quinta-feira, 19 de março de 2009

ANTONIO ANDRADA , CONSELHEIRO DO TRIBUNAL DE CONTAS, INDICIADO POR CORRUPÇÃO E FORMAÇÃO DE QUADRILHA !!!

O jornal O Estado de Minas publicou, semana passada, uma maravilhosa série de reportagens sobre o Tribunal de Contas de Minas Gerais. Alguns dados da instituição são inacreditáveis e principalmente as decisões e ações de Antonio Andrada, a saber:

1) os conselheiros , em maioria , são políticos. A nomeação é exclusiva do Governador;

2) o salário médio de um Conselheiro alcança R$ 50 mil por mês ;

3) os conselheiros ainda recebem auxilio moradia no valor de R$ 2,5 mil, mesmo que residam em Belo Horizonte, como é o caso de Antonio Andrada;

3) Antonio Andrada, irmão do Deputado Lafayette Andrada, ambos de Barbacena, está indiciado pela policia federal por formação de quadrilha, corrupção e prevaricação . Um doce para quem adivinhar o motivo: suspeita de venda de decisões favoráveis para prefeituras ligadas ao Grupo SIM, aquela famosa empresa que prestava serviços para a prefeitura de Juiz de Fora durante o "governo" Bejani, por módicos R$ 600 mil mês ;

4) O Deputado Lafayette Andrada é do PSDB e foi um dos grandes articuladores da campanha que elegeu o mensaleiro custódio mattos prefeito de JF. Por isso, Lafayette já teria nomeado dezenas de cabos eleitorais na prefeitura. Isso mostra a "mudança com segurança" que Juiz de Fora sofrerá nos próximos 4 anos ;


Isso é Minas. Isso é o Brasil.

14 comentários:

Anônimo disse...

Qual a razão da OAB não ter influencia nas indicações de pessoas ao TCE MG? Político, não consegue fazer o básico que é evitar por a mão no dinheiro publico que dirá ajuizar prestação de contas; onde esta os órgãos de classe entre elas a transparência que a pouco estava na moda em todos os jornais e sites na internet. Vamos colocar aos quatro cantos estas noticias de mazelas publicas.

Lélio

Anônimo disse...

Permita dizer ao Lélio: (anonimo postou comentário sobre o destemido OMAR PERES QUE BOTOU OS PODRES PARA FORA, REPORTANDO-SE AS NOTÍCIAS VEICULADA NO JORNAL ESTADO DE MINAS: "ANTONIO ANDRADA, CONSELHEIRO DO TRIBUNAL DE CONTAS INDICIADO POR CORRUPÇÃO E FORMAÇÃO DE QUADRILHA!!!!"- salve-salve Elmo Brás, que tem na sua fazenda a "ilha da fantasia"...A REALIDADE FICA COM O POVO !!!!
Portanto, permita dirigir meu comentário ao Sr. LÉLIO:-
===================================
O advogado Marcelo Leonardo foi presidente da OAB/MG e Advogado do Bejani. O Dr. Raimundo Candido, atual Presidente da OAB/MG, pegou um monte de serviço da Prefeitura de JF...sinceramente, tenho para mim que os rios correm é para o mar...(mar de lama, corrupção). Quem tem dinheiro, atrai os Advogados também para ajuda-los...Não tenho nada contra a OAB/MG, só que como advogado, estou suspenso meu direito de trabalhar (tendo estudado, formado e inscrito regularmente na OAB/MG). Como exercia nos cargos que ocupei no Estado de MG minhas outras duas (2) formações: Administrador e Tecnólogo em Cooperativismo, afetos ao Conselho Regional de Administração-MG, e não exercia a advocacia, mesmo porque trabalhava em tempo integral, me aposentando em 2008. OCORRE QUE MESMO PENALIZADO, COM A SUSPENSÃO, A "OAB/MG" VEM ACUMULANDO DÉBITO, ATÉ OS JÁ PRESCRITOS NÃO ME PERDOA...pergunto: será que tem conotação política, já que fui vice-prefeito do Bejani e desde o primeiro mandato (1989/1992) denunciava o enriquecimento ilícito dele ( que era o paladino da moralidade, com o "caça aos marajás"...), no que o processo de enriquecimento ilícito dorme em berço esplêndido nos escaninhos do Tribunal de Justiça, graças ao Dr. Marcelo Leonardo, já que a Justiça é cega para os políticos...(processo que teve a participação do saudoso Promotor Francisco Lins do Rego). POIS BEM, ASSISTI PALESTRA DOS DIRETORES DA "OAB/MG" QUE CANTARAM EM VERSOS E PROSAS, QUE NÃO GANHAM UM CENTAVO PELO TRABALHO QUE DESENVOLVEM NO ORGÃO DE CLASSE. É bom que se diga, mais caro do que os dos médicos, dentistas, enfermeiros, etc, etc. PERGUNTAR NÃO OFENDE: para onde vai tanto dinheiro ???????
BEM, a OAB/MG faz justiça com as proprias mãos, já que não me dá o direito de me defender na JUSTIÇA e provar que trabalhava com outras formações que tenho e portanto, afeto ao CRA-MG e "suspenso" da OAB/MG, porque tenho que pagar e pagar até débitos já prescritos ????
Portanto, Lélio, se tivesse indicação da OAB no TCE MG as mazelas seria até piores...lamentavelmente !!!!

