dois anos dos recursos do FMDCA. A vereadora perguntou também quantos eram os contratos desta ONG com a SMAS antes de Garcia ser o secretário. Outra pergunta que ficou sem resposta.

"Não sei dizer", reconheceu.

A relatora indagou, ainda, por que a Prefeitura do Rio não aceita repasses do imposto de renda em doações casadas ? nas quais a Prefeitura dá as opções e o doador escolhe em que projeto o seu dinheiro será aplicado-, como acontece em outros municípios.

"O Rio perde muito com isso. É o único município que não recebe doação casada para o fundo. O senhor conhece a decisão do Conanda (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente)? É de aceitar a doação casada", afirmou a vereadora.

Num depoimento tenso, com três horas de duração, o secretário não explicou porque vem desrespeitando a lei 1873 de 1992, que determina que o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente deve ser ligado diretamente ao gabinete do prefeito e não à secretaria, como vem acontecendo. O secretário então lembrou que houve uma alteração na lei, em 94, feita por decreto.

"Não se pode alterar lei por decreto. É ilegal", afirmou a relatora.

Admitindo outra ilegalidade, Marcelo Garcia revelou que a Secretaria vem fazendo pagamentos sem empenhos aos abrigos que mantém convênio com a prefeitura.

"Não podemos deixar de pagar aos abrigos", alegou o secretário.

"Mas a Prefeitura deixa de pagar às creches justamente porque o orçamento está fechado. Não paga sem empenho. Há uma determinação de que, sem empenho, não sai um tostão. Mas o senhor faz pagamentos sem empenho. Essa é a política administrativa desta prefeitura", acrescentou a vereadora.

O secretário confirmou que há nos cofres do município um saldo de R$ 25 milhões, do programa Pró-jovem, do Governo federal, mas não soube dizer porque estes recursos não estão apontados no orçamento.

"Isso é muito sério. Existem R$ 25 milhões para ser usados esse ano e não estão em lugar nenhum. O secretário não sabe explicar. Não tem dinheiro voando. Se não está aqui, tem que estar em algum lugar", disse a vereadora. "O Fundo existe para atender a necessidades urgentes. Mas não está sendo gasto para produzir juros."

ndrea Gouvêa Vieira questionou a indicação de Ana Telles para a Pesidência do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Como é proibida a indicação de funcionários da secretaria municipal de Assistência Social para a presidência do conselho, Ana Teles foi transferida para a secretaria extraordinária Deficiente-Cidadão, antes de assumir a presidência do CMDCA.

Isso foi um golpe legítimo seu para manter o controle do Conselho. Mas foi uma atitude feia", lamentou a relatora.

Muito triste imaginar tudo isso perto de nós e com o apoio do Sr. Custódio de Mattos e seu filhindo em recuperação.

Anônimo disse...

olha depois o que aconteceu na camara municipal... esses caras estão pleiteando candidatura para deputado.. tenha santa paciência.. e espero que o povo de Juiz de Fora aprenda essa lição..

não foi a 1ª vez que esses vereadores sacanearam o povo de juiz de Fora... o Grande exemplo foi o fim da insenção do IPTU nos bairros Santa lúcia, linhares e Bairro Industrial.. e vem mais aí,,,o aumento da água pela Cesama

e para concluir.. essa Câmara é "AÇÃO e RESULTADO" E O Sr "mensaleiro Custódio' também é 'AÇÃO E RESULTADO"
E ESTÁ CHEGADNO AS ELEIÇÕES DE 2010

Anônimo disse...

http://www.andreagouveavieira.com.br/main.php?andreagouveavieira=search.main&search=marcelo%20garcia

