quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Um debate sobre a reeleição

Alguns temas políticos, que geralmente provocam intensos debates, mas raramente obtêm consenso, já estão figurando na pauta das questões que certamente ocuparão espaços privilegiados a partir do segundo semestre. Fala-se, por exemplo, no fim da reeleição, que já não valeria mais para o sucessor do atual presidente. A se propor tal alteração no texto constitucional, é preciso que se articulem os entendimentos entre líderes das futuras bancadas, para que não mais se levantem suspeitas quanto a interesses e casuísmos. A se adotar tal medida, é necessário que o debate se faça logo, até mesmo para se aproveitar uma legislatura que vai terminar dentro de alguns meses. Quem sabe a política brasileira será contemplada com uma discussão séria sobre questões políticas essenciais?

Quando se fala na eliminação da reeleição, já experimentada e bem sucedida em alguns países, seria prudente considerar que ela talvez não tenha sido bem sucedida não por si mesma, mas por causa de vícios de origem em se tratando do Brasil. Não se pode desconhecer que no caso nacional ela foi um ajuste de interesses, sem respaldo da opinião pública, mas apenas para que se contemplasse Fernando Henrique com um novo mandato. Ela nasceu entre nós com esse defeito congênito, resultado do processo de artificialismos e com o apoio de um Congresso que cedeu ao esquema de compra de votos, sobre um balcão de acertos em que a falta de pudor só poderia ter sido comparada, mais recentemente, com o esquema não menos escandaloso do mensalão.

A deformação, portanto, não é propriamente da reeleição, que tem muitos méritos. O pecado maior nasceu da forma como se introduziu em nossa estrutura política.

O debate que se vai travar deve levar em consideração, portanto, esse detalhe original. Para que saibamos todos que não adianta a boa qualidade da madeira, quando o pau nasce torto.

8 comentários:

Gil disse...

Professor, bom dia!

O que falta realmente ao Brasil são regras claras e consistentes, em todos os setores.

Em uma pesquisa realizada pelo Departamento de Comércio dos EUA na gestão Bush sobre quais os países mais difíceis para as empresas americanas se adaptarem, a terra de Cabral ficou com um vergonhoso 4º lugar. Sim, ser primeiro neste campeonato é demérito. Perdemos para o Iraque e dois países africanos.

O debate sobre a reeleição não passa neste momento de puro oportunismo político, ou seja, falta de manutenção das regras vigentes.

Oportunismo tanto de quem quer o poder (PSDB) quanto de quem se espera deixe-o tão logo termine seu mandato(PT). Para os homens de Lula, uma garantia de seu retorno daqui a um mandato mantendo-se a estratosférica aprovação do presidente. Para o PSDB uma solução "viável" para acalmar Aécio Neves que teria a garantia de sair candidato em uma próxima eleição, já que dentro do PSDB é sabido que ele vai ser preterido por Serra.

Fala-se que a reeleição não dá certo. Balela. Dizem que mandato de cinco anos seria melhor que a reeleição e mais produtivo, pois quatro é pouco. Oras, já tivemos mandato de cinco anos e não "deu certo".

É esta falta de garantia do que será o amanhã que faz sermos o 4° vergonhoso colocado naquela pesquisa, em um país onde as regras mudam ao sabor do governante de plantão.

Absurdo!

Mas quem pode mudar isto? A mesma população que elege deputado que constrói castelo frances no século XXI.

Tudo de bom!
GIL

PS - 5°Venezuela; 6°Haiti; 7°Turkumenistão; 8°Zimbabue; 9°Sudão; 10°Líbano...
Mais em: http://www.commerce.gov/

investindo disse...

Caro Omar,

Diz uma velha frase que "a diferença entre o remédio e o veneno é a dose". No citado mandato de FHC e sua reeleição considero que foi o "remédio" na dose certa que o nosso querido e doente Brasil precisava.

Será que se os Tucanos não tivessem a chance de ficar por 8 anos, os avanços e planos traçados nos primeiros 4 anos de FHC teriam continuidade com outro presidente, de outro partido?

Lembre o que aconteceu:

Inflação - indiscutível a eficácia do Plano Real (implementado dentro de um rígido e bem elaborado cronograma).

Reestruturação do setor bancário - tão criticado na época e tão elogiado hoje (por todo o mundo).

Abertura do mercado de Telecomunicações - falaram muito mal também. Lembra quanto custava um telefone? Quantos brasileiros tinham acesso? Quantos empregos e impostos as "teles" geram? Saudoso Sérgio Motta deve estar feliz no céu.