Anônimo disse...

PARA ENTENDER O MOMENTO QUE VIVEMOS NO BRASIL, ONDE OS HONESTOS SÃO PERSEGUIDOS E OS BANDIDOS PROTEGIDOS, NÃO DEIXEM DE LER O ARTIGO DO LUÍS NASSIF, ABAIXO:
_____________________________________

Nassif: O sistema político brasileiro e o crime organizado
Atualizado em 17 de março de 2009 às 15:20 | Publicado em 17 de março de 2009 às 14:46
O Sistema Brasileiro de Inteligência e o jogo político

Luís Nassif, em seu blog

Quando FHC saiu do governo, escrevi um artigo “Uma obra de arte política”, descrevendo a habilidade da estratégia de governabilidade de FHC - e o desperdício de não ter sido utilizada para um plano de desenvolvimento amplo.

A estratégia consistia em cooptar chefes regionais com migalhas do poder, mantendo incólumes os pilares centrais do governo.

Essa era apenas a perna conhecida do modelo criado por FHC.

O ponto central era o controle estrito sobre o Ministério da Fazenda e toda a estrutura debaixo dele - Banco Central, CVM (Comissão de Valores Mobiliários), Secretaria da Receita Federal (SRF).

Não se tratava apenas de manter o controle técnico sobre a economia. Era nesses ambientes que se fortalecia a perna oculta do sistema de poder montado: a criação de um modelo sistêmico de aliança com o crime organizado (de colarinho branco), que se expandia na indústria de offshores, de bancos de investimentos, de gestores de recursos.

A maneira como Gustavo Franco autorizou as operações do Banco Araucária, as operações com leilões da dívida pública (sempre com dúvidas sobre sua transparência), o caso emblemático do Banco Santos - desde 1994, um banco quebrado que, mesmo assim, enviava centenas de milhões de dólares para o exterior, com autorização do Banco Central - e, especialmente, o caso Opportunity, demonstravam uma ampla cumplicidade entre autoridades e transgressores. A estrutura de fiscalização do Estado ficou totalmente amarrada pelas ordens que emanavam do centro do comando financeiro do governo.
O controle do Estado

Em entrevista que concedeu ao Terra Magazine, FHC definiu a Satiagraha como uma luta pelo controle do Estado. Nada mais claro.

Quando o PT assumiu o poder, seguiu ao pé da letra a receita de FHC - tanto nos acordos fisiológicos inevitáveis, quanto na tentativa de cooptação desses grupos barras-pesadas.

Esse trabalho se dá através dos dois estrategistas políticos de Lula, José Dirceu e Antonio Palocci. Palocci atuava especialmente através do Conselhinho (o Conselho que julga os recursos dos agentes financeiros) e da CVM - nas gestões Marcelo Trindade e Cantidiano. Livra-se o Banco Pactual de autuações severas por crimes fiscais, livra-se Dantas por crimes de lavagem de dinheiro e de desobediência às regras cambiais brasileiras, permite-se que o Banco Santos se torne o maior repassador de recursos do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) em uma leniência sistemática.