Busca

Palavra pesquisada: marcelo garcia

Registros encontrados: 13

Geral

Comunicação

A sua opinião

30/01/2008 - Marcia Ribeiro da Silva

Notícias

30/11/2007 - Falhas comprometem Programa Pró-Jovem

23/08/2007 - Prefeitura corta verbas de Conselhos Tutelares

16/08/2007 - CPI dos Fundos: Andrea Gouvêa Vieira deixa Relatoria

19/05/2007 - CPI dos Fundos: Andrea prova que secretário errou

16/11/2005 - Câmara divulga calendário de tramitação do PPA e da LOA

13/10/2005 - Secretários de Ação Social e Transportes não projetam resultados

05/05/2005 - O DIA DA CHUPETA

19/04/2005 - Do diálogo à ação

21/02/2005 - Audiência pública discutirá crise nas creches municipais

15/02/2005 - Vereadora cria o Disque-creche

Clipping

05/04/2005 - Agora, o caos é nas creches

Multimídia

07/10/2007 - Andrea comentou, para a CBN, a investigação sobre os recursos públicos entregues à ONG Cieds, fundada pelo secretário Municipal de Assistência Social, Marcelo Garcia

É verdade o prefeito esta demonstrando que veio para comandar uma tropa de choque respeitosamente marginal creio nem precisar denominar; só uma duvida, será que o padrinho Aécio esta nesta tropa de pilantras? Meu deus estamos realmente fu... sai um grupo de bandidos e entra outros ainda piores o que podemos fazer contra estes gatos ou ratos melhor chorumes que se instalou em nossa juiz de fora.

Uma pena a vereadora Andrea ser 45, merecia coisa melhor.

Anônimo disse...

http://www.andreagouveavieira.com.br/main.php?andreagouveavieira=multimedia.detail&multimedia_idpk=50

Realmente Sr. Marcelo Garcia deve explicar estes fatos que deixou no Rio de Janeiro que é seu lugar. Assistam a mensagem no link acima para concluir e leiam as mensagens no site desta vereadora à coisa é mais seria que aparenta.

Rogerio de Moraes disse...

ATENÇÃO

QUEM ASSINA MC

LENDO SEU INFELIZ COMENTÁRIO JÁ QUE O SR MISTUROU NELE, ALHOS COM BUGALHOS, VIADUTO COM VIADO ADULTO E VEREADOR SAFADO COM VER A DOR DO SAFADO.
NINGUÉM DA INICIATIVA PRIVADA QUER OU PODE TRER SEU SALÁRIO REDUZIDO PELO SIMPLES FATO DELE NÃO SER PAGO COM O DINHEIRO PUBLICO.
REALMANTE NÃO ABRO MÃO DE UM CENTAVO DA MINHA REMUNERAÇÃO, JÁ QUE TRABALHEI PARA RECEBER.
EXATAMENTE O CONTRÁRIO DA GANG QUE TOMOU A CAMARA DE ASSALTO E SÓ FAZ PROJETOS AUTOBENEFICIANTES.
HIPOCRÍSIA É ACHAR QUE ISTO ESTÁ CORRETO, POR QUE CERTAMENTE ESTÁ OPINIÃO PARTE DE UM BENEFICIÁRIO DESTA PRATICA TÃO NEFFASTA AO DESENVOLVIMENTO MORAL E ÉTICO.
ELES SÃO SIM LADRÕES.
ROUBAM NOSSO DINHEIRO.
E AINDA TEM A PACHÔRRA DE SE DIZEREM "NECESSITADOS DESTA VERBA ROUBADA".
É POR TER PESSOAS COMO VOCê QUE ESTAMOS NESTA MERDA QUE O PAÍS VIVE.
E PRA PROVAR QUE VOCÊ ESTÁ ERRADO,
AO CONTRÁRIO DA SUA COVARDIA - USA APENAS DUAS LETRAS PRA SE IDENTIFICAR - ASSINO AQUI MEU COMENTÁRIO, COM MEU NOME COMPLETO, POIS TENHO ORGULHO DELE,QUE ALÉM DE HERANÇA LIMPA DE MEUS PAIS, É SINÔNIMO DE INDEPENDÊNCIA E VERGONHA NA CARA.
NÃO JULGUE OS OUTROS PELA SUA DESONESTIDADE.
E SE QUER UMA BOQUINHA NA PREFEITURA, PODE COMEÇAR, LAMBENDO AS BOTAS DO CUSTÓDIO E SE AGRUPANDO AO NEFASTO GRUPO DE LADRÕES QUE COMPOÊM A ADMINISTRAÇÃO DA MENTIRA.