Privatização Vale do Rio Doce - de mega cabide de emprego para mega mineradora (além de cabide).

Privatização de siderúrgicas - O mesmo efeito da Vale.

Medicamentos Genéricos - Apesar de ainda não estar corretamente implementada, sem dúvida uma ação corajosa (enfrentar multinacionais para quebra de patentes) e que gera benefícios enormes a população de baixa renda. Sem falar no tratamento para portadores de HIV.

Aprovação da lei de responsabilidade fiscal - se hoje a baderna é geral, imagina sem essa lei.

E mais algumas ações que, sem duvida, transformaram Brasil em um país melhor.

Agora, desafio aos "petistas"de plantão a me lembrar de alguma medida do Sr. Luiz Inácio Lula da Silva que tenha realmente feito a diferença para essa e a próxima geração. Ninguém vai comentar, pois não há. Não fez o que prometeu na campanha e nem nada de novo.

Medidas populistas e de reação a calamidades qualquer idiota faz, até eu.

Não sou filiado a nenhum partido, sou de verdade um fã de bons administradores.

Nossa Juiz de Fora não precisa mais de políticos e sim de administradores que tenham coragem, imparcialidade e criatividade para melhorar a vida de todos.

Torço muito por você, pelo fato de ser homem de coragem e um administrador.

Uma pena que a maioria dos eleitores (mal informados) preferem uma carinha simpática e frases ritmadas da incompetência e corrupção a rispidez e dureza de quem sabe, a real necessidade e gravidade que a população mais pobre necessita neste país.

Fechando o comentário sobre a reeleição, com FHC eu tenho certeza que foi remédio necessário. Mas agora, concordo com você.

Outra coisa, dica de eleitor: Nas próximas eleições a PJF, faça tipo homem bonzinho e não tente atestar sua capacidade e competência. Porque? Matemática! Números: 95% dos eleitores votam por simpatia e 5% pela capacidade e competência... triste mas, em um regime eleitoral que o voto é obrigatório... é assim!

Um abraço de um cidadão que também ama JF.

Anônimo disse...

Investindo;
Basta ver a popularidade de ambos,
FHC jamais, o que ele contribuiu para o nosso país foi ao bolso de poucos.
Lula e motivo de muita inveja para vocês; sem mais, Dilma na cabeça e Custodio em breve na sarjetas pois cadeia e para pobre, pr. e pu.

investindo disse...

Caro Anônimo,

A estabilidade encontrada pelo governo Lula foi instalada e realizada pelos 8 anos anteriores. Você acredita mesmo que a estabilidade e crescimento se deve ao Lula? Me aponte fatos! Não tem, ele nada fez.

Se houve algum crescimento no emprego, agradeça a política econômica dos Tucanos (corruptos também) porque o PT não tem a mínima condição intelectual para isso, até hoje não.

Parei a muito tempo de acreditar em partidos em nosso país, noa existe mais ideologia nacional, salvo raras exceções, mas não deixei de acreditar nas pessoas, homens de bem e competentes que felizmente ainda existem.

Voltando ao PT, expulsou sem misericórdia os idealistas de coração do partido (Heloísa Helena, Babá e outros) e abraçou, acolheu e protegeu todos os envolvidos nos mais diversos escândalos da era Lula, nem precisa lembrar os nomes.

Bolsa Família e outros programas sociais da era Lula já existiam no governo FHC, a diferença é o Lula mudou o nome dos programas e no governo FHC o que era ajuda passou agora a esmola, explico; as famílias para receber tinham que provar a utilização (filhos na escola etc) e agora na era Lula isso acabou, programa social virou esmola e ponto final.

Ainda continuo esperando alguém lembrar de alguma realização do PT para o nosso país. Fique a vontade se lembrar de alguma.

Para mim a única coisa muito positiva que o Lula vai deixar é o sentimento indiscutível da democracia, quando um pobre chegou ao poder. Pena que parou por aí.

Menos políticos e mais administradores, repito sempre!

Menos partidos e mais idéias!

Menos leis e mais aplicação!

Lula é uma vergonha elevada a décima potência pois já foi pobre não teve estudos, portanto, deveria saber mais do que ninguém do que o povo precisa. Ou será que ele acha que todo vagabundo pode virar presidente?

O povo pobre (pobre de estudo de conhecimento) vota por dó ou simpatia, vota sem saber o porque e depois procuram o porque de tanta miséria...

Eu, você... povo canino... correndo atrás do rabo!

Anônimo disse...