O Opportunity passa a financiar Delúbio Soares, através da Telemig Celular e Amazonia Celular. Palocci torna-se próximo de André Esteves, do Banco Pactual. E o BC mantinha olhos fechados para os crimes de lavagem de dinheiro.
O Sistema Brasileiro de Inteligência

Esse esquema começa a esboroar não apenas com o chamado escândalo do “mensalão”, mas pela iniciativa histórica do Ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, de montar o Sistema Brasileiro de Inteligência.

Essa iniciativa se dá de forma paralela com o que ocorre em outros países, quando os Estados nacionais se organizam para enfrentar a internacionalização do crime organizado.

Nesse momento, começa a ruir o modelo de governabilidade baseado na aliança com o crime organizado. No combate ao crime organizado, o funcionário do BC não responde mais à sua diretoria mas a uma estrutura superior e interdepartamental. O mesmo ocorreu com outros funcionários da área econômica. O controle acaba.

Sentindo que o processo era inevitável, e escaldado pelo “mensalão”, Lula dá ampla liberdade para o aparato do Estado se organizar.

Pela primeira vez, o Estado começa a cumprir suas funções e os funcionários públicos a se libertar das amarras impostas por esse pacto espúrio. Aumenta a colaboração com as forças internacionais anti-crime, surgem as grandes operações combinadas de combate ao crime organizado. Fiscais da Receita passam a conversar com a Polícia Federal, a Coaf troca informações com o Ministério Público, a ABIN é acionada. E dessa integração começa a nascer a esperança de uma mudança estrutural não apenas no combate ao crime organizado, como na redemocratização do Estado e no aprimoramento do jogo político.

Era inevitável o choque com a estrutura de poder montada. O ovo da serpente já estava incubado, eram muito profundas as ligações entre o crime organizado, estruturas de mídia, instâncias do Judiciário, Congresso Nacional, Executivo. O país havia se criminalizado.

Pior, criminalizou-se com status. Chefes de quadrilha são tratados como brilhantes executivos, aproximaram-se de grupos de mídia, ajudaram na capitalização de alguns deles.

Um dos fatores que leva à inibição do crime é a condenação social do criminoso, a não aceitação de sua presença nos círculos sociais. Por aqui, Daniel Dantas continuou a ser aceito por praticamente todas as lideranças políticas. O ato comprovado de tentar subornar um delegado não mereceu a condenação explícita de ninguém. Pelo contrário, é elogiado pelo mentor máximo da oposição, FHC, e defendido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal.

É essa lógica vergonhosa, para nós brasileiros, que explica toda a ofensiva para desmontar o Sistema Brasileiro de Inteligência.
Mudanças irreversíveis

A questão é que o mundo mudou. O crime organizado de colarinho branco tornou-se ameaça mundial, combatido por todos os países civilizados. A Internet rompeu com a barreira da informação. Pode custar mais ou menos, mas será impossível ao país não se curvar à grande onda anti-crime que se seguirá à queda da economia global.

Algumas vezes critiquei a superficialidade de FHC, sua incapacidade de perceber os ventos, os grandes fatores de transformação que permitissem lançar o país rumo ao desenvolvimento. Bobagem minha! Seu foco era outro.

É por isso que para ele, Protógenes é amalucado e Dantas é brilhante.

A história ainda cobrará caro de FHC por ter institucionalizado o crime organizado no centro do jogo político brasileiro.

Anônimo disse...

Ele acabou com a Casa da Doméstica Cidadã:


Matéria publicada no JF Hoje no dia 19/3/2009


Usuários e profissionais
ligados a projetos sociais,
mantidos pela Prefeitura
de Juiz de Fora, se
encontraram com o prefeito
Custódio Mattos na
tarde de ontem. A reunião
foi solicitada em
conjunto com o vereador
Wanderson Castelar
(PT), e teve o objetivo de
receber esclarecimentos
sobre o corte de algumas
dessas atividades.
A professora da rede
municipal, Fabiana Rabelo,
era responsável pela extinta
Casa Doméstica Cidadã.
Durante o encontro,
ela mostrou sua indignação
com a forma como o
projeto foi encerrado.
— Produzi um relatório
sobre o trabalho e
levei à Secretaria de Assistência
Social. O documento
nunca foi lido —
relatou. De acordo com
ela, os envolvidos com o
programa não foram tratados
com respeito.
— O projeto foi encerrado
de uma forma
cruel e autoritária —
d e f i n i u.
Na ocasião, várias pessoas
entregaram ao prefeito
relatórios e documentos
que comprovam
os benefícios trazidos pelos
projetos.
Custódio se justificou
dizendo que dos 66 núcleos
instituídos para execução
desses trabalhos, 36 estão
funcionando. Segundo ele,
trata-se de uma suspensão
temporária.
— Estamos trabalhando
para ampliar esses projetos
de forma controlada
— prometeu o prefeito,
que não soube informar
quando serão reativados os
programas suspensos.


Sou patroa de uma ex-aluna da Casa da Doméstica Cidadã.
Me sensibilezei com a nóticia e resolvi escrever no blog.
O curso é maravilhoso minha ajudante aprendeu o verdadeiro sentido de ser uma Empregada Doméstica Cidadã.
Ela tem orgulho da profissão o que se transmite no se trabalho.

Acabar com projetos sociais que qualificam e empregam é desmando.
Até quem votou no Custódio, hoje se revolta contra el.

Dante Vilela júnior disse...

Prezadissimo Senhor Omar Peres.
Esta notícia é auspiciosa em demasia, seria meu desejo receber informação da parte de V.Sa., pois desejo adquirir o exemplar desse noticiário de Minas, "O ESTADO DE MINAS GERAIS", isto porque será de grande valia para mim ter estas notícias em meus arquivos. Caso seja possível, desejaria uma entrevista com o prezado empresário. Favor, sendo possível, fornecer-me a data daquela publicação. Ficarei eternamente agradecido. Identifico=me a seguir.

Anônimo disse...

DR OMAR,

O que dizer entao, dos projetos de caminhada saude e esportes que o novo Secretario de esportes Renato Arrogante Miranda tirou aqui do meu bairro e dos outros todos?? E o que dizer que ele sendo padrinho de projeto de volei na Universidade, sendo que ja nao da aula mais la?? Vc nao sabe o que os professores estao passando na mao dele na secretaria, é so perguntar, mas seus amigos e parentes estao todos la...estranho...

Lelis Almeida

Anônimo disse...

SERÁ DIFÍCIL PUNIR OS ANDRADAS, ELES CHEGARAM NO BRASIL EM UM NAVIO DE PORTUGAL E HERDARAM UMA CAPITANIA HERIDITÁRIA E ATÉ HOJE ESTÃO MANDANDANDO E DESMANDANDO NO BRASIL, CONTRA ESSA OLIGARQUIA QUE TEM UM DEP FEDERAL, UM ESTADUAL, UM CONSELHEIRO , UM DESEMBARGADOR E UM PROCURADOR É IMPOSSÍVEL DETÊ-LOS EM SUA GANÂNCIA.

Luiz Valle disse...

por falar em corrupção... começou em Juiz de Fora as negociações para a concorrencia de novas empresas de onibus.... demoraram com o edital, mudaram o q ja tinha sido feito pelo antigo prefeito bonachão, Tódinho ta na linha de frente das negociações, junto com a "quadrilha" dele... ja viu né pessoal!?? vem chumbo quente aí...a população é que vai pagar a conta dessa estória toda... essa nova licitação deve estar cheia de "buracos" que permitam a corrupção, que desvie dinheiro, que encha o bolso da mafia que esta no poder..... vamos ficar de olho, pois é o nosso q tá na reta!!!!!... é facil adivinhar quem vai ganhar essa concorrencia!! com certeza ganha quem oferecer melhor propina!!!
salve-se quem puder!!!!!

Anônimo disse...

Omar nos ajudara a fiscalizar esta licitação do transporte publico, o Sr Josemer e cia devem estar na fila da preferência, portanto temos que formar uma verdadeira tropa de choque chamar toda imprensa local e se possível nacional os promotores públicos e as organizações transparentes que se importam com a coisa publica. Vamos dar trabalho a estes pilantras. Chega de roubalheira tranqüila como sempre conseguiram.
Olho neles.
Lélio

Glória Peres - A irmã escritora do Omar disse...

