sábado, 12 de setembro de 2009

BOMBA, BOMBA ! POLICIA FEDERAL PREPARA ACÃO CONTRA QUEIROZ GALVAO


A JUSTIÇA TARDA MAS NÃO FALHA !!!


BOMBA , BOMBA , BOMBA !!!

A MANCHETE DE AMANHÃ DO JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO, ANUNCIA DEVASSA NA EMPREITERIA QUEIROZ GALVÃO E OUTRAS.

MOTIVO: CORRUPÇÃO E FORMAÇÃO DE QUADRILHA ! AJUSTIÇA AUTORIZOU BUSCA E APREENSÃO DE DOCUMENTOS NA CASA DE ACIONISTAS E DIRETORES DAS EMPRESAS INVESTIGADAS.

A MATÉRIA NÃO MENCIONA SE O PREFEITO DE JUIZ DE FORA, CUSTODIO MATTOS TERÁ TAMBÉM SUA CASA VASCULHADA PARA APREENSÃO DE DOCUMENTOS. O PREFEITO DE JUIZ DE FORA É RESPONSÁVEL E PROTAGONISTA PELO MAIS ESCANDALOSO ATO DE CORRUPÇÃO DE MINAS GERAIS : O CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DO ATERRO DE SALVATERRA (E DO NOVO TAMBÉM) , ASSINADO POR CARLOS ALBERTO BEJANI E ENDOSSADO PELO ATUAL PREFEITO.

A hora dessa gente acertar as contas com a justiça está chegando. Está chegando a verdade.

E agora, ainda querem mais provas ?

6 comentários:

Easy Rider disse...

Tanto o Jarro vai mina que um dia ele quebra.

Wilson do gás disse...

Caro Rogério:
Não costumo cuspi no prato que fiz uso. Tenho muita estima por você. Apesar de ter meu ponto de vista da sua participação na campanha do grupo do Omar naquele momento. Não critico você, simplesmente o admiro por ter se sujeitado aos desmandos do Coronel e seu assessor, que traiu todos nós.

Falando de participação no blog, posso afirmar que tentei mexer com vários blogueiros e quem sabe fazer com que o tal se identificasse. E se as dicas que ele deu estiverem corretas, não tenho duvidas de quem é ele.

Fico feliz por saber que a carapuça não lhe coube.

Peço desculpas se você se sentiu ofendido pelo mal jeito em que coloquei as palavras.

Se você parar para pensar, a campanha começou quando iniciou as visitações nos bairros em meados de maio, e haviam muitos cabeças brancas durante todo esse tempo, não vou citar nomes para não ofender a mais ninguém.

Tenho certeza que com sua influencia junto ao Omar e sua sabedoria, você já deve saber qual o ID desse infeliz que não está somando no blog.

Estou sentindo a falta do Eurico Moura e foi depois que o desocupado, sem nenhum motivo começou a escorraçá-lo do blog.

Apartír desse momento estou entrando diante da flecha para que ela acerte em mim mesmo e as palavras Estou combatendo-as com estas que escrevi nesse momento.

E se for o caso, não farei cerimônia em implorar pelos seus préstimos.

Para não ficar duvida de que estou me retratando com você, lhe peço desculpa por mais uma vez e se você permitir, continuarei a chamá-lo de amigo.

Cordialmente Wilson do gás.

Márcio disse...

Muita gente mamando, e outros querendo é preciso salvar as tetas enquanto é tempo. èéé tá começando a ficar "des-dominado". O vento(PF) vai trazer ar puro para JUIZ DE FORA, o lixo vai ser revirado.

Rogério Moraes disse...

Wilson:

Não me preocupo com o que pensam as pessoas, que participaram da campanha, pelo simples motivo de que fiz o que tinha que ser feito com profissionalismo, e nenhuma delas colocou a mão no bolso pra me pagar.
Além de uma dose grande de coragem, pra pular na frente, inclusive da Policia Federal e expulsar do comitê central, o advogado do custódio, durante a apreensão de material politico e diga-se de passagem, eu estava sozinho.
Bati de frente com partidarios do custódio, corri multo com meu carro pelas ruas da cidade e fui multado várias vezes pra pegar motoqueiros dele, recebendo gasolina e dinheiro pra andar com o baú adesivado.
Fiquei no brigando no calçadão, contra comerciantes e a PM pra manter o som enquanto os cupinchas do prefeito, nos atiravam impropérios. E o que é mais importante:
A campanha do Omar foi a única em que não rolou nada por fora, ou seja, nela ninguém levou os 20% de praxe nesse tipo de trabalho.
A honestidade é talvez um traço da minha personalidade, que tenha agradado em cheio ao Omar Peres.
Tudo que fiz, não só foi com anuência, como muitas vezes comandado pelo próprio Omar.
E pelo que entendo de ética e moral, faria tudo de novo.
Quanto a minha submissão ao coronel e ao pulha do gordinho que o acompanhava, não existiu em momento algum. Você está de novo equivocado, cumpri ordens expressas do Omar pra lhes dar todo apoio profissional necessário.
Trabalhava junto com profissionais contratados para fazer um serviço (embora tenha desconfiado deles desde o ínicio), fui, assim como o Omar e todos da cúpula da campanha surpreendidos pelo tamanho da traição nojenta deles. Trairam sim, a todos, menos os que depois foram para o o lado do custódio no segundo turno.
Por que na realidade já nos estavam traindo, e nos trairam muito mais.
Portanto submissão, nem ao meu amigo e no caso da campanha - uma das poucas vezes na vida que tive um patrão, não houve.
Essa palavra não consta do meu dicionário.
Se constasse com certeza já estaria fazendo parte da cachorrada que apoiou o tucano em troca de emprego.
O que faço e com muita competência é cumprir as ordens dadas por quem paga o meu cachê, já que nunca vivi de michê.
Nesse caso já que não sou eu o alvo de suas flechadas, acho que deve sim uma explicação a todas as pessoas que tem cabelo branco e participaram da campanha, muitas como eu com força, garra e determinação, declarando aqui quem é o safado de quem você desconfia.
Mesmo por que, em outras postagens, você coloca, alguns dados, que por conta da minha postura pessoal corajosa, e da minha opção, que nunca escondi de ninguém, assemelham-se muito.
Portanto meu amigo, se é que ainda podemos nos tratar com esse adjetivo, como eu lhe disse antes,
e reitero agora o pedido:
Declare aqui pra que todos nós saibamos quem é o canalha a que se refere.
Isto não é um desafio, pois vejo que está tão motivado quanto perdido, pra descobrir, os anônimos que usam deste artifico sujo pra jogar merda nas pessoas que só querem o bem da cidade.
Quanto a descobrir o ID - faça como eu contrate (pagando caro) um hacker e coloque ele pra trabalhar.
E pode ter certeza de que quem me ofendeu publicamante, já está sim sendo caçado na rede.
O Omar (todos com um minimo de conhecimento de informatica sabem disso) além de não ter acesso a esse numero em hipótese alguma, não tem interesse e nenhuma participação nessa busca, que é minha e de minha inteira responsabilidade inclusive financeira.
Portanto Wilson, desejo-lhe mais felicidade nos seus próximos posts, e que além de descobrir, denuncie quem está lhe cutucando, pois cabe a quem acusa o ônus da prova.
E nesse caso se mentem contra você procure-os, ache-os e detone-os.
Mas muito cuidado pra não meter de novo os pés pelas mãos causando problemas a quem sempre, agiu com você, com toda lealdade.
Como dizia Mahathma Ghandhi:
Do que você pensa, você é dono, do que você fala é escravo.
E eu completo:
Pro resto da vida.

Bom Domingo
e tenha uma semana produtiva.

Rogério Moraes

Anônimo disse...

O caso Bejani e a possibilidade do caso Custodio mostra que a PF é muito lenta.

Como é possivel ter estas situações não exclarecidas por tanto tempo.

Eurico Moura disse...

Ao cidadão, Wilson, do gás.

Ao citar meu nome em determinada postagem, creio ter se equivocado supondo que sumi após dito por voce, ser ESCORRAÇADO por palavras a mim dirigidas.
Inadequada a palavra!

Não dou à mínima a essas manifestações.Desprovidas de argumentos, não contribuem em nada para mudar o quadro caótico vivido pela cidade. Típicas de quem não teve a menor reação a esse descalabro que levou a cidade a essa pecha de: Cidade pobre!
Preocupo-me, com a permanência destes, na esfera da desinformação.

Minhas questões, se as tenho, costumo resolve-las com bom senso se possível. Caso contrário, se me acuam ou tentam covardemente me agredir, costumo defender-me adequadamente.
Quanto ao tratamento, velho, gagá, etc., palavreado chulo utilizado geralmente por quem não recebeu o mínimo na vida, diria:
Não se pode exigir de alguém, aquilo que não recebeu.

Sendo necessário, “danço” conforme a música.
Para os bossais, covardes, que banalizam a vida, deturpadores de valores e direitos, para eles tenho algo bem guardado.

É difícil explicar o inexplicável.
Nesta altura de minha vida, ao adquirir visão diferente de tudo, diria que deveria estar gozando meu tempo sem me envolver com celeumas desta espécie.

Durante longos anos, sempre que possível, enalteci a cidade quando a sobrevôava, com palavras dignificantes, ditas com emoção, sempre vindas d´alma.
Foram com certeza, incontáveis vezes que sugeri os transportados, para que os mesmos dirigissem seus olhares para baixo e avistassem Juiz de Fora.

Minha indignação, é com os responsáveis que a desviaram dos trilhos da prosperidade, em proveito próprio.
Empobreceram a cidade e seu povo que se perdeu em promessas, iludido pela esperteza de dilapidadores de esperança.
Minha intenção aqui, sempre foi “mexer” com o brio adormecido que paira sobre a saudosa “Manchester Mineira”.
Há horas, que a vontade é realmente deixar de lado essa preocupação.
Me vou e a cidade ficará
Melhor seria se as pessoas se sentassem e discutissem o futuro da cidade, se identificando, somando, mas esse não é o mundo que vivemos.

Desejo-lhe sorte pessoal e em suas pretensões, sejam elas quais forem.
Saudações

ps.
Ainda bem que vi a postagem. Poderiam alguns imaginar que eu realmente teria sumido, ou quem pensou me atingir, acreditar nisso.