Oh, bem me lembro que os tucanos doaram tudo de bom do Brasil, oh benditas privatizações ..vale ...oh, o valerioduto começou com os tucanos. o LULA pagou o dívida o FMI nâo dita mais regras, eta analfabeto porreta, pena que não pode entrar num 3º mandato, senão a presidencia seria novamente dele, um a pena para nós, investindo bobo, o indíce de aprovação do homem é quem diz, FHC já foi,já era ele que vá dar palestras para os aspones iguais a ele,aecinho aspirador na presidencia Deus nos livre, serra no poder socorrooooo e no mais LUTA BRASIL.

Anônimo disse...

O BRASIL PEDE A REELEIÇÃO DA VERGONHA ELEVADA A 10ª , E SE ELE NÃO PODE MAIS SER O FUTURO PRESEDENTE QUE SEJA O VICE...ENTREGAR O BRASIL PARA OS TUCANALHAS É QUE NÃO PODE.NÃO ADIANTA SER BOM ADMINISTRADOR E ADMINISTRAR PARA POUCOS.VIVA LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA, O MEU PRESIDENTE.

investindo disse...

Anônimo,

Se não sabe, pesquise sobre os resultados das empresas privatizadas na época. Todas, eu disse todas, todas eram deficitárias (davam prejuízo) e só funcionavam como cabide de emprego. De tivessem realmente doado as empresas mesmo assim seria bom para o país. Pesquise sobre o assunto.

Sobre o a corrupção instalada neste ou naquele governo não me lembro do antigo presidente protegendo nenhum "companheiro". O atual governo é a MAIOR VERGONHA, internamente e internacionalmente, veja agora o caso Battisti (absurdo) e as declarações (como sempre) impensadas do Lula sobre o caso da brasileira na Suiça.

Sobre o Governo Estadual, digo, faz muito tempo eu não via uma administração tão profissional, modelos simples e básicos que vem trazendo ao estado muita economia e boa gestão dos recursos. Não sou fã do Aécio mas vou vibrar por casa vez que alguma coisa de bom for realizada. Ele, disparado o melhor dos últimos governadores, mas tem muito o que melhorar. Falaram da loucura política do seu apoio ao PT em BH, mas para quem conhece BH (como eu), tem que admitir que ele fez a coisa certa, primeiro pela boa administração que o PT vem fazendo (não apoio partidos, tá vendo) na capital e segundo pelo histórico do segundo colocado das últimas eleições para a prefeitura de BH. Você conhece a família Quintão?

Vamos deixar os partidos de lado e vamos aos fatos, me ajude e me lembre de alguma coisa de relevante que o atual governo fez.

Não vale citar promessas não cumpridas, frases de efeito, bravatas de populista e "vale-esmola" para os famintos sem se quer exigir que os filhos vão para a escola como ele (Lula) faz; quero fatos, medidas pequenas ou grandes que vão proporcionar um futuro melhor para o país.

Um novo hospital, uma ponte ou coisa parecida é responsabilidade do prefeito, atuação de presidente de verdade é diferente, é grande, é baseada em necessidades maiores, muito maiores que a minha e a sua vontade.

Estou esperando você ou alguém me lembrar de alguma coisa...

Já estou sentado para não cansar as pernas.

Pare de ser expectador e transforme-se em ADMINISTRADOR, nós somos ACIONISTAS desta empresa que se chama Brasil e você e eu DIRETORES de uma filial que se chama JUIZ DE FORA. Nos fazemos parte do Conselho de Administração e somos responsáveis por TUDO.

Pare de pensar como funcionário, torcendo para que os patrões (POLÍTICOS) façam a coisa certa, PARE com isso, somos PROPRIETÁRIOS.

Pare de apoiar partidos políticos, apóie PROJETOS,

Pare de eleger o simpático ou o coitadinho, vote na arrogância da COMPETÊNCIA E REALIZAÇÃO,

Pare de ser torcedor, para isso existe o TUPI e o ATLÉTICO MG (que recomendo),

Pare e pense no que está acontecendo em nossa cidade, veja o que tem acontecido nos últimos anos.

Para reflexão:

"SE FIZER AS MESMAS COISAS SEMPRE DO MESMO JEITO OS RESULTADOS TENDEM A SE IGUAIS".

Seja Lula ou FHC, Omar ou Custódio, eu ou você, vamos torcer e apoiar as melhores ações e projetos e não os melhores discursos e promessas.

Anônimo disse...

Nobre investindo a coisa lá em cima é mais embaixo:é corrupto julgando corrupto,tem que se agir com muita cautela e como disse o autor das denúncias dep. roberto jeferson se falar e punir tem-se que fechar o congresso.
Um abraço
Fã do Lula