Certo dia Deus estava de bobeira, na beira dum lago pescando.
Foi então que passou correndo um menino, pegou um dos peixes que ele tinha pescado e correu.
Deus riu, e desculpou a pequena travessura.
Loogo depois vieram 3 ou meninos e roubram todos os peixes de Deus, inclusive o samburá, e aproveitando
que Deus estava de costas O empurraram no lago.
DEus sentiu-se triste e rogou uma praga:
Daqui em diante vocês só nasceram em Barbacena, para cuidar dos loucos que estão internados lá.
Dito isto, achando já ter castigado os pequenos meliantes, subiu para o Céu.
A partir daí começou a nascer na cidade das rosas, uma casta de malfeitores chamada Andradas.
Começou com o Bonifácil, continuou no LalauFaytte, perdura no DeTonadinho, e por aí vai...
E eles na maior cara de pau contruiram em homenagem ao seu amor pelo roubo um castelo todo branco, que seria uma réplica do Taj mahal, mas o Edmar Moreira se apoderou dele e transformou em cassino do CR, desculpe do Chacrinha.

Jean Danton disse...

De José Bonifácio Andrada e Silva

aos seus decentendes......

"A maior corrupção se acha onde a maior pobreza está ao lado da maior riqueza."

(José Bonifácio de Andrada e Silva)

Dizer que os Andradas de hoje são os mesmo isto e dizer uma mentira, afinal a muito se perdeu no berço de Barbacena a virtude politica de homens que um dia realmente pensaram em nosso país.
Gostaria de fazer somente alguns comentários e complentar outro comentarios.
Toninho Andrada se não tivesse o pai que tem com certeza teria frenquentado e muito as paginas policiais de nosso estado, visto que e dado a hábitos não muito aceitos pela legislação vigente. Lembre-se do caso da cocaina a anos atrás e mesmo assim teve sua imagem preservada e achado um culpado para tudo. E sabedor na região de Barbacena e São João Del Rey , onde outra familia também conhecida da politica brasileira os Neves, Toninho e seu amigo Aecio faziam e aconteciam mais hoje se cai no esquecimento devido a pouca memoria do povo daquelas bandas, afinal um e o ilustre governador, filho da terra e outro e o ilustre conselheiro de nosso Tribunal de Contas.
Vender sentenças e outras coisas e bem tipico de pessoas que muito se aliam ao poder do dinheiro e neste caso fica demonstrado como nosso conselheiro esta vinculado, no caso dele sabemos que seus interesses vão alem do tribunal, afinal tem interesse em ajudar a eleger o resto da familia no estado e para isso tem que contar com prefeitos, vereadores e outros que como ele não são adeptos da legalidade.
Vemos que seu outro irmão, Martin Andrada foi tirado da cadeira de prefeito de Barbacena sendo vencido por sua prima Bias Fortes, briga politica das antigas, e com denuncias serias de corrupção e desvio de verbas e mais uma vez será que o Tribunal de Contas do Estado vai ser imparcial no caso... bem dizer que vamos e até chamar-mos de bobos, afinal sabemos que isso não acontecerá em lugar nenhum onde os mesmos estiverem envolvidos.
Quanto a razão da OAB, concordo com José Eduardo, a ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL e uma entidade totalmente atrelada ao entreguismo e a cara de pau de seus membros diretores, afinal centraliza todo o serviço na capital do estado para ter como manter seus afiliados sobre controle e logico seu dinheiro bem perto do cofre do presidente estadual, vemos que somente mudariamos o jogo, afinal muitos dos que estão no TCU também apesar de politicos são bachareis formados e poderiam usar de sua influência para estar lá, visto que o proprio Lafayette Andrada e bacharel e o mais engraçado não se formou por sua Universidade, mas sim pela Federal de Juiz de Fora, afinal o coitado não tem dinheiro para pagar uma boa faculdade.
Mas trocadilhos a parte, a OAB e outras entidades de nosso pais hoje vivem infestadas de mal-carateres que sejam em cargos diretivos ou pretendem estar neles, usam estas mesmas entidades para promoção pessoa e não na busca do bem comum e quando e solicitada sua ajuda por parte dos seus e deixado no esquecimento, como no caso do nosso José Eduardo, mas temos que lembrar o José e esquecido mas o seu dinheiro não.
E quanto ao Prefeito (gosto do termo em exercicio) de nossa cidade, o mesmo já fez escola e se prepara para dizer que muito das coisas que prometeu não poderá cumprir e que se deve a problemas administrativos. A licitação do ônibus pode ter começado mas sabemos que o procuradorzinho vai levar isso por pelo menos mais 2 ou 3 anos, dizendo-se em estudo e não viavel sua realização neste momento.
Bem fica ate chato... mas Jose Bonifacio Andrada e Silva em momentos impares se mostrou um grande amante de nossa patria e nos lega este minho de cobra que infezlimente não tem culpa da descendecia que tem, pois acredito que quando ve esta porcaria deve se remexer no tumulo.
Obrigado pela atenção e até a proxima.