Anônimo disse...

Vcs sabiam que o Vereador Castelar sempre foi "assessor" do Dep. Paulo Delgado, recebia dos cofres publicos e nunca trablhou?
Nunca prestou nenhum serviço para o congresso nacional.
Isso sim é vergonhoso. Deveria ele devolver aos cofres publicos aquilo que recebeu.
Demagogia é só aqui mesmo nesse blog.

Anônimo disse...

NINGUÉM CRITICA O PT.
O PT-JF É MESMO DIGNO MAIS DE PENA QUE DE CRÍTICA.
BASTA OLHAR A SURRA QUE A ELITE INTELECTUAL PETISTA TOMOU DO CUSTÓDIO.
E NÃO VENHAM FALAR EM 10.000 VOTOS DE DIFERENÇA, POR QUE AÍ SIM FOI PIOR QUE SURRA FOI NOCAUTE.
O MAIOR MANÉ É O QUE SE ACHA MAIS MALANDRO

Zimbra disse...

Como dizia o velho ditado popular que serve para qualquer setor... FARINHA POUCA, MEU PIRÃO PRIMEIRO.
Reforma poilitica Urgente... A começar por vereador recebendo salario simbolico - minimo, por exemplo.

Anônimo disse...

Para que criticar o pt-jf
10.000 votos de diferença, foi muito pouco diante a pilantragem nesta eleição de juiz de fora. E creio que teremos surpresas em breve na cidade. Quanto ao Castelar "assessorar" o Dep. Paulo Delgado mostra ser um político bem preparado e ainda mais confiável em suas indagações de moralização mostrando ser um forte nome para futuras investidas. Turminha do PSDB e aliados aproveite bastante enquanto desossa a peça guardem um qualquer, vão precisar siga o exemplo do ex prefeito que segue a mesma cartilha de vocês malocou tão bem que ninguém achou nada até hoje.

Wanderson Castelar disse...

Prezado Omar, quero agradecê-lo pelos comentários e pela oportunidade de manifestar-me neste blog - uma importante ferramenta de comunicação e debate. Quanto aos projetos que apresentei logo no início dos meus trabalhos na Câmara Municipal, quero esclarecer o seguinte:

1 - Dois deles propõem a publicação através da internet dos gastos com a chamada verba de gabinete, no caso da Câmara, e das despesas provenientes do uso de cartões corporativos, viagens de agentes públicos, entre outros. Esta obrigação valerá tanto para o Poder Legislativo quanto para o Executivo.

2 - O terceiro - e o mais impactante de todos - é o que propõe a supressão do 14º e 15º salários, assim como da remuneração por participação em reuniões extraordinárias, aquelas que costumam durar dois ou três minutos em média. Somadas, estas verbas totalizam quase 5 milhões de reais, ao longo de 4 anos de mandato.

3 - Infelizmente, este último projeto, foi derrotado por catorze votos a quatro, na última sexta-feira (já em pleno Carnaval). O outro, que obriga a publicação da verba de gabinete na internet, também derrotado em Plenário, pode ser considerado vitorioso, uma vez que a Mesa Diretora editou, dois dias antes, um ato administrativo adotando o procedimento que preconizei. Diante do clamor popular, se anteciparam à votação. Aparentemente, me derrotaram, mas na prática deram uma conquista ao povo de Juiz de Fora.

