quarta-feira, 30 de setembro de 2009

TCU SUSPENDE OBRAS NO PARAYBUNA ! TCE SUSPENDE LICITAÇÃO DA PJF. ANTONIO JORGE SAI DO PSDB

Depois do Tribunal de Contas do Estado suspender concorrência da prefeitura , por indícios de corrupção, agora foi a vez do Tribunal de Contas da União suspender as obras do Rio Paraybuna, também por suspeitas graves. Isso tudo é a cara , e o reflexo do governo custódio mattos: CORRUPÇÃO E INCOMPETÊNCIA.

Espero que os custodistas não me peçam para "parar de acusar sem provas" . Infelizmente eu não as possuo. Quem as tem, são os Tribunais que fiscalizam os dinheiros públicos. Peço que procurem essas instituições para ver as PROVAS DA CORRUPÇÃO !

Eu já esperava por tudo isso, mas não tão rapidamente. Custódio, além de mentiroso comprovado e enganador, é incompetente, também já provado. Mas se continuar assim, seu governo não vai durar muito tempo. O vice prefeito pode começar a se preparar para assumir o cargo...

Isso tudo é o "governo" custódio mattos: corrupção, mentiras sem nenhuma desfaçatez, abandono da saúde pública , arrocho nos servidores, mas empregos para os amigos. E enquanto tudo isso acontece, o filhote vai à Paris assistir o torneio de tênis de Rolan Garros e, o secretário mais poderoso de custódio, o bejanista que nunca trabalhou na vida, Vitor "Vitória" Valverde está de férias em Israel ! Motivo da viagem: "estresse", decorrente dos embates que tem tido com membros do governo e com servidores.

Já que a corrupção na administração custódio não é mais novidade, a grande noticia da politica da cidade foi a saída de Antonio Jorge do PSDB. O que isso significa, o que está por trás da decisão do Secretário Adjunto da Saúde de Minas? Em primeiro lugar que Antonio Jorge faz vôo solo e, por isso, dispensa a necessidade de se sujeitar a quem o detesta , e morre de inveja de sua competência: custódio mattos.

Antonio Jorge é o grande responsável pelo sucesso do consorcio intemunicipal de saúde e, não gostaria de ver esse projeto em "outras mãos", ou recebendo, digamos, pressões partidárias. Está certo o meu amigo Antonio Jorge.

Na realidade , o que custódio tentou fazer foi humilhar Antonio jorge, ao lançar o incapaz e despreparado Rodrigo Mattos, seu filho, candidato a Deputado Estadual. Assim, com a saída de Pestana para disputar a vaga de Deputado Federal Antonio se torna, por decisão de Aécio neves, e principalmente por sua competência (e também como compensação) Secretário Estadual de Saúde de Minas. Ponto para o Aécio.

Com a saída de Antonio Jorge, a costura tucana em Juiz de Fora , passa agora por um acordo e dobradinha entre Pestana e Rodrigo Mattos. Ponto para custódio. Impôs suas condições e Pestana teve de ajoelhar. Ordem do Aécio. Rodrigo , se torna um candidato mais viável, pois vai concorrer sozinho pelo PSDB da cidade e da região , com grandes chances, portanto, de ser eleito.

Fico pensando em alguns vereadores que apoiaram custódio na perspectiva de receber apoio para candidaturas a Deputado Estadual. Que sonho! Quem quiser fazer politica, crescer na politica em Juiz de Fora, só tem dois caminhos: fazer seu próprio caminho ou ser filho de um politico importante. Fora isso, zero chance de se tornar prefeito ou Deputado. A oligarquia autoctone não permite. Só ouve uma excessão: Carlos Alberto Bejani, que jogou fora sua história tão conhecida por todos nós.

Custódio está com moral no PSDB estadual em decorrência de sua vitória para a prefeitura de Juiz de Fora. Faz o que quer no partido, e "eliminando" Antonio Jorge, fazendo Pestana se ajoelhar, mostra que possui absoluto comando partidário e, pior, agora, totalmente sem oposição.

A consequência fundamental do domínio de custódio no PSDB local, é , mais uma vez a perpetuação de famílias no poder politico municipal. É a vitória do "filhotismo"! O prefeito lança e prepara o seu filho para substitui-lo. Começa pela vereancia, em seguida Deputado Estadual e logo em seguida, lógico, prefeito da cidade. Ou seja, um despreparado sendo preparado para mandar na cidade. Pobre cidade.