Anônimo disse...

E a Ilha da Fantasia em Descoberto do ex presidente do TCE Elmo Braz Soares, será que é comprada com dinheiro arrecadado por esta quadrilha!
Vale a pena investigar!

Anônimo disse...

TSE quer implantar urnas biométricas até 2014

Nas eleições presidenciais de 2014, os eleitores poderão votar em qualquer cidade em que estiverem. A estimativa é do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Carlos Ayres Britto, que nesta quinta-feira (19/03) apresentou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva projeto de aperfeiçoamento do sistema de votação. Estão em processo de estudos a confecção de um cartão eletrônico com chip e a ampliação no número de urnas que reconhecem o eleitor pela digital.

Em entrevista após a audiência, Ayres Britto disse que pediu a Lula R$ 250 milhões para a compra neste ano de 100 mil novas urnas eletrônicas "biométricas". Atualmente, o TSE tem informações biométricas de 43 mil eleitores nos Estados de Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Rondônia. A meta é chegar a 4 milhões nas próximas eleições e ultrapassar 130 milhões em seis ou oito anos, o que atingiria praticamente a totalidade do eleitorado.

Ayres Brito relatou ainda que o cartão eletrônico, com chip, permitirá ao eleitor votar em trânsito. Não será mais preciso justificar o voto.

O ministro explicou que o chip poderá incluir também dados da carteira de identidade, da carteira de motorista, da carteira previdenciária e outros documentos do brasileiro. "É uma revolução. É espetacular", avaliou.

O presidente Lula demonstrou entusiasmo com a proposta, segundo relato de Ayres Britto, pois trata-se de "colocar a informática a serviço do processo eleitoral, da ética, da democracia e do combate ao crime e à fraude." O presidente do TSE observou que a Polícia Federal já trabalha num projeto de registro único e que o TSE fará um convênio com a PF para agilizar e facilitar a mudança. "Isso significa mais um passo para a autenticidade do processo democrático." (AE)

Quem sabe assim políticos como alguns de juiz de fora parem com o comercio de votos na cidade.

Lélio.

Anônimo disse...

Senhores,

Andei muito na estrada que passa diante da ilha do Sr. Elmo Braz e até grana para desenvolver uma cultura de bananas ele conseguiu.
Hoje, o que se vê é um bananal que deixou apodrecer, visto que, o pedido e o plantio fizeram parte de algo maior.
O lago nasceu junto com as bananas e tudo o mais que lá se encontra.
Estudo de impacto ambiental, não houve. A estrada que liga Descoberto a Guarani, dizem as más línguas, que foi todo pavimentada em função de seu desejo e do tempo em que era deputado estadual.
Se tudo for levantando com as minucias necessárias, mais e mais vão descobrir.
O TCE-MG, na verdade funciona como uma casa onde os inimigos políticos usam a assinatura para prejudicar e beneficiar interesses prórpios.
Até o Sebastião Helvécio (argh!!!!) já tentou esta teta miraculosa.
Que prendam o Bonifácio e toda sua família.
A cidade de Barbacena rasteja até hoje por culpa deles.
Aquele tempo de outrora não existe mais e as pessoas podem falar livrimente o que pensam.
Não existe mais cabresto e por U$ ou R$, informações preciosas vazam.
Cuidem-se senhores!!!
Carlos Magno Borges