4 - É importante lembrar que abri mão, desde os primeiros dias de mandato, das verbas que estou questionando (14º, 15º e extras). Por isso, os recursos a que renunciei vão se juntar a outras sobras orçamentárias da Câmara e serão devolvidos ao Executivo, no final do ano. Como republicano convicto, não me sentiria bem arbitrando o destino destes recursos.

5 - Pretendo nos próximos dias convocar a cidadania juizforana para debater os rumos que devemos dar a esta luta. Como disse recentemente, acho que a população deve se apropriar desta bandeira. O que fiz foi em nome dela e por ela.

6 - Quanto às provocações e tentativas de desqualificação que venho sofrendo (há exemplos inclusive neste blog), quero dizer que não me surpreendem. São armas utilizadas com freqüência por aqueles que querem fugir ao debate, como se fosse possível encobrir sol com a peneira.

7 - Mesmo assim, estou reunindo todos os dados referentes à minha vida profissional e à militância política. São vinte e cinco anos de trabalho e luta que me enchem de orgulho. Posso dizer e provar o que fiz, o que penso e ao lado de quem estive na vida pública. Da mesma forma, posso dizer o que recebi como salário, o que declarei à Receita Federal e o que possuo.
Além de uma obrigação, será um prazer abrir o livro da minha vida a quem interessar possa.

Um respeitoso e cordial abraço do Wanderson Castelar (vereador PT)

ROGERIO DE MORAES disse...

NÃO SOU ADVOGADO DO CASTELAR, MAS ACHO QUE QUEMM O ACUSA É PESSOAL DO CUSTÓDIO, QUE NÃO TEM PEITO PRA BATER, OU O QUE É PIOR:
BATE DE MANEIRA COVARDE, CALUNIANDO E MANCHANDO O NOME DAS PESSOAS.
SÃO ESPECIALISTAS NISSO.
AO COMBATENTE VEREADOR, TODO APOIO DAS PESSOAS DE BEM E QUE TEM CORAGEM DE ASSINAR O QUE ESCREVEM.
POR QUE DOS ANÔNIMOS TUCANOS SÓ PODEMOS ESPERAR SÃO GOLPES BAIXOS.
POIS ESSA É A ESSÊNCIA DO TUCANISMO:
TRAIR - ROUBAR E DIFAMAR.

OMAR PERES disse...

Prezado Castellar,


O blog e a populacao de Juiz de Fora agradecem sua resposta, clara, objetiva, mas principalmente responsavel, como deve se exige de um democrata eleito pelo povo.

Tambem como republicano convicto , e respeitando sua decisao, permita-me sugerir, novamente, que voce faca, sim,uma distribuicao direta dessas verbas ilegais e imorais que se beneficiam os Vereadores de Juiz de Fora. Faze-las retornar ao erario é deixar centenas de criancas sem unifomes, sem cadernos.

Vamos a luta.O resto, os comentarios sem nome, nao importam: é gente que nao tem nome...

Abraco forte,

Omar Peres

Anônimo disse...

Perguntar não ofende. Se os nobres edis municipais recebem auxilio paletó, por quê comparecem na câmara vestidos como mulambos?

Weiquer disse...

Não concordo com Rodrigo Matos, ao chamar o vereador Castelar de oportunista, se eu tivesse lá, também apresentaria um projeto com tais características, e digo que pessoas como o sr. Rodrigo Matos que não tem passado operário, não sabe o que é viver com pouco e por isso precisa receber dinheiro indevido para suas mordomias e com isto nos custa altos preços no IPTU e a aumento abusivo na conta da CESAMA. Parabéns Castelar e conte conosco para lutarmos contra esta cambanda de maus vereadores.
Weiquer Delcio Guedes

Anônimo disse...