O poder politico de Juiz de Fora, com apoio e voto do povo que os elege, nos próximos 20 anos, no mínimo, será disputado por Rodrigo Mattos, Júlio Delgado e Bruno Siqueira. Improvável o PT ganhar uma eleição para prefeitura da cidade. A cidade é conservadora e se quiser ganhar terá de fazer acordo com uma dessas alas que dominam e dominarão o cenário politico municipal.

Porque essas lideranças ganham "sempre" ? Porque "nunca" perdem? Simples: porque eles sempre fazem composições entre eles. Com isso, continuam sempre no poder, nomeando os amigos, mandando na prefeitura, obviamente tudo acordado previamente com quem foi eleito com o apoio deles.

Só perde quem não faz acordo. Quando falo acordo, refiro-me a DIVISÃO DE PODER EFETIVO. Sempre foi assim e, por isso, o revezamento entre eles . Vamos relembrar : na eleição que Bejani foi eleito, Sebastião e Júlio apoiaram Bejani. Com a ajuda do PT ! Custódio ficou sozinho. Perdeu custódio. Mandaram no governo bejani, Sebastião e Júlio.

Na última eleição, Sebastião e Júlio , mudaram de lado e apoiaram custódio. Ganhou custódio; Sebastião , além de ter exigido o cargo de Conselheiro do Tribunal, nomeou dezenas de pessoas na prefeitura, a começar por seu braço direito, Vitor Valverde. Júlio Delgado, cujo pai sempre foi inimigo do atual prefeito, já faz vôo próprio ao apoiar custódio . Fez acordo com o governo estadual, o que deverá facilitar sua reeleição, além de nomeações na prefeitura.

Em resumo, eles nunca perdem. Mas é preciso confessar: são competentes. Profissionais do voto. Na época do escândalo Bejani, "esperta e malandramente" deixaram eu bater sozinho. Eu me desgastei , e eles levaram os votos ! Não me acho naif e fui advertido por muitos que estava no caminho errado. Mas não me arrependo. Hoje começo a dar umas boas rizadas do que estou assistindo e vendo... Faria tudo novamente.

Imaginem que eu quis enfrentar, sozinho, todos eles. "Saltaram os cachorros em mim". Não admitem crítica. Não admitem serem expostos às suas próprias atitudes. Contrataram até mesmo o Presidente de meu partido para ficar contra mim! Que vergonha. Mesmo assim tive quase 7 % dos votos válidos da cidade. Não é pouco. E estejam certos, não mudo. Se tivermos de mudar alguma coisa, não sejamos iguais...

Bejani foi a única renovação que aconteceu de verdade em Juiz de Fora. Poderia ter sido tudo. Mas sua preocupação foi sempre, em primeiro lugar, ganhar dinheiro. Ganhou sozinho sua primeira eleição, desbancando todo mundo. Poderia ter sido a grande mudança politica na cidade. Mas sua vocação era outra, e seu despreparo enterrou sua escalada de homem público.

Por isso, meus amigos , a cidade é o que é. E o que ela é hoje? Cada um que tire suas conclusões.

15 comentários:

Ubiratan disse...

É exatamente isso. Perfeita sua análise sobre a política em Juiz de Fora. É isto sem tirar nem por. Esse texto ficou 10. Bejani foi o único mesmo e se perdeu pelo caminho. E enquanto isso, vemos a elite política enriquecer nesta cidade e sem dar chances para uma verdadeira renovação que seria salutar para a cidade. Aqui é assim: ou você tem um esquema e padrinho para fazer algo na PJF ou você roubou ou copiou algo. E isso vem dos próprios servidores/serviçais de classe política nefasta e prejudicial a Juiz de Fora. Dó quem teve uma boa idêia nesta cidade e procurou a PJF para ou vender ou apoiar seu projeto sabe do que estou falando.
Gente, olha o que foi Juiz de Fora no passado e veja o que é Juiz de Fora hoje. Uberlândia hoje é a JF de 100 anos atrás.
Hoje quem acredita em renovação? Eu não!
Abraços

Roberto disse...