Oportunidade perdida

Juiz de Fora perdeu a oportunidade de dar um bom exemplo para o poder legislativo das cidades, do estado e do país. O povo de Minas e políticos como os que votaram a favor dos projetos do vereador Castelar podem liderar uma mudança de comportamento em relação ao dinheiro público. Minas tem autoridade moral para fazer isso. O Vereador Castelar perdeu uma batalha mas não perdeu a guerra! No próximo ano legislativo deve apresentar os projetos novamente e contar com o apoio de toda a sociedade que não suporta tanta hipocrisia e desperdício com o dinheiro público. Sugiro que o vereador Castelar deva fazer um pacto com a sociedade juizforana para decidirem juntos a destinação desta verba, uma vez que já abriu mão deste dinheiro. Quanto aos vereadores que votaram pela permanência do privilégio indecente, o povo vai saber dar a resposta nas urnas. O país precisa desse passo em direção à moralidade. Tomara que esse exemplo parta da nossa Minas Gerais, de nossa querida Juiz de Fora. Parabéns Vereador Castelar, parabens PT de Juiz de Fora.

JOEL AGUIAR
jornalista
Brasília - DF

Anônimo disse...

Já que todo mundo sugere o que fazer com o dinheiro dos outros.... aí vai....
O nobre Edíl, "amarra cachorro" do Bejani e do Marcelo Detoni, Noraldino Jr., como amplamente divulgado pela impressa, demonstra grande empenho para que a prefeitura pague a Arizona. Tudo em "prol dos funcionários" que ficaram desprotegidos. SUGIRO QUE O MESMO DOE SEUS JETONS AOS EX_FUNCIONÀRIOS DA ARIZONA. DINHEIRO PÙBLICO QUE SEGUE PARA SEU LEGÌTIMO DESTINO !!!!!!

Anônimo disse...

O vereador Wanderson Castelar, já abriu mão desse dinheiro em janeiro de 2009. Ele não recebe o 14º e 15º e nem os extra das reuniões extraordinárias. É O ÚNICO VEREADOR.

Anônimo disse...

Que bom que o Sr. Castelar veio manifestar nesse blog. Assim com muitos políticos quando são cobrados, Castelar se portou da mesma forma: "Minha vida é um livro aberto", "Todos podem consultar", "Tenho orgulho do meu passado" etc... E quando realmente se investigam, descobre-se muito. Castelar por exemplo, foi contratado (em cargo de confiança) do Ex- Deputado Paulo DElgado. Foram vários anos, até Paulo Delgado perder as eleiçoes. Castelar recebia mensalmente entorno de R$3.500,00 a R$4.000,00 por mês, mas todas as gratificaçoes, 13. salário, Plano de Saúde. Pasmem! Castelar ficou nessa condição por mais de 10 (dez) anos, e seque ia em Brasília ou fazia qq atividade de Assessor Parlamentar a não ser em época de eleição. Raramente ai a Brasília , ou seja, de 3 em 3 anos. Castelar ficava por conta do seu livre arbítrio.
Será que o "combativo" vereador não acha imoral, lesivo, corrupto tais práticas? Será que o Vereador não acha imoral receber sem trabalhar? Será que o Vereador que fazia parte dos sang-ssugas do dinheiro público, não acha vergonhoso? Que moral ele tem para cobrar algo?
É verdade que tem vereador que não vale R$500,oo por mês, mas há vereaores que faz juz aos seus vencimentos. No Estado Demcratico de Direito, é justo o salário. Deveria por exemplo é combater os valores altíssimos que o Poder Público dá a essa imprensa carcomica, manipuladora em recursos para publicidade e anúncios em revistas. Isso sim é imoral. Os veículos de comunicaçao, teem conseçao e deviria dar a contrapartida para tornar público o que é de interesse público.
Assim "nobre" Vereador Castelar, aguardaremos a abertura de sua vida profissional, quero vê-lo justificar o injustificável.
Fernada Sues

Anônimo disse...

É uma verdadeira quadrilha. Ao contrário do Robin Hood, roubam dos probres para dar a eles, ricos e safados. É dinheiro nosso, para eles gastarem como quiser, e ainda dá para fazer uma poupança para comprar votos nas próximas eleições. E o filho do Custódio e o Bruno Siqueira devem se candidar a Deputado. Olho neles galera. Chega de votar em filho de "papaizinho", que nunca trabalhou na vida, e que agora trocaram a mesada do papai pelo salário da Câmara.

São safados, covardes, falsos, mercenários, enfim, políticos de verdade.

E o povo, não vai fazer nada? Temos de gritar, vaiar, chamá-los de ladrão quando encontrarmos eles nas ruas. E, principalmente, nunca mais votar nesses safados, que não têm vergonha de assumir publicamente que nos enganaram.




Um eleitor indignado.

Anônimo disse...

Esse blog ta parecendo o Gala Gay.
Tem de tudo.
Vitor Valverde, Suely Reis, Marcelo Gracinha e acreditem se quiser agora apareceu uma Fernada Sues (Cruzes - mais parece mu nome de traveca).
Se continuar assim será melhor mudar o nome para Blog "G".

Wanderson Castelar disse...

Prezado Omar, uma pessoa que se identifica como ‘Fernanda Sues’ acaba de postar uma mensagem (veja acima) me cobrando coerência. Em resumo, a leitora alega que eu exerci por mais de dez anos uma assessoria no gabinete do ex-deputado federal Paulo Delgado (PT-MG), indo raramente à Brasília e ganhando entre 3.500,00 e 4.000,00 reais por mês.
Pergunta-me se eu não acho imoral tal prática, na medida em que venho defendendo na Câmara Municipal a supressão do 14º e 15º salários, assim como da remuneração por participação em reuniões extraordinárias.
Em resposta a ela e em consideração aos demais leitores deste blog, quero prestar os seguintes esclarecimentos:

1 - Fernanda, é de conhecimento de toda a cidade que eu fui assessor do ex-deputado Paulo Delgado, com quem tenho relações de amizade e afinidade político-ideológica há quase trinta anos. Esta informação, aliás, consta no material de divulgação que usei na minha campanha. Considero um item fundamental no meu currículo. Em vez de escondê-lo, tenho prazer de divulgá-lo.

2 - Como assessor, foram bem mais de 10 anos, já que meu primeiro contrato é de 1989. Por várias vezes, no entanto, me afastei da assessoria, ou para me dedicar ao magistério, ou para concorrer às eleições municipais, em 2000 e 2004. Portanto, não foi um vínculo contínuo.

3 - Esta atividade, Fernanda, sempre foi exercida em Juiz de Fora, em escritório mantido pelo próprio deputado para atender cidadãos, organizações sociais e órgãos da imprensa. Ou você acha que as pessoas devem ir a Brasília para falar com o deputado? Além de legal, a existência deste escritório é uma exigência da própria cidadania.

4 - Neste escritório, que sempre funcionou em endereços conhecidos de todos, exerci as mais variadas atividades, de 'oficce-boy' a 'ghost-writer', quando eventualmente o deputado me solicitava a redação de um algum texto. Por isso, meu salário variou bastante. Durante um bom tempo, foi pouco maior do que um salário mínimo; depois, com o passar dos anos e a evolução do meu currículo, foi crescendo, até alcançar algo em torno de 3.500,00 reais. Mas saiba que este valor eu só fui receber na minha última passagem pelo gabinete, de maio de 2005 a janeiro de 2007. Foi, por assim dizer, o ápice de uma trajetória iniciada há quase vinte e cinco anos, em benefício da qual renunciei à carreira acadêmica e ao cargo de sociólogo na Prefeitura de Belo Horizonte, após ter sido aprovado em concurso público e ser convocado para tomar posse.