ENQUANTISSO:

CUSTÓDIO 200MILHOES MAIS RICO:

Orçamento será de R$ 1 bi

Ricardo Miranda
Repórter

As receitas do município de Juiz de Fora alcançarão o patamar de R$ 1 bilhão em 2010. O montante, inédito na história da cidade, está previsto na proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) do próximo ano que chega hoje à Câmara. O aumento dos recursos será 18% em relação ao orçamento em vigor e bem mais otimista do que o previsto pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) apresentada no mês de julho. Somente para investimento, a previsão é que sejam direcionados R$ 42 milhões a mais em relação a 2009, ou seja, R$ 200 milhões. Nessa rubrica estão incluídos os R$ 44 milhões do novo Hospital de Urgência e Emergência, o Hospital da Zona Norte, e os R$ 13 milhões das obras viárias. A proposta será detalhada na Câmara hoje pelo secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, André Zuchi, que deve sinalizar com o percentual de reajuste do funcionalismo público e a expectativa de despesas. Pela LDO, os gastos devem crescer 5,7%.

SE LEVARMOS EM CONTA A TABELA DA CORRUPÇÃO QUE DITA 20% DE TUDO PRA POLITICOS DESONESTOS, ESSA SERÁ A GRANA QUE O ALCAIDE DE MARIPÁ, VAI EMBOLSAR.
NADA MAL PRA UM DEPUTADOZINHO MENSALEIRO E UM PREFEITO INCOMPETENTE E MENTIROSO.
AGORA TEM MAIS:

CONTRATO COM A QUEIROZ GALVÃO...
ALUGUEL DOS CAMINHÕES...
CANO NOS FUNCIONÁRIOS PAMONHAS DA PJF...
MUTRETAS... CAMBALACHOS... E AFINS...

Roberto disse...

ENAQUANTISSO 2

VONTADE POPULAR ESTÁ MAIS EM BAIXA BUNDA DE SAPO:

FICHA SUJA

No mesmo dia em que recebeu o projeto de iniciativa popular que trata da exigência de ficha limpa dos candidatos, o presidente da Câmara Federal, deputado Michel Temer, disse que os parlamentares devem fazer mudanças no texto, uma vez que vão querer tirar o item que impede candidatos condenados em primeira instância de disputarem, independentemente do crime que tenham cometido. “Já existe uma dúvida: o projeto fala em condenação em primeira instância, mas traz critérios objetivos, e aqui eu sinto que na Casa e em várias outras entidades a ideia é que haja a manifestação de um órgão colegiado. Esta é uma questão que eu examino”, afirmou. As denúncias têm que ser relacionadas a crimes contra a economia popular, a fé pública, os costumes, a administração pública, além de crimes considerados “graves”. Entre os crimes “graves”, estão listados racismo, homicídio, estupro, tráfico de drogas e pedofilia, entre outros. O entendimento é de que a matéria tem que ser votada até o dia 3 para vigorar em 2010, mas há quem argumente que, não mexendo no processo eleitoral, ela pode ser votada a qualquer tempo.

ESSES POLITICOS BRASILEIROS ESTÃO MUITO PERTO DE SEREM BANDIDOS.
SE UM JUIZ ABSOLVE ALGUÉM POR DIRIGIR BEBADO E NÃO QUERER SOPRAR O BAFOMETRO, IMAGINEM SE OS DEPUTADOS VÃO DAR UM TIRO NO PRÓPRIO PÉ.
SE PASSA ESSA LEI INTEGRALMENTE, METADE OU MAIS DO CONGRESSO, NÃO SERIA RELEITO, E A OUTRA METADE, FICARIA COM 2 CARTÕES AMARELOS.

Anônimo disse...

Como vi em uma postagem anterior,juiz de fora é mesmo um lugarejo de estudantes pobres,aposentados e funcionários públicos,porém acrescento mais uma "qualidade": a de analfabetos políticos.....

Mineirim disse...

Uberlândia,Uberaba,Poços de Caldas,Contagem,Governador Valadares,Alfenas,Pouso Alegre,Varginha,Itajubá e demais cidades do sul de minas,triângulo e centro norte são um exemplo em desenvolvimento e riqueza,apesar de todas as dificuldades inerentes aos municípios do estado de minas e relação a arrecadação e investimentos.
Porém, estão anos a fio de um lugarejo encravado às margens do rio Paraibuna,subúrbio do Rio de Janeiro e com evasão de indústrias e investimentos, e com um ISSQN enorme que afugenta qualquer um do município...Como que se chama mesmo??

Há!!!! É por isso que o juiz é de fora!!!!!

KKKKKKKKKKKK!!!!!

Justo disse...

Omar, uma rápida apresentação: sou escritor nascido em JF e tenho quase a sua idade.