5 - Estas são algumas informações que fazem parte do material que estou reunindo para colocar a disposição de qualquer cidadão ou cidadã de Juiz de Fora. Deixarei ao público o julgamento da moralidade dos meus atos como servidor público e militante político. Aliás, quero insistir: boa parte destas informações já é de conhecimento de todos. Senão, como explicar o fato, Fernanda, de você dispor delas? Curiosamente, não cita o longo período em que fiquei desempregado, de fevereiro de 2007 a janeiro de 2009. As privações pelas quais passei, certamente não lhe interessam. Não importa a desgraça alheia quando o objetivo é desqualificar o interlocutor e lançar suspeitas sobre ele, não é mesmo?.

6 - Por isso, quero alertar àqueles que estão empenhados em destruir minha reputação na vã tentativa de se livrarem do debate que se alastrou pela cidade. É inútil! Por duas razões: 1ª) não sou eu que estou em julgamento, mas estas verbas que não encontram sentido moral ou explicação política; 2ª) esta luta já foi encampada pelo povo de Juiz de Fora. Atingir o vereador que propôs a supressão delas e abriu mão – de uma só vez – de 250 mil reais, só dará mais um motivo à sociedade para continuar lutando pela moralização do Legislativo Municipal e combatendo o mau uso do dinheiro público.

Por fim, quero me colocar a sua inteira disposição para prestar as informações que você ainda entenda necessárias. Só lhe peço, em troca, Fernanda, um pouco de consideração e respeito pela minha história. É o único bem que possuo e prezo muito.

Um cordial abraço do
Castelar

OMAR PERES disse...

Prezado Vereador Castelar,

Democratica, uma vez mais, sua resposta, pois mostra transparencia, o que literalmente, 'e tudo o que a sociedade reivindica de nossos homens publicos.

Mas permita-me Castelar, te dar mais sugestao: nao perca tempo com tipos como essa pseudo figura denominada "Fernanda Sues". Nao existem e, por nao existirem mostra o carater de quem se traveste em Fernanda , ou seja, nao tem carater.

Postei o texto em que "ela" te ataca pois, dessa vez somente, esperava por sua resposta. Agora o que vao dizer e fazer os tucanos-bejanistas-mensaleiros? Nada! Como diz o Zagalo: vao te de te (nos) engolir.

A "Fernanda" 'e apaixoanda pelo blog. E isso 'e que mata essa gente de raiva : tem de ler, diariamente o blog de maior audiencia da cidade , o que mostra verdadeiramente quem sao os tucanos-bejanistas e mensaleiro. Morro de rir!!! E eles de raiva!!!

Essa figura, "a Fernanda", dizem que 'e o Vitor Vitoria Valverde, mas nao posso provar. Mas soube por um amigo que ele posta todos os dias no blog utilizando outros nomes.

Em todos os casos, se a Fernanda ou o Vitor Vitoria Valverde te procurarem, ou quem quer que seja, para pedir mais informacoes sobre seu curriculo, por favor, nos avise.

Mas agora "ela" sai correndo. Desaparece uns tempos, mas antes manda uma mensagem "muito carinhosa", digamos assim, para mim.

No mais, va em frente. Esse 'e o caminho. Parabens.

Omar Peres

Anônimo disse...

Omar, parabéns pelo seu blog e também por desmascarar de vez essa tal de Fernada Sues.risos....que além de mal intencionada é leviana, ao lançar dúvidas quanto à trajetória de vida do vereador Castelar para tentar ofuscar seu trabalho sério e corajoso,vem a esse espaço demonstrar tal despreparo a ponto de se quer redigir um texto com um português que é de se lamentar de tanto que destrói a gramática de nossa lingua pátria. Abraços e continue assim do lado dos bons caro Omar......saudações EDUARDO RIBEIRO

Anônimo disse...

Pergunta não ofende, A REVANCHE!

O Vereador Castelar realmente trabalhou para o EX Deputado Paulo Delgado. Mas, deve se ressaltar apreendeu o lado bom e descartou os erros e enganos: a empafia, a mediocridade , a sede de poder e a arrogância. Viu! Castelar é inteligente! Independente! Coerente! E, é gente!

ESSE É O NOME, CASTELAR!!!!