Adulação à parte, atesto que este blog - independente do fato de as pessoas gostarem ou não de Omar - é o mais importante espaço político surgido na história de Juiz de Fora, já que significa um inédito contraponto democrático a todo o tradicionalismo (leia-se política e mídia) da cidade. Quem duvida disto, recomendo pensar: o que seria de nós, os indignados, se não fosse este blog?

Sei que você, Omar, está preparando um livro com a coletânea dos seus artigos mais relevantes. A informação que eu tinha preliminarmente era que você estava preparando uma obra mais ácida sobre a campanha eleitoral de 2008. Tal notícia causou-me enorme expectativa...

Enfim, a minha sugestão é a seguinte: que você elabore um livro que aborde, inclusive, a análise contida neste post. E que isto seja canalizado para uma “tese” (textualmente acessível ao leitor médio) sociopolítica. Exemplo: de que forma os nossos pífios representantes políticos refletem a passividade, provincianismo e conservadorismo de boa parte dos eleitores; e de que forma tal fator, a despeito de sermos um região geograficamente privilegiada, legou-nos a um total abandono político. O livro trataria também, óbvio, dos “caciques” políticos de JF e as "heranças genéticas" que eles estão deixando. A linguagem do livro deverá ser clara, informal e com pinceladas de humor.

Tal sugestão vai acompanhada com uma oferta: se você topar, prontifico-me humildemente a colaborar na confecção do livro - ainda que seja apenas para uma leitura crítica.

Abração e mais uma vez parabéns pelos “500 mil” e por sua coragem!

Márcio disse...

Caciquismo :

O caciquismo é oriundo da época do império, mas o método era utilizado por poucos líderes políticos até ser redescoberto no início da década de noventa.

Uma vez que o fenômeno é bastante semelhante ao coronelismo e ao caudilhismo, o caciquismo difere na agressividade.

O cacique político é o chefe político local de uma determinada comunidade, pode ser um prefeito, deputado estadual, federal ou um senador.

Seu domínio se espalha pelos currais eleitorais que estão a seu dispor. O traço principal do coronel-cacique é a chamada política clientelista, esta se dá através de concessão de favores e cargos públicos, chamados de cargos de confiança, ou cargos comissionados.

O caciquismo, também se utiliza da chamada política de mão-no-ombro.

Normalmente o cacique domina seu eleitorado da mesma forma que o caudilho, isto é, pela emoção, mas detém o poder de controlar a quantidade de votos de determinada região da mesma forma que o coronelismo, só que desta vez o controle é por zona eleitoral, e não por área rural.

Desta forma o cacique age cortando as verbas e trabalhos da máquina estatal para esta zona eleitoral, propiciando um enriquecimento, ou empobrecimento da região conforme sua necessidade de angariar poder.

Igual ao coronel, o cacique age sobre o processo eleitoral local, o que multiplica seu poder e o torna respeitado.
(Gustavo Franco Pobreza & Desenvolvimento Local)

Taí, a política de Juiz de Fora

OMAR PERES disse...

Prezado Justo,

Vamos conversar. A idéia é boa.

Abraço,

Omar

Anônimo disse...

Antonio Jorge e o projeto saúde pé de serra ACISPES, e um tremendo RETROCESSO E ÊNGODO.
ELE PODE SER SEU AMIGO!
mas daí falar em honestidade, é algo que passa longe.
Antonio Jorge foi fisiológico nas tetas do PSDB enquanto lhe foi conveniente.
Essa é a característica dele.
Aquele cara tranquilo, fala pouco.
Está junto com O Pestana.
Calma Omar, não jogue tudo por agua abaixo.
Te falei anteontem, cautela com o oportunitas de plantão e os agregados de ultima hora.

Fernando, aquele que mudou de jUIZ DE fORA, ESTOU AGORA EM CHICAGO

Anônimo disse...

É preciso percepção do tempo e espaço na história, nada é eterno, tudo tende a um movimento cíclico, e quando mais perfeito em espiral.
O homosapiens é finito enquanto tempo e ocupação espacial na vida terrena. Sua tempo é escasso.
Em termos de humanidade, houve tempos crueis de grande conflitos, ou tempos que os conceitos morais chegavam a barbárie dos costumes, e depois momentos de reflexão, de retorno aos princípios éticos e morais da sociedade.
O que vivemos em termos nacionais é uma inversão de valores, os discursos são calorosos em defesa de ética, moral, bons costumes, mas a sociedade está afundada na corrupção, nos vícios de toda natureza. Tolera-se a prostituição infantil, e os políticos costumam contratar jovens menores para suas orgias, tolera-se a festas empresarias e políticas acompanhadas de bandejas de prata e canudos de ouro para se aspirar a cocaína quase pura. Tolera-se a lavagem de dinheiro, os paraísos fiscais, as propinas como pagamento de negociatas políticas, tolera-se o superfaturamento de obras públicas para o embolsar do dinheiro nas contas bancárias pessoas dos políticos e comparsas, em detrimento da Lei de Responsabilidade Fiscal e probidade administrativa.
E gera-se miséria e pobreza com essas práticas.
Tudo é um jogo e as peças ontém aliadas e amigas, tornam-se inimigas ou adversárias.
O que está por traz da saída de Antônio Jorge do PSDB, o amor e respeito ao clã tucanato, que precisa que ele avance por outros setores, para garantir territórios, outros já sairam para isso acontecer. É BEM PROVÁVEL QUE ELE ENTRE EM OUTRO PARTIDO PARA BRECAR ALGUMA POSSIBILIDADE DE CANDIDATO (A) VENCER A CAMPANHA E OCUPAR O CARGO DE DEPUTADO, QUE DEVE SER DOS QUE O CLÃ ASSIM DESEJAM. ESPEREM PARA COMPROVAÇÃO.

Anônimo disse...

Era esperado a saída de Antônio do PSDB. A legenda ampliou muito o quadro. Está jogando gente pela janela.
Quanto ao tal consórcio intermunicipal Acispes e Ciespes, já temos dúvidas quanto sua viabilidade. Outra coisa é que está sendo acompanhado de perto.
A família do Pestana está junto nessa! E essa coisa serve também ao Aécio Neves. Tantas ambulãncias.
Estamosa ouvindo que essa aparente briguinha entre custódio e antônio jorge é farsa.
A saída de antônio jorge tem haver com 2010, ele tem que ocupar outros espaços e outra legenda, isso tem haver com alianças para a formação de coligação. Também tem haver com não deixar certas pessoas com poder e influência ganhar e diminuir chances de vagas para deputados.
Bom lembrar que o número de candidatos pode aumentar mas as vagas não aumentam nas assembleias e câmara de deputados.
Raciocinar ele, pestana, custódio, são todos de um só grupo, e se precisar em nome desse projeto ambicioso do PSDB de mudar de legenda se muda. O que não pode é deixar desafeto do Aécio ganhar espaço e vencer as eleições. É só isso.

Anônimo disse...

Não será a primeira e nem a última vez que o Consórcio Pé da Serra, cairá em outras mãos. O consórcio gerido com dinheiro público, quando Antônio Jorge foi chamado por alguns motivos políticos e particulares para BH - Subsecretário de Saúde, assumiu em Juiz de Fora o Guto Pestana a direção do Consórcio em Juiz de Fora.
Em outras localidades estão a frente do consórcio pessoas ligadas ao governo de Minas.

Anônimo disse...

A tal "competência" deste Antonio Jorge, cantada em prosa e verso por vc Omar, ainda está para ser provada.
Onde foi que isto ocorreu? Não foi na sua pífia gestão à frente da Secretaria Municipal de Saúde, onde não se destacou da legião de mediocridades que por lá passou, exceto o Luiz Eugenio.
A tal ACISPES nada mais é que uma privatização branca da Saúde, área onde a tucanalha é especializada.
Ou seja, este Antonio Jorge é um zero à esquerda na política de JF.

João Carlos S. Pereira disse...

Gostaria de pedir ao Minerim, que citou uma lista de "megalópodes" que são as locomotivas de um suposto progresso em MG, qual é a arrecadação desses trepidantes centros urbanos, modelos para o 1º mundo?

Só para lembrar, ele citou: Uberlândia,Uberaba,Poços de Caldas,Contagem,Governador Valadares,Alfenas,Pouso Alegre,Varginha,Itajubá e demais cidades do triângulo, sul e centro-norte.

Anônimo disse...

Prezado Sr Omar, minhas esperanças são e sempre foram, justamente nesta renovação orquestrada por uma pessoa digna, competente e de caráter sólido. Portanto, por favor empenhe-se em ser candidato a Prefeito, e a ganhar esta eleição! Precisamos da sua competência e seu pulso firme! Abraços e boa